Conecte-se agora

Marcha Para Jesus acontece neste sábado em Rio Branco

Publicado

em

A Marcha Para Jesus em Rio Branco, que será realizada neste sábado, 14, está marcada para começar às 14h. Os fieis sairão da Gameleira e caminharão pela Via Chico Mendes até o estacionamento da Arena da Floresta cantando louvores e orando pela cidade.

A expectativa mais uma vez é de um grande público. O louvor será comando pelo Ministério Rafá. A celebração de encerramento deve ocorrer por volta das 18h na Arena da Floresta.

A Marcha Para Jesus acontece todos os anos e reúne multidões de pessoas pelas ruas em todo país. Cada cidade tem um dia e programação específicos para a realização do evento.

Acre 01

Brasil perde para seleção do Camarões, mas avança em primeiro e pegará a Coreia do Sul

Publicado

em

Por

O Brasil perdeu por 1 a 0 para Camarões nesta sexta-feira (2), com gol de Aboubakar, pela última rodada do Grupo G da Copa do Mundo, mas assegurou a primeira colocação da chave. Agora, a seleção enfrenta a Coreia do Sul nas oitavas de final, na próxima segunda-feira (5), às 16h (Brasília).

No outro jogo, a Suíça venceu a Sérvia por 3 a 2 e ficou com a segunda posição por conta do saldo de gols. Os suíços enfrentarão Portugal, o primeiro colocado do Grupo H. Depois das três rodadas, a disposição do Grupo G ficou com: Brasil, com seis pontos, Suíça, com seis, Camarões com quatro e Sérvia com um.

Embora tenha assegurado a primeira colocação do grupo, Tite terá uma grande preocupação no setor da lateral-esquerda. O titular Alex Sandro está com o quadril lesionado, e o reserva Alex Telles machucou o joelho direito nesta sexta. Marquinhos foi o substituto.

O jogo

O jogo começou estudado, com Camarões apertando o Brasil em cima, e os reservas de Tite tentando escapadas rápidas, principalmente pela direita. A primeira boa chance do jogo foi da seleção brasileira, aos 13 minutos, em uma invertida de Fred para Martinelli. O volante lança na área o camisa 26, que cabeceia sozinho para uma linda defesa de Epassy.

Aos 21, foi a vez de Fred arriscar de dentro da área, depois de cruzamento de Alex Telles e ajeitada de Gabriel Jesus. O volante girou batendo, mas a bola desviou e foi a escanteio. Pelo alto, o Brasil tentou outras vezes, mas foi em descidas rápidas que levou mais perigo. O sistema camaronês, entretanto, parou os brasileiros com muitas faltas, que não levaram perigo.

No fim do primeiro tempo, aos 46, Martinelli fez linda jogada, entrou na área, mas finalizou novamente nas mãos do goleiro. No escanteio, Rodrygo acertou a rede pelo lado de fora em jogada ensaiada. A melhor chance de Camarões foi o último ato da primeira etapa, quando Mbeumo cabeceou livre, para o chão, e obrigou Ederson a fazer grande defesa – a primeira de um goleiro brasileiro na Copa.

Sem alterações para o segundo tempo, quem voltou melhor foi Camarões, que conseguiu chegar com perigo logo aos cinco minutos. O atacante Aboubakar recebeu livre na área e finalizou perto do gol, mas para fora. O Brasil respondeu rapidamente, uma vez com Martinelli e outra com Antony, mas ambos pararam em Epassy.

Na sequência, Alex Telles sentiu lesão no joelho direito e precisou ser substituído. O outro lateral-esquerdo da seleção é Alex Sandro, que também está lesionado, então Tite colocou Marquinhos. Na mesma leva de alterações, o comandante brasileiro colocou Bruno Guimarães e Everton Ribeiro e, posteriormente, Pedro. Fred, Rodrygo e Jesus saíram. Telles chorou demais no banco de reservas.

O Brasil melhorou, mas demorou a criar uma chance efetiva de gol. Em chute de fora da área, Camarões assustou novamente, mas Ederson, seguro, agarrou. Depois de muito rondar a área camaronesa, o Brasil foi surpreendido nos acréscimos do segundo tempo. Aos 46 minutos, o atacante Aboubakar recebeu cruzamento certeiro e cabeceou sem chance para Ederson.

O Brasil se lançou novamente ao ataque em busca do gol e teve a oportunidade do empate. Marquinhos ajeitou de peito, dentro da área, para Bruno Guimarães, mas o volante finalizou por cima do gol. Um gol da Suíça mandaria o Brasil para a segunda colocação do grupo, mas isso não aconteceu. Brasil garantido na primeira posição.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Acre 01

Suíça vence Sérvia em jogaço e encara Portugal nas oitavas da Copa; veja os melhores momentos

Publicado

em

Por

A fase classificatória da Copa do Mundo de 2022 foi fechada com um verdadeiro jogaço no estádio 974. Adversários diretos por vaga no Grupo G, Suíça e Sérvia protagonizaram uma grande partida, vencida pelos suíços por 3 a 2. A seleção suíça marcou na partida com Shaqiri, Embolo e Freuler, enquanto os sérvios balançaram a rede com a dupla Mitrovic e Vlahovic. A Suíça segue viva no Mundial do Catar, e a Sérvia está eliminada da competição.

Garantida nas oitavas de final, a Suíça vai encarar Portugal no início do mata-mata da Copa do Mundo do Catar. O duelo decisivo entre suíços e portugueses será na próxima terça-feira (6), no estádio Lusail. A primeira vaga do Grupo G ficou com a seleção brasileira, que vai enfrentar a Coreia do Sul na próxima segunda (5).

O jogo

Muito movimentado, o primeiro tempo teve quatro bolas na rede. A primeira foi de Shaqiri, para a Suíça, com assistência de Sow. Depois, a Sérvia precisou de pouco tempo para virar o jogo: principais nomes do setor de ataque da equipe, Mitrovic e Vlahovic marcaram rapidamente e deixaram a seleção sérvia em vantagem.

Os suíços não se abateram com a reviravolta e, antes do apito final, o lateral-direito Widmer serviu Embolo na pequena área, e o camisa 7 apenas completou para as redes. No total, a primeira etapa teve cinco finalizações corretas da Suíça e uma a menos da Sérvia. As equipes foram para o intervalo com o placar de 2 a 2.

No segundo tempo, Freuler, logo aos dois minutos, revirou o marcador para o lado suíço – 3 a 2 -, em gol com bonita troca de passes. Novamente atrás do placar, a Sérvia partiu em busca de um novo empate. O que se viu nos minutos seguintes, porém, foi uma seleção suíça consciente nos movimentos em campo para manter a vantagem.

Na reta final, a Sérvia não teve força e criatividade para buscar uma nova reviravolta na partida. Participante consistente das últimas Copas, a seleção suíça demonstrou maturidade para segurar o resultado. Suíça classificada para o mata-mata do Mundial do Catar.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Acre 01

Em 10 anos, trombose venosa levou 942 pessoas à internação em hospitais no Acre

Publicado

em

Mais de 425 mil brasileiros foram internados para tratamento de tromboses venosas entre janeiro de 2012 e maio de 2022. É o que revela levantamento inédito produzido pela Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV). No Acre, desde 2012 já são 942 internações por trombose venosa.

O cálculo aponta que, todos os dias, em média 113 pessoas são internadas na rede pública para tratar o problema. A situação preocupa especialistas, que alertam para os riscos de a doença desencadear quadros clínicos ainda mais graves, como a embolia pulmonar.

O estudo, elaborado a partir de registros oficiais do banco de dados do Ministério da Saúde, evidencia a necessidade de os brasileiros se atentarem aos cuidados diários relacionados à saúde vascular, como alerta o presidente da SBACV, Julio Peclat. “O volume de internações por tromboses venosas, além de ser preocupante do ponto de vista clínico, revela um cenário precário no que se refere às práticas de autocuidado pelos brasileiros, considerando que o problema pode ser evitado com a adesão de medidas simples, como a prática de exercícios físicos e o controle do peso corporal”.

A trombose venosa ocorre quando há a formação de coágulos de sangue dentro das veias, principalmente nos membros inferiores, impedindo o fluxo natural do sistema cardiovascular. Essa condição pode causar manchas arroxeadas ou avermelhadas nos locais afetados, acompanhadas de sensação de desconforto, dor e inchaço.

As principais causas do problema são alterações na coagulação, imobilidade prolongada ou lesão nos vasos sanguíneos. O uso de anticoncepcionais, cigarro e histórico familiar são alguns dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de tromboses venosas.

São Paulo foi o estado que mais contabilizou internações para o tratamento de tromboses venosas, com 118.960 registros no banco de dados do SUS. Em seguida aparecem Minas Gerais (69.164), Paraná (39.426) e Rio Grande do Sul (36.964). Já os estados menos expressivos no número de internações pela doença são o Amapá (194), Roraima (426) e Acre, já citado.

Um ponto que chama atenção é que 61% dos pacientes que chegaram ao hospital para tratamento do problema são do sexo feminino. Já a faixa etária mais expressiva no quadro de internações compreende os pacientes com idades entre 40 e 69 anos, sendo eles os responsáveis por 56% de todos os registros.

Continuar lendo

Acre 01

Após reação negativa, Bolsonaro volta atrás em corte de verba das universidades federais

Publicado

em

O governo de Jair Bolsonaro (PL) recuou dos bloqueios de verba às universidades federais que haviam sido feitos na última segunda-feira, 28. As instituições passaram a ter os recursos disponíveis em seus sistemas às 11h desta quinta-feira, 1.

A informação é do jornal Estadão, que apurou que os reitores, no entanto, temem que o dinheiro possa ser bloqueado novamente e correm para empenhá-lo. Ainda não há informações sobre a razão para o desbloqueio.

A medida havia travado cerca de R$ 1,4 bilhão na área da Educação, sendo R$ 344 milhões de universidades. Segundo o Estadão apurou, os reitores, no entanto, temem que o dinheiro possa ser bloqueado novamente e correm para empenhá-lo. Ainda não há informações sobre a razão para o desbloqueio.

No Acre, a Universidade Federal do Acre (Ufac) teve um bloqueio de mais de R$ 5 milhões no orçamento com o novo bloqueio de verbas do Ministério da Educação (MEC). Já o Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Acre (Ifac) teve R$ 1.939.452,91 bloqueados em relação a repasses realizados pelo governo federal.

A associação que reúne reitores das federais (Andifes) afirmou que “seguirá atenta aos riscos de novos cortes e bloqueios e manterá o diálogo com todos os atores necessários, no Congresso Nacional, governo, sociedade civil e com a equipe de transição do governo eleito para a construção de orçamento e políticas necessárias para a manutenção e o justo financiamento do ensino superior público.”

Na semana passada, a Andifes havia afirmado que o corte inviabilizava “as finanças de todas as instituições” e reclamado do bloqueio de dinheiro durante o jogo da seleção brasileira contra Suíça pela Copa do Mundo. A associação afirma que ainda aguarda o desbloqueio de R$ 438 milhões do orçamento das universidades feito em junho pelo governo Bolsonaro. E que esses recursos são “fundamentais para fechar o ano”.

Muitas universidades têm atrasado contas de luz e dizem que não tem como manter os serviços, bolsas e até pagamentos de salários com os cortes sucessivos promovidos pelo governo atual.

Na terça-feira, 29, o MEC havia informado, em nota, que havia recebido a notificação do Ministério da Economia a respeito dos bloqueios orçamentários realizados. “É importante destacar que o MEC mantém a comunicação aberta com todos e mantém as tratativas junto ao Ministério da Economia e à Casa Civil para avaliar alternativas e buscar soluções para enfrentar a situação”, apontou a pasta.

Já o Ministério da Economia, no mesmo dia, afirmou que foi indicada no relatório de receitas e despesas do quinto bimestre uma “necessidade de bloqueio de R$ 5,67 bilhões para cumprimento do teto de gastos, em virtude do aumento da projeção de despesas obrigatórias”.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.