Conecte-se agora

A substância do caos

Publicado

em

O mundo está pra lá de caótico. Os otimistas dizem que isso não é de todo ruim. Na versão destes é do caos que tudo ganha forma. O próprio universo, ainda na versão dos otimistas, só se organizou do jeito que nós conhecemos depois de um estado de absoluta e total esculhambação. Do caos é que veio o Big Bang e a ordem!

A turma do lado dos pessimistas, entretanto, garante que nunca, em tempo algum, houve um caos tão, digamos, substancial como o que estamos vivendo nos dias que correm. Quando se pensa que tudo já foi visto e que o fundo do poço já chegou, dizem os pessimistas, eis que alguma coisa acontece para provar o contrário.

Veja-se, a propósito desse estado de coisas relativas ao “cada vez pior”, em se tratando do conjunto do planeta, a questão dos imigrantes que atualmente invadem a Europa. Todos os dias, nas mais diversas mídias, a gente vê milhares de pessoas abandonando o seu lugar de origem, praticamente apenas com a roupa do corpo. Para piorar, raros são os países que acolhem essa gente. E os números só aumentam.

Abandonar o seu lugar de origem e botar o pé na estrada só vale a pena quando o protagonista da aventura o faz por vontade própria. Experimentar caminhos, cheiros e sabores novos é um raro prazer, sim, mas desde que de maneira voluntária, fruindo e usufruindo o ambiente ao redor. Na marra, expulso de casa pela insânia de lutas fratricidas, não dá. Que o digam os inúmeros corpos estendidos à beira dos caminhos!

Deixando o conjunto do planeta de fora e voltando-se aqui para mais perto da gente, latinos cada vez mais sem dinheiro no bolso (como naquela antiga canção do Belchior), eis que, para botar mais uns ingredientes na “desgraceira” geral, um terremoto de grande magnitude deu um susto enorme nos chilenos, na noite de quarta-feira. No balanço geral, lustres, edifícios e até quadris em desabalada carreira!

A natureza em convulsão deu uma sacudida nas placas tectônicas ali do Oceano Pacífico com tanta convicção que até a Cordilheira dos Andes tremeu de medo. O negócio foi tão feio que ricocheteou na famosa Av. Paulista, terra da garoa e dos reservatórios de água vazios, milhares de quilômetros distante do epicentro do sismo.

Claro, não precisa achar que eu estou esquecendo alguma coisa, caríssimo leitor… Um susto desses de um terremoto que dura alguns segundos não é nada diante da ameaça dos mandarins da república das bananas de levar as nossas calças nos próximos dias. E quando digo as calças, não estou usando de nenhuma figura de retórica não. Depois da CPMF, os sujeitos vão exigir as nossas calças sim senhor!

Imigrantes correndo para lugares incertos e não sabidos… Terremotos tirando o chão dos pés distraídos… Políticos incompetentes ameaçando bater as nossas carteiras… E, não obstante tanta confusão, como se tudo isso não bastasse, o Fluminense ainda leva de 4 a 1, em casa, com o Fred mandando um pênalti para fora!

 

Anúncios

Cotidiano

Galvez goleia São Francisco e Atlético bate Humaitá em rodada do campeonato acreano

Publicado

em

Uma pena o público ainda não ter permissão para voltar a assistir aos jogos de futebol. Na noite desta terça-feira, 25, foi daqueles momentos que o torcedor ama está na arquibancada com muita bola na rede.

Na primeira partida pelo returno do Campeonato Acreano na Arena Acreana, o Galvez, campeão do 1º turno, se recuperou do jeito da melhor forma possível da derrota para Plácido na reestreia da competição. Quem pagou o pato foi o São Francisco. Mostrando o porque é um dos candidatos ao título deste ano, o Imperador goleou o time católico por 7 a 0. O destaque foi Felipe que marcou três vezes. Os outros gols foram anotados por Daniego (2), Índio e Adriano.

Com a vitória, o Galvez vai à liderança do grupo B, com 3 pontos.

Já na partida de fundo, também não teve economia nas bolas na rede. O Atlético Acreano conquistou sua segunda vitória e mantém 100% de aproveitamento no segundo turno. A vitória foi em cima do Humaitá por 3 a 1. Todos os gols da partida foram marcados no segundo tempo. Marcos Vinicíus foi o artilheiro do Galo com 2 gols. Brenner também marcou. O gol da equipe de Porto Acre foi de Vinicíus.

Ao contrário do Atlético, o Humaitá não tem nenhum ponto neste segundo turno. Jogou duas e perdeu as duas.

A bola volta a rolar pelo campeonato acreano nesta quarta-feira, 26, com mais dois jogos também na Arena Acreana. Às 5 da tarde entram em campo Vasco e Rio Branco para um clássico de muita história. A partida de fundo será o duelo do interior, disputa entre Náuas e Plácido de Castro.

Continuar lendo

Cotidiano

Atlético e Galvez se classificam e estão na final do 1º turno do Campeonato Acreano

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

Foi com muito mais bem dificuldade do que suas torcidas esperavam, mas Atlético Acreano e Galvez passaram pelas semifinais, confirmaram o favoritismo e vão decidir o primeiro turno do Campeonato Acreano 2020.

Atlético e Humaitá fizeram a primeira semifinal na Arena Acreana. O time de Porto Acre endureceu o jogo contra o atual campeão acreano e apenas aos 28 minutos do segundo tempo, o Galo saiu na frente após gol do zagueiro Douglas. A certeza da classificação só veio aos 43 minutos, quando Ciel marcou seu sexto gol no campeonato, garantiu o Atlético na final e reassumiu de forma isolada a artilharia da competição.

Na outra semifinal, Galvez e Plácido de Castro fizeram outro jogo duro, tanto que a vaga só foi decidida nos pênaltis.

Durante os 90 minutos, empate em 1 a 1 e muita emoção. O representante do interior abriu o placar com Marlon aos 2 minutos da segunda etapa. Quando já se pensava que o time de Plácido de Castro iria se classificar, aos 45 minutos vem o empate salvador do Imperador pelos pés de Adriano.

FOTO: SÉRGIO VALE

Com a igualdade no placar, decisão nas cobranças de pênalti. No momento decisivo, apareceu o talento do goleiro atleticano Miller que defendeu a terceira cobrança de Plácido e garantiu a classificação do Imperador que foi preciso e acertou todas as penalidades.

A decisão do primeiro turno do Campeonato Acreano acontece no próximo domingo, às 4 da tarde no estádio Florestão.

Fotos: Sérgio Vale

Continuar lendo

Cidades

Xapuri e Independência FC fazem parceria para a disputa do Acreano 2020

Publicado

em

O futebol xapuriense voltará à 1ª divisão do Campeonato Acreano depois de três anos da última participação da Amax – Associação de Militares e Amigos de Xapuri, que manteve durante alguns anos uma equipe na disputa da competição profissional.

A iniciativa se dará por meio de uma medida inédita. Sem a intenção de disputar o certame em 2020, o Independência Futebol Clube vai emprestar a camisa para uma equipe formada por jogadores de Xapuri, com o apoio da prefeitura do município.

A parceria foi apresentada a atletas e pessoas ligadas ao futebol na cidade em uma reunião realizada na noite desta terça-feira, 14, na sede da Fundação Municipal de Cultura e Desportos, localizada nas dependências do estádio municipal Álvaro Felício Abraão.

Participaram do encontro o presidente do clube da capital, José Eugênio de Leão Braga, conhecido como Macapá, o treinador Illimani Suarez, o prefeito Ubiracy Vasconcelos, presidentes dos times de futebol locais e atletas interessados no projeto.

Na reunião, foram explicados os termos da parceria e as exigências da CBF para a inscrição de jogadores no profissionalismo. Illimani Suarez, que não treinará a equipe que disputará o campeonato, afirmou que a parceria representa uma oportunidade para os atletas do município que tem uma bela história no futebol amador.

“Daqui saíram muitos nomes para o futebol acreano e a cidade continua a ser um celeiro de bons jogadores. Valorizando-se essa prata da casa e trazendo alguns nomes de fora, caso necessário, é possível sonhar com o campeonato ou o vice-campeonato que garantem duas vagas para a Copa do Brasil e Série D”, disse.

O Independência entrará apenas como o nome e a camisa, ficando por conta da prefeitura todos os encargos da participação da equipe no campeonato deste ano. O presidente Macapá disse que o objetivo é manter o Independência vivo e disputar o campeonato de igual para igual com as outras equipes.

“Nós temos um compromisso com antigos companheiros, sócios do clube, já falecidos, de não deixar o Independência morrer. E nós não queremos disputar o campeonato simplesmente por disputar, para fazer artilheiros para os adversários, queremos disputar de igual para igual, buscando a classificação para as competições de nível nacional”, afirmou.

O prefeito Ubiracy Vasconcelos considera que a parceria é uma realização possível e que tem o objetivo de proporcionar um horizonte para os atletas do município. Segundo ele, os gastos estão dentro da realidade e têm um retorno garantido, do ponto de vista do investimento no sonho de muitos jovens xapurienses em ser jogadores de futebol.

Uma comissão técnica será formada para definir o grupo de jogadores que vai representar o “Independência xapuriense” na competição acreana. Toda a parte burocrática junto à CBF ficará por conta da direção do tricolor acreano.

Campeonato Acreano

O Campeonato Acreano de 2020 será disputado por 10 equipes. No grupo A estão Atlético Acreano, Rio Branco, Plácido de Castro, Andirá e São Francisco. Na chave B estão Galvez, Independência, Vasco, Humaitá e Náuas.

O jogo de abertura do estadual deste ano será entre Atlético Acreano, atual campeão, e o São Francisco, a partir das 15h do próximo dia 2 de fevereiro. No mesmo dia, o Galvez enfrenta o Náuas, às 17h.

A sequência da primeira rodada ocorrerá no dia 6 (quinta-feira), na Arena Acreana, com Rio Branco x Andirá (17h30) e Independência x Humaitá (19h30).

De acordo com o regulamento deste ano, no primeiro turno as equipes do grupo A enfrentam as do grupo B, classificando-se os dois melhores de cada chave para as fases semifinal e final.

No returno, os times jogam dentro dos próprios grupos, mas os dois clubes com as piores campanhas no primeiro turno ficam fora da disputa, restando apenas oito times na competição.

Na decisão deste ano, haverá saldo de gols como critério, ao contrário do que aconteceu na temporada passada.

Continuar lendo

Cotidiano

Weverton diz que torcida palmeirense cresceu muito no Acre com sua chegada

Publicado

em

O goleiro acreano Weverton disse neste sábado (26) ao Fox Sports que depois que começou a jogar no Palmeiras a torcida do clube paulista cresceu muito no Acre.

“Com certeza hoje as pessoas torcem muito mais para o Palmeiras no Acre. É uma região que tem muito palmeirense. Independente de time e de outras equipes, mas a torcida de lá é maior por eu representar também”, disse o goleiro.

Contratado no final de 2017, Weverton conquistou a titularidade em pouco mais de quatro meses no time paulista e o primeiro título logo em 2018. Sob o comando de Luiz Felipe Scolari, o arqueiro foi o titular absoluto na campanha do Campeonato Brasileiro.

Mesmo com um vasto leque de partidas com a camisa do Palmeiras, um jogo em especial não sai da cabeça de Weverton. Justamente o confronto do título, no Rio de Janeiro. “A vitória mais emocionante foi a partida contra o Vasco, quando fomos campeões e pude comemorar meu primeiro título com a camisa do Palmeiras”. Na tarde de 25 de novembro de 2018, o triunfo por 1 a 0 com um gol de Deyverson, deu o 10° título brasileiro ao Verdão.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas