Conecte-se agora

Representantes de distribuidoras bloqueiam a BR-364 em Cruzeiro

Publicado

em

Representantes de distribuidoras resolveram bloquear na manhã desta quinta-feira, 14, a BR-364, na cabeceira da ponte, em Cruzeiro do Sul. O protesto ocorre devido a uma portaria do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. (DNIT) que limita o transporte de carga de 25 para 18 toneladas.

De acordo com o manifestantes, antes da portaria, uma carreta conseguia transportar até 500 botijas de gás, mas desde que o DNIT chancelou a portaria, apenas 300 estão sendo transportadas e isso vem acarretando uma série de prejuízos financeiras, devido ser necessário a realização de mais um frete para completar a carga total.

“Estamos sendo lesados. Do jeito que a situação está, teremos que passar o prejuízo para o consumidor. Atualmente a botija de gás é revendida a R$ 68,00 em Cruzeiro do Sul, com isso ela poderá passar para R$ 80”, disse um dos manifestantes.

 

Anúncios

Acre 01

Empresário Marcello Moura diz que “toque de recolher” é uma medida necessária

Publicado

em

Presidente da Acisa diz que momento é de cautela para evitar prejuízos ao comércio e o colapso do sistema de Saúde

O presidente da Associação Comercial (Acisa), Marcello Moura considera necessária a medida anunciada pelo governador Gladson Cameli, na manhã desta sexta-feira, 22, sobre o início do “toque de recolher” das 22h às 6h.

Para Marcello Moura, com o avanço dos casos e das mortes, é preciso que medidas sejam tomadas, para evitar o colapso do sistema de Saúde.

“É uma medida que, no primeiro momento, parece ser ruim para alguns setores do comércio, mas quando levamos em consideração o aumentos dos casos de Covid-19, percebemos que o momento é de medidas que possam contribuir para diminuir o contágio. Nós acreditamos que, todos unidos, logo estaremos retornando à normalidade”, afirmou.

Afirmando que o momento é de união de todas as entidades e o Poder Público, para evitar um colapso do Sistema de Saúde, Marcello Moura lembra que é preciso agir agora, para evitar mais prejuízos ao comércio.

“Já temos o início da vacinação. Mas tudo está apenas começando. Precisamos nos unir e buscar alternativas para evitar prejuízos aos comerciantes e a nossa economia. Com a colaboração de todos, tenho certeza que em breve estaremos com nosso comércio funcionando dentro da normalidade”, disse.

Continuar lendo

Acre 01

Sargento bolsonarista diz que vai praticar tiro ao alvo na cabeça de “esquerdopatas” do Acre

Publicado

em

O acreano Marcos Pires, sargento aposentado do Exército Brasileiro, usou as redes sociais para ameaçar os acreanos que irão participar neste sábado, 23, de um protesto a favor do impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), nas proximidades da Uninorte, marcado para às 15 horas.

A ameaça foi feita em uma publicação na página do ac24horas, que informava o local e a data do protesto. Marcos Pires acabou virando notícia ao ameaçar que iria praticar “sua mira na cabeça de manifestantes”.

“Vou praticar tiro ao alvo em movimento na cabeça de esquerdopatas”, escreveu.

Nas redes, Marcos Pires compartilha materiais de apoio ao uso da hidroxicloroquina em casos da Covid-19, na qual ainda não existe evidência comprovada para o tratamento da doença e demonstra ser um grande fã e apoiador do presidente Jair Bolsonaro.

Ao ac24horas, a assessoria do 4º Bis informou que só iria se manifestar via e-mail ou ofício. O ac24horas tentou contato com Marcos Pires pela mesma rede social, porém não conseguimos um posicionamento acerca de suas declarações nas redes sociais. O espaço está aberto, caso queira expor sua versão dos fatos.

Continuar lendo

Cotidiano

Em fase vermelha, Brasiléia adota medidas para conter avanço de casos de Covid-19

Publicado

em

A Prefeitura de Brasiléia e a Secretaria Municipal de Saúde tem buscado soluções para tentar conter o avanço do novo coronavírus, o número de casos, internações e mortes pela doença que nos últimos dias ligou o alerta em todo o Acre, fazendo com que a regional do Alto Acre regredisse para a faixa vermelha. 

A mudança de faixa foi anunciada em uma coletiva pelo governador Gladson Cameli na sexta-feira, 22, segundo os dados do Comitê Especial de Acompanhamento da pandemia no estado. 

Na fase vermelha, o município de Brasiléia terá que seguir as medidas cautelares e preventivas, conforme publicada no Diário Oficial do Acre na próxima segunda-feira (25), para evitar a proliferação do vírus, protegendo e salvando a vida dos munícipes, permitindo apenas o funcionamento das atividades essenciais. 

Entre as ações de contenção e combate ao coronavírus a equipe da Vigilância em Saúde estará realizando uma blitz de conscientização na cidade, verificando se os estabelecimentos estão seguindo os protocolos de saúde e segurança no trabalho conforme a Organização Mundial de Saúde.

Durante a entrevista para à rádio CBN de Rio Banco, o secretário municipal de Saúde, Joãozinho Melo, destacou que o sistema de saúde e o Hospital Regional do Alto Acre estão com uma grande demanda de casos.

“Tudo que for necessário para diminuir o alto índice de contaminação nós iremos fazer. Tenho certeza que todos os municípios da regional vão fazer sua parte também para conter a pandemia, é muito importante que a população tenha consciência e faça a sua parte, essa não é apenas uma responsabilidade do poder público e sim de cada cidadão”, afirmou.

O Secretário de saúde alertou ainda para a importância do uso de máscara em todos locais de acesso público que é obrigatório, o respeito ao distanciamento entre as pessoas, lavar as mãos, usar álcool em gel e evitar aglomerações.

Continuar lendo

Destaque 3

Academias podem voltar a fechar após inconstitucionalidade apontada pelo MPAC

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) ingressou com Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) à Lei Municipal de Rio Branco n. 2.373, de 05 de novembro de 2020, que estabeleceu a prática de atividade física e exercício físico, orientados por profissionais da área da Educação Física como essenciais em tempos de crises ocasionadas por pandemias ou endemias.

O órgão afirma não tem o objetivo de determinar o fechamento de academias de ginástica, estabelecimentos afins ou espaços públicos destinados às práticas de exercício físico, mas dar fiel cumprimento à Constituição Federal e à Constituição do Estado do Acre, além da legislação em vigor, que estabelecem que tal matéria é afeta exclusivamente ao Poder Executivo, e mesmo assim, nos termos da jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF), observando critérios técnicos, científicos e a orientação das autoridades de saúde pública, no caso específico de cada situação.

“Não podendo ser estabelecido de forma aleatória, sem qualquer fundamentação ou critério, principalmente, através de lei de iniciativa parlamentar, como ocorreu”, acrescenta o procurador-geral adjunto Sammy Barbosa Lopes.

O objetivo é proteger a sociedade no período atual de pandemia de Covid-19. “E, ao mesmo tempo, cumprir as orientações técnicas, científicas e das autoridades de saúde pública, conforme determina o STF em diversos julgados recentes. Mas, sobretudo, visa efetivar direitos fundamentais assegurados expressamente no texto da Constituição Federal, tais como o direito à vida e o direito à saúde”, ressalta.

Fonte: Ascom/MPAC

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas