Conecte-se agora

Festival Estudantil da Canção: milhares de estudantes lotaram a quadra do CEAN

Publicado

em

O prefeito Marcus Viana e o secretário de Estado da Educação, Marco Brandão, abriram oficialmente na noite da última sexta-feira, 3, na quadra coberta do Colégio Estadual Armando Nogueira, o Festival Estudantil da Canção, uma realização da Prefeitura de Rio Branco, através da Secretaria-Adjunta da Juventude e Fundação Garibaldi Brasil com parte do programa Mãos Dadas, do Governo do Acre.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Estiveram presentes os vereadores Gabriel Forneck, Líder do Prefeito na Câmara Municipal, e o Professor Roger; o deputado federal Léo de Brito e o presidente da FGB, Sid Farney.

Eram 17 horas quando a quadra da Escola Armando Nogueira começou a ficar lotada para a primeira eliminatória do FEC. Os três jurados dessa etapa – Yvana Pacifico, José Alberto, e William Silva – analisaram canções de estudantes das escolas Alcimar Nunes Leitão, Lourival Sombra, Luiza Batista, Meta e Armando Nogueira. 29 concorrentes participaram dessa seletiva. “Relembra os grande festivas que já tivemos”, disse Marco Brandão ao avaliar a grande movimentação de estudantes.

O festival, conforme lembrou o prefeito , é sucesso absoluto de envolvimento e participação nas escolas, nos bairros e nas redes sociais. “Quem está participando tem o sentimento de que está fazendo o melhor festival”, disse o prefeito.

A página no Facebook havia alcançado minutos antes da seletiva mais de 150 mil pessoas. Os vídeos mais alcançados registraram até aquela data 19 mil e 15 mil visualizações, demonstrando que os estudantes vão repetir o feito no CEAN e lotar as escolas durante as eliminatórias. Temyllis Silva, secretária-adjunta da Juventude de Rio Branco, relacionou esses números à parceria que resultou em uma boa organização para o evento.

O FEC computou 227 inscritos em todas as regionais de Rio Branco, na zona urbana e também na rural. São 26 escolas participando diretamente do Festival, entre estabelecimentos públicos e privados. Todas eliminatórias são transmitidos ao vivo pela internet. “Escolhi uma música simples, que eu acho muito bonita”, disse Gabriel Lacerda, do Colégio Meta. Ele interpretou com violão base e violão solo, a canção de Henrique e Juliano, “Flor e Beija-Flor” e foi muito aplaudido.

As índias Panahy e Yakashayu, filhas do cacique Yanawá Biraci Brasil, estiveram na seletiva com uma música cantada em sua língua nativa. “Ela fala sobre nosso mundo, a vida na aldeia”, explicou Panahy. Elas deixaram as aldeias do Rio Gregório temporariamente para estudar em Rio Branco.

Foram selecionados nesta seletiva: Natanael da Silva, da Escola Luiza Batista de Souza; Carolina Araújo, do Colégio Meta. Por música autoral está classificada a estudante Isla Lima, do CEAN. O vídeo mais curtido no Facebook foi o da Elana, da Escola Alcimar Nunes Leitão.

Anúncios

Acre

Acre tem 258 novos casos e mais duas mortes por Covid-19

Publicado

em

Em boletim divulgado na tarde desta sexta-feira, 22, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), informou 258 novos casos de infecção por coronavírus no Acre. Destes, 72 casos confirmados são de exame de RT-PCR e 186 por testes rápidos. O número de infectados subiu de 45.729 para 45.987 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registrou 130.353 notificações de contaminação pela doença, sendo que 83.098 casos foram descartados e 1.268 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 39.095 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 159 pessoas seguem internadas.

Mais dois óbitos foram notificados nesta sexta-feira, 22, sendo todos do sexo feminino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 846 em todo o estado.

Continuar lendo

Acre

Falta de transparência deixa Acre no fim da tabela de vacinação

Publicado

em

A falta de transparência das 22 prefeituras do Acre, em relação à vacinação do coronavírus, fez com que o Estado ficasse nos últimos lugares no ranking de vacinação contra à Covid-19 no Brasil.

Segundo o site Coronavírus Brasil, que monitora o número de casos, óbitos, testagem e a vacinação, o Acre vacinou desde terça-feira, 19, até esta sexta-feira, 22, somente quatro acreanos.

No entanto, esse número de vacinação é bem maior, já que na maioria dos municípios [Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Tarauacá] já começaram a vacinação contra à Covid-19.

Até esta sexta-feira, 22, o Brasil contabilizou mais de 200 mil brasileiros vacinados contra à Covid-19.

Com 41 mil doses, o Acre deu o pontapé inicial na vacinação pela manhã da última terça-feira, 19, com a vacinação do idoso José Marcelino de Oliveira, de 85 anos, que foi a primeira pessoa a receber a imunização da CoronaVac no Acre.

Além dele, outras três pessoas também receberam as primeiras doses da vacina. Foram elas: a enfermeira Maria José Monteiro, 66 anos, a enfermeira indígena Elza Severino da Silva Manchineri e a técnica em enfermagem Raimunda Gomes do Nascimento, 69 anos.

Continuar lendo

Acre

Alto Acre volta ao Vermelho com piora dos casos de Covid-19

Publicado

em

A região do Alto Acre voltou ao nível de emergência na classificação de risco da pandemia do novo coronavírus. Os dados, divulgados em coletiva de imprensa nesta sexta-feira, 22, pelo Comitê Especial de Acompanhamento da pandemia no estado, apontam que do último dia 3 de janeiro ao dia 16, houve piora nos indicadores que avaliam os pacientes infectados.

Agora, os quatro municípios pertencentes à região deverão obedecer às medidas mais rígidas em vigor na pandemia, conforme Decreto 5.496, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

Nas duas últimas semanas, o Alto Acre piorou a situação de isolamento social, o que fez a regional regredir. “Piora em isolamento social, notificação por síndrome gripal, óbito e ocupação de leitos clínicos e Unidade de Terapia Intensiva (UTI)”, disse a coordenadora do Comitê, a farmacêutica Karolina Sabino.

Com a classificação em nível de emergência (Bandeira Vermelha), apenas as atividades comerciais consideradas essenciais deverão funcionar nesse período. O aumento de ocupação em leitos clínicos, por exemplo, subiu 450%.

Continuar lendo

Acre

No Acre, índios aldeados são menos infectados pela Covid-19

Publicado

em

Foto: Divulgação

Índios aldeados tem sido menos infectados que os que vivem nos municípios do Acre, sugerem os dados da Comissão Pró-Índio (CPI). O número de infectados nas terras indígenas é de 1.218 pessoas e os que vivem nos municípios somam 1.230.

No entanto, indígenas não aldeados –aqueles que vivem fora das terras indígenas -estão fora da lista de prioridade para vacinação contra a Covid-19.

Segundo a última atualização dos dados da CPI Acre do dia 18/1, os boletins semanais dos Departamento Sanitários Indpigenas (DSEIs) Alto Rio Purus e Alto Rio Juruá não foram divulgados até o momento, e o boletim da Sesacre registrou três novos casos de indígenas contaminados no município de Santa Rosa do Purus.

“Colaboradores da CPI em Feijó informaram que no município, nas margens do rio Envira, há indígenas Madijá com Covid-19 e estamos aguardando as informações do DSEI Alto Rio Juruá para incluir os casos no monitoramento”, informa a Comissão Pró-Índio.

As vacinas já chegaram a várias comunidades no Vale do Juruá.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas