Menu

Missionária e Dr, Rey brigam pelo nada no reino de coisa alguma

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Cômica, idiota, sob todos os aspectos esta briga da ex-deputada federal Antonia Lúcia (PSC) com o Dr. Rey pelo comando do PEN, no Acre, porque estão brigando por nada. É como se brigar por um terreno na lua. O PEN teve peso quando tinha seis deputados, hoje não tem nenhum, virou um partideco de aluguel. E com a nova legislação, em que partidos nanicos para ter tempo na televisão terão de ter dez deputados federais, e que não adianta coligarem para tentar negociar o espaço no horário eleitoral. E se coligarem, a contagem dos votos se dará pelo partido e não mais pela coligação. A briga virou piada nas rodas políticas. Ficou tão ridícula que ambos acabaram conversando e fazendo as pazes e afinaram ficar na oposição.


Sessão purgante
Como acontecem todas as quintas-feiras na Assembléia Legislativa, ontem teve mais uma sessão purgante. Nada contra a homenagem aos administradores, mas tudo contra que se faça num dia destinado aos debates. Sessão solene não passa de uma massagem inútil de egos.


Ou não concluirá este ano
O governador Tião Viana precisa urgente buscar mais recursos para a conclusão do Hospital de Brasiléia, os 2,5 milhões anunciados só darão para pagar as pendências com o construtor. Foi uma informação privilegiada que chegou à coluna.  A obra é de fundamental importância para a região do Alto Acre e não pode retardar.


Ainda não caiu na real
O mundo financeiro desabando com o rebaixamento de crédito do Brasil e prevendo dias piores, vem o presidente Lula dizer que isso não é nada. Ainda não caiu na realidade que o governo Dilma afundou é que estamos numa recessão e sem uma luz no fim do túnel.


Muito dura
A Nota da FIRJAN e FIESP, as mais representativas das empresas brasileiras, divulgada ontem se dizendo “perplexas” com a inação do governo, mostra bem o grau da crise econômica.


Bola da vez
A bola da vez para uma renovação em massa é a Câmara Municipal de Rio Branco. Não que seja a pior das legislações, mas porque seus vereadores são mal divulgados e para a opinião pública fica a imagem de que não estão fazendo nada. E o eleitor não costuma perdoar isso.


Do pescoço para baixo é canela
O presidente do PSDB, deputado federal Werles Rocha, diz que a relação com o prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (PMDB), agora será na base do pescoço para baixo é canela. Acusa Vagner de estar oferecendo vantagens para membros do PSDB se filiar no PMDB.


Enfrentamento sem medo
Rocha citou o episódio de um filiado do PSDB que trabalha na prefeitura e lhe foi dado o prazo de 48 horas para se filiar no PMDB ou seria demitido. “O Vagner está enganado se pensa que fujo do confronto, a candidatura do Henrique Afonso a prefeito será mantida”, avisou.


Devassa no SINTESAC
Incentivada pelo deputado Raimundinho da Saúde (PTN) a nova direção do SINTESAC vai fazer uma devassa fiscal nas contas do ex-presidente Antonio Daniel, com previsão de capítulos nebulosos. A ser verdade o que a chapa vencedora tem dito existe coisa do arco da velha.


Um erro o confronto
O ex-presidente Antonio Daniel cometeu um erro grosseiro ao tentar se manter no cargo por meio de manobras, mesmo perdendo. Foi para o confronto e agora terá sérios problemas.


Prejuízo político certo
O Ministro Joaquim Levy deu ontem na sua fala a indicação que vem mais impostos, ao pedir a ajuda das famílias e empresários, o que significará aumentar o prejuízo político do PT. Tudo terá reflexo negativo para os gestores petistas que disputarão a reeleição em 2018.


Olhos espichados
Os adversários do prefeito de Senador Guiomard, James Gomes, estão de olhos espichados para o seu julgamento por acusação de atos de improbidade administrativa, em pauta para ser apreciado. Não é uma coisa simples e nem ponto faturado como avaliam os aliados do James.


Tremenda de uma bobagem
O deputado federal Léo Brito (PT) está em Brasília, onde faz um bom trabalho, então cessem as bobagens infantis de querer lhe vincular ao ato de aloprados do PT que bagunçaram com a manifestação dos professores no 7 de Setembro. A sua participação nesta patuscada é zero.


Parem de viajar na maionese
É viajar na maionese ficar imaginando que o PT cederia uma das duas indicações para a disputa do Senado em 2018 para o Dr. Rey, é mais fácil até lá desabar uma tempestade de neve no Acre.


Se suportam de público
Um amigo do PT me relatou ontem que o governador Tião Viana e o deputado federal Sibá Machado (PT) se suportam de público, mas no varejo interno do partido é cada um para o seu lado. Estão afastados desde a última eleição para a presidência da direção regional do PT.


A crise é braba, não lhe contaram?
O deputado Jenilson Lopes (PCdoB) pediu ontem as recuperações da Delegacia de Polícia do Jordão e do ginásio esportivo de Tarauacá. Tirar dinheiro de onde, Jenilson, com o governo vendendo o almoço e a janta para pagar os servidores estaduais em dias?.


Golpe na picaretagem
O MP foi célere e já pediu à PF que investigue e feche a picaretagem da pirâmide Millenium, que aplica no Acre o golpe do enriquecimento fácil. O golpe já tomou grandes proporções.


Não fará nada, Nicolau!
O deputado Nicolau Junior (PP) diz que a nova direção da SUDAM fará muito pelo Acre. Não fará nada, Nicolau, se o órgão não tinha um centavo, com a crise continuará sem nada.


Pau no lombo do PMDB
Vem agora pau no lombo do PMDB na Lava-Jato, com o fechamento da delação premiada decidida ontem pelo operador peemedebista Fernando Baiano. PT, PMDB e PP são os partidos que sairão deste processo com grande parte dos seus políticos encalacrados.


Nos seus devidos lugares
O PEN hoje não é nada. Mas não fosse ele abrigar seis deputados Tião Viana não teria governabilidade no pior momento da imagem do seu governo, o caso G-7. Teve graças ao PEN. Se o PT não entendeu isso e decidiu derrotar todos os seus deputados é outra história.


E ele assumiu?
Leio que não conseguiram cassar o mandato do prefeito de Capixaba, o Vareda, que se beneficiou de sua maioria na Câmara Municipal. Uma pergunta: quando foi que o Vareda assumiu a prefeitura de Capixaba? É tão vazio de ações que a impressão é que não assumiu.


Vai pegar os prefeitos
Este pedido de investigação sobre a aplicação de verbas federais pelo INCRA na zona rural vai pegar os prefeitos no âmago. Quem executa estas obras são as prefeituras através de convênios.


Leila, a gulosa
A deputada Leila Galvão (PT) indicou todos os cargos de confiança do governo no Alto Acre. Indicou a vereadora Fernanda Hassem (PT) candidata a prefeita de Brasiléia e agora quer indicar um afilhado para ser o vice. É uma gulosa. Vai querer ser a prefeita de fato?


O pior que pode acontecer
Vereadora Fernanda Hassem (PT) a pior imagem que um candidato majoritário pode passar para o eleitorado é que se ganhar será um mero pau mandado no comando do cargo. Já vi muito candidato majoritário derrotado por isso.


Praticamente aprovado
Está praticamente aprovado pelo STF que quem portar pequena quantidade de drogas não pode ser criminalizado. Os três ministro que já opinaram votaram a favor e a tendência é que os outros sigam neste caminho. O julgamento foi suspenso ontem com o placar.


Melhor medida
A proposta da vereadora Roselane Jardim (PRP) para que a pista de caminhada do Horto Florestal seja fechada até que seja garantida a segurança dos freqüentadores é a melhor do momento. Não se pode ficar assistindo e registrando um assalto atrás do outro.


Torneira fechada
Com as novas medidas de cortes anunciadas pelo governo federal o governo e prefeituras esqueçam receber algum extra neste momento de crise grave e de recessão.


Foi só uma arrancada
Aquela movimentação toda de obras em Epitaciolândia foi só para inglês ver. O poço da prefeitura secou e o prefeito André Hassem (PSDB) praticamente não move uma palha na cidade. E para complicar terá uma eleição difícil no próximo ano.


Rolando lero
O ex-deputado federal Sérgio Barros (PSDB) ficou famoso pelos longos discursos, sem começo, meio e fim, daqueles de torrar a paciência de quem escutava. Em um comício em Rodrigues Alves, já com mais de 30 minutos de oratória, o deputado João Correia (PMDB) vira-se para o senador Nabor Junior (PMDB) e comenta: “é o próprio Rolando Lero”. Um cidadão que estava próximo ouviu e entrou na conversa: “é pior do que cantiga de grilo, quando começa não quer parar”. E o Sérgio continuou a falar por mais 1 hora, para desespero da comitiva do MDA.


 


 


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.