Conecte-se agora

O povo na rua!

Publicado

em

gente_capa_01

A chuva não atrapalhou a manifestação do movimento “Fora Dilma” no Acre. Em Rio Branco mais de cinco mil pessoas, segundo a Polícia Militar,  foram às ruas centrais da capital acreana neste domingo em protesto contra a corrupção e o governo do PT.

Vestidos de verde e amarelo, com a cara pintada, apitos na boca, nariz de palhaço, panelas na mão e faixas de protesto, os manifestantes gritaram “fora Dilma, fora Tião e fora PT!”, por onde passaram no centro de Rio Branco. A caminhada começou por volta das 15h20 saindo da frente do Palácio Rio Branco e terminou às 17h.

LEIA MAIS:
Sebastião Viana sai em defesa de Dilma e do PT
O purismo do PT, que não é mais o partido dos pobres
 Video: Manifestantes cantam Hino Nacional em Rio Branco
Confira as fotos da manifestação “Fora Dilma” em Rio Branco

No trajeto os manifestantes passaram pela sede da prefeitura de Rio Branco, depois em frente ao prédio do Ministério Público e na  Casa Rosada, sede oficial do governo do Estado. A concentração final ocorreu no Palácio, onde os manifestantes entoaram o hino nacional.

GENTE_02De cima de um carro de som, organizadores do evento e anônimos proferiram discursos inflamados contra a corrupção e o governo da presidente Dilma Rousseff. O governador do Acre, Sebastião Viana também foi citado várias vezes pelos manifestantes.

“Não tem ninguém pago aqui. Ninguém aqui recebeu 35 reias para estar aqui. Estamos aqui porque queremos mudança. Chega de tanta corrupção!”, disse o professor Breno Carrillo, principal articulador do “Fora Dilma” no Acre.

No momento em que os manifestantes protestavam em frente à Casa Rosada, gabinete do governador do Acre, o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, Adriano Marques, desafiou Sebastião Viana a “vir para o protesto”.

Pessoas de todas as idades, profissões e classe sociais participaram da manifestação. A Ordem dos Advogados do Brasil no Acre esteve presente através de suas comissões.  Entre os advogados estavam o presidente da Ordem no Acre, Marcos Vinicius Jardim, além dos advogados Sanderson Moura, Ednei Muniz e Roberto Duarte.

Pro_10

“Já é o maior movimento da história desde as Diretas Já!”, disse Sanderson Moura.

Famílias inteiras caminharam pelas ruas. Ao lado da esposa e de dois filhos, o micro-empresário José Luiz Augusto disse foi à “manifestação porque está cansado dos preços dos produtos como a gasolina e juros absurdos”, disse.

O pastor Jesus, da Igreja O Brasil Para Cristo, lamentou a ausência dos líderes espirituais e disse que a igreja brasileira tem importância fundamental na mudança social e política do país.

Nenhuma ocorrência foi registrada pela Polícia Militar durante a manifestação.

GENTE_04

 

Destaque 2

MPAC ingressa com ação para suspender repasse de R$ 7,9 milhões à empresa Ricco Transportes

Publicado

em

Na noite desta sexta-feira, 1º, o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por intermédio da 2ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Patrimônio Público, Fiscalização das Fundações e Entidades de Interesse Social, ingressou com uma ação de pedido de tutela satisfativa antecedente para suspender o repasse de R$ 7,9 milhões pela Prefeitura de Rio Branco à empresa Ricco Transportes.

O Projeto de Lei Complementar que cria o subsídio foi aprovado pela Câmara de Vereadores na quinta-feira, 30.

Além do repasse inicial, a matéria apreciada pelos parlamentares também prevê renovação automática de nova transferência no mês de novembro.

O MPAC investiga possíveis irregularidades na contratação emergencial da empresa para prestação de serviços de transporte coletivo urbano na Capital.

Segundo a promotora Laura Cristina Miranda, a investigação busca saber de que forma foi conduzido o Processo de Contratação Emergencial para transporte coletivo urbano, que culminou na contratação pública da empresa Ricco Transportes e Turismo Ltda, no âmbito da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (RBTRANS).

O Relatório de Análise Técnica n. 101/2022, elaborado pelo Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro – LAB-LD, do MPAC, aponta a existência de violação aos ordenamentos da Lei de Concessões n. 8.987/95 e aos princípios da competitividade, impessoalidade e igualdade na escolha da Ricco.

Veja a ação aqui:

Petição
Continuar lendo

Destaque 2

Acre registra mais 300 casos de Covid-19 nesta sexta

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), informa que foram registrados 300 casos de coronavírus nesta sexta-feira, 1° de julho. O número de infectados é de 126.495 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 332.227 notificações de contaminação pela doença, sendo que 205.708 casos foram descartados e 24 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen). Pelo menos 123.159 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 2 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Nenhum óbito foi notificado nesta sexta-feira, 1° de julho, fazendo com que o número oficial de mortes por covid-19 permaneça em 2.004 em todo o estado.

Continuar lendo

Destaque 2

Casos de Covid-19 aumentam quase 3 vezes no Acre e força retomada de restrições

Publicado

em

A média móvel de casos de Covid-19 no Acre subiu drasticamente neste mês de junho, confirmando que o Estado vive a 4ª onda da doença.

No dia 1º de junho, a média móvel dos últimas 14 dias era de 9,86 casos e no dia 25/6 saltou para 24 casos/últimos 14 dias. Os dados são dos painéis do Ministério da Saúde e mostram que quase triplicou a média.

Para se ter uma ideia do crescimento, o relatório do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) mostra que de 12 a 18 de junho foram registrados 76 casos e de 19 a 25/6 foram 249 novos casos no Acre.

Apesar desse recrudescimento, as internações são as menores desde o início da pandemia e há meses não há registro de mortes decorrentes do novo coronavírus -tudo por conta da vacina, que deve ser tomada e reforçada para praticamente todas as faixas etárias.

Mas o quadro é preocupante. Há confirmação de fechamento de escolas em Rio Branco e até no interior por causa da nova onda. O Instituto Federal de Educação retomou aulas remotas após 20 profissionais testarem positivo em Rio Branco. O ensino presencial será retomado na próxima segunda-feira, 3 de julho.

O Governo do Acre voltou a alertar para cuidados sanitários, reforçando, por exemplo, que o uso de máscara é obrigatório em hospitais e unidades de saúde. Ainda não se fala em cancelar eventos ou retomar medidas mais restritivas.

Continuar lendo

Destaque 2

Câmara aprova subsídio de Bocalom de quase R$ 8 milhões a empresa Ricco Transporte

Publicado

em

Foi aprovado na noite desta quinta-feira, 30, em sessão extraordinária na Câmara Municipal de Rio Branco, um Projeto de Lei Complementar do Poder Executivo que concede subsídio de quase R$ 8 milhões para a empresa Rico Transporte. O PL obteve 11 votos favoráveis e 4 contrários – sendo os vereadores Emerson Jarude, Fabio Araujo, Hildegard Pascoal e Michele Melo.

Antes de ser aprovada no plenário da Casa Legislativa, a matéria acabou sendo apreciada com parecer jurídico da Procuradoria da Câmara. No entanto, desde que chegou no parlamento, o PLC foi alvo de uma série de manifestações – tanto contrárias como favoráveis. Os vereadores Adailton Cruz (PSB) e Lene Petecão (PSD) defenderam a proposta em prol da população.

Já os vereadores Emerson Jarude (MDB) e Michelle Melo (PDT) foram contra a proposta de subsídio. Segundo eles, o PLC só beneficia a empresa Ricco Transporte.

Além do subsídio, os vereadores aprovaram também, o projeto de lei que reajusta o plano de carreira dos servidores do Poder Legislativo. O presidente da Câmara, vereador N Lima (Progressistas) declarou que o salário dos servidores estava defasado há 10 anos. A matéria, em sua integralidade, foi aprovada por unanimidade.

O que diz o PLC

O texto da proposta aponta que o aporte financeiro visa garantir a permanência da empresa operando o sistema coletivo na capital. O montante total é de R$ 7,9 milhões. O PL dispõe sobre a manutenção da tarifa no valor de R$ 3,50 (três e cinquenta centavos), em todos os veículos que operam no Sistema Integrado de Transporte Urbano de Rio Branco – SITURB e Terminais Urbanos, dispõe ainda, sobre a subsídio no valor de R$ 1,45 (um real e quarenta e cinco centavos), por cada passageiro transportado no SITURB.

O texto afirma que pelos próximos 5 meses será de um repasse superior a R$ 1,5 milhões a Ricco – com um total de 2 milhões de passagens em Rio Branco.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!