candidatos_00

Com a definição e registro dos quatro candidatos que disputarão o cargo de prefeito de Rio Branco pelos próximos quatro anos, o Tribunal Regional Eleitoral do Acre disponibilizou as declarações de bens do prefeito e candidato a reeleição pelo PT, Marcus Viana, da deputada estadual Eliane Sinhasique, candidata pelo PMDB,  do vereador Raimundo Vaz, candidato do PR e do assistente social Carlos Gomes, nome indicado pela rede para a disputa eleitoral.

Atualmente exercendo a função de prefeito de Rio Branco, Marcus Viana, que já foi diretor-presidente do Deracre, ficou “mais pobre” de 2012 para cá, época em que deixou o Deracre e disputou pela primeira vez um cargo eletivo. Naquela época, Marcus declarou a justiça eleitoral R$ 556 mil em bens.

Os itens declarados pelo prefeito naquele periodo era sua residência localizada numa das áreas mais nobres de Rio Branco, o Jardim Alah, cujo valor era de R$ 350 mil, um terrenoo no bairro Conquista no valor de R$ 70 mil e mais três veículos, que juntos, somavam a quantia de R$ 138 mil.

Já no pleito deste ano, Marcus apresentou uma declaração “mais modesta”, com perca de patrimônio. O petista declarou ter R$ 485 mil em bens, registrando uma perca de R$ 71 mil nos últimos quatro anos, ou seja, cerca de 12% a menos que em 2012.  Atualmente, o candidato da Frente Popular declarou ter ainda a sua casa e o terreno no bairro no Bairro Conquista, cujo os valores continuam os mesmos de quatro anos atrás. Viana também declarou ter um carro modelo Honda Civic  adquirido em 2014, por intermédio de uma financiamento, no valor de R$ 65 mil.

Já a deputada estadual Eliane Sinhasique (PMDB) registrou um ganho de 66% em seu patrimônio. Em 2012, em sua primeira eleiçãa ao cargo de vereadora, a PMdebista declarou ter R$ 195 mil em bens. Quatro anos depois, Eliane registrou um aumento em seu patrimônio de R$ 130 mil, declarando R$ 325 mil em 2016.

Em 2012, Eliane declarou ter dois terremos no Jardim Europa nos valores de R$ 50 mil e 81 mil, respectivamente, e um Ford Focus no valor de R$ 59 mil. Na época ela ainda chegou a declarar que tinha pouco mais de R$ 3 mil em sua conta corrente no Banco do Brasil. Atualmente, Sinhasique declara ter uma caminhonete Ford Ranger no valor de R$ 45 mil, um Ford Fiesta – ano 2013, no valor de R$ 12 mil, sendo que parte do valor do veiculo foi financiado pelo banco Bradesco, uma casa construída no Jardim Europa no valor de R$ 150 mil, um Ford EcoSport no valor de R$ 45 mil e um Palio Fire – ano 2014/2015, no valor de pouco mais de R$ 34 mil. A candidata do PMDB declarou ainda ter cerca de R$ 34 mil aplicados na caderneta de Poupança e cerca de R$ 3 mil em outros tipos de aplicações.

Eleito vereador de Rio Branco em 2012, o funcionário público de carreira da prefeitura de Rio Branco, Raimundo Vaz, declarou na época ter apenas uma PickUp Volswagem – ano de 2004, no valor de R$ 25 mil. Já no pleito atual, Vaz teve uma acréscimo patrimonial de R$ 290 mil com a aquisição de uma área de terra medindo 3,5 hectares na estrada do Calafate, no valor de R$ 300 mil. De acordo com dados disponibilizados pela justiça eleitoral, Raimundo Vaz se desfez da PickUp e agora possui uma Van Mercedez Bens avaliada em R$ 15 mil, totalizando atualmente R$ 315 mil em bens declarados.

O Assistente social Carlos Gomes, candidato da Rede, declarou não ter nenhum bem a Justiça Eleitoral.

Previous
Next
error: Conteúdo protegido!