Conecte-se agora

Marina Silva: novo governo Dilma é um grande equívoco

Publicado

em

Candidata derrotada à Presidência da República em 2014, a ex-ministra Marina Silva (PSB) interrompeu nesta quinta-feira (8), suas férias para divulgar um texto com críticas às primeiras medidas do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff (PT). “Os indícios preocupantes que já anunciavam um segundo mandato da presidente Dilma ainda mais divorciado das necessidades reais do Brasil e do povo brasileiro, infelizmente, já estão se confirmando”, escreveu a pessebista. “O discurso de posse, a escolha de alguns ministros, as primeiras medidas tomadas ou anunciadas, tudo transmite contradição, ausência de sentido e a noção de um grande equívoco”, completou.

Assim como o senador Aécio Neves, candidato derrotado do PSDB à Presidência, Marina tem usado as redes sociais como tribuna de oposição. A ex-ministra voltará à ativa no dia 15, quando participará de uma reunião de seu grupo político, a Rede de Sustentabilidade, em Brasília. “Marina não tem muita ansiedade em disputar espaço no cenário nacional, mas ela vai se posicionar”, diz Bazileu Margarido, dirigente da Rede e um dos mais próximos interlocutores da ex-ministra, que disputou duas vezes o Palácio do Planalto – em 2010, pelo PV, e 2014, pelo PSB.

Para evitar a dispersão de sua base de eleitores, Marina pretende fazer uma caravana de viagens pelo Brasil a partir de abril. O objetivo será a formação de diretórios estaduais da Rede. O grupo está na fase final de coleta de assinaturas e espera estar regularizado enquanto partido em abril. Na carta divulgada hoje, Marina também criticou o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante e o ex-presidente Lula. “Se o ministro Mercadante diz que o candidato em 2018 é o Lula, então está pronto o roteiro, cada um tem sua fala, é só decorar e repeti-la mesmo quando desvinculada de qualquer nexo com a realidade”.

Anúncios

Destaque 2

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 3 milhões neste sábado

Publicado

em

A Mega-Sena deste sábado (10) pode pagar R$ 3 milhões para quem acertar as seis dezenas, segundo a estimativa da Caixa Econômica Federal.

O sorteio do concurso 1.668 vai ser em Santa Fé do Sul, em SP, a partir das 20h.

As apostas podem ser feitas até as 19h desta quarta-feira (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país. O valor da aposta mínima na Mega-Sena é de R$ 2,50.

Continuar lendo

Destaque Direita

Em Rio Branco, 1.600 famílias podem sofrer com enchentes

Publicado

em

Faltando pouco mais de três metros para atingir a cota de alerta do rio Acre, aproximadamente 1.600 famílias ainda aguardam serem contempladas com uma das mais de 10 mil casas do Programa Habitacional Cidade do Povo.

Em Rio Branco, o nível do rio Acre está em 10,06 m, a cota de alerta é de 13,50 m; caso as chuvas continuem, mais uma vez essas famílias terão que ser removidas para o abrigo situado no Parque de Exposições.

No ano passado, 1.671 pessoas foram contempladas com o Cidade de Povo. A previsão, dada no ano passado, pela Secretária Estadual de Habitação era que novas unidades seriam entregues às famílias que residem em áreas consideradas de riscos.

Em entrevista a um canal de televisão local, o secretario adjunto, Rostênio de Sousa, assegurou que essas famílias terão total prioridades, porém confirma o atraso na entrega das unidades previstas para o início do primeiro semestre de 2015.

Segundo ele, a demora se dá em virtude do comprometimento das obras devido a cheia do madeira e problemas burocráticos. “O cronograma é estabelecidos, mas temos que romper problemas burocráticos que vão desde a documentação dessas famílias, que precisam estar em dias, até a unidade pronta”, declarou o secretário adjunto de Habitação.

Continuar lendo

Destaque Direita

Com Gladson, R. Damasceno comemora aquisição de recurso

Publicado

em

imageA Prefeitura de Tarauacá projeta utilizar uma emenda parlamentar no valor de R$ 650 mil destinada pelo deputado federal e senador diplomado Gladson Cameli (PP) para a construção do Mercado do Peixe no município. A emenda será empenhada e, em seguida, será liberado o recurso para o início dos trabalhos.

A obra atenderá as reivindicações dos profissionais da pesca que atualmente não contam com um local adequado para a comercialização do produto. No início do mês de Dezembro, o prefeito Rodrigo Damasceno, esteve reunido em Brasília com o senador apresentando a demanda.

O prefeito Rodrigo Damasceno informou que de agora em diante os esforços serão concentrados no sentido de liberar o recurso. “Nossa expectativa é de poder licitar a obra até o mês de Fevereiro. O fato é que o primeiro passo já foi dado e queremos agradecer o senador Gladson Cameli pela destinação desta emenda. Acreditamos que até o final deste ano, estaremos entregando essa obra para os pescadores de Tarauacá”, comentou.

De acordo com o que foi anunciado, o Mercado do Peixe será construído nas proximidades do Mercado Municipal.

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Desafetos do PT acreano terão que engolir o Sibá Machado

Publicado

em

A disputa em 2013 das eleições internas do PT acreano (PED) ultrapassaram os limites da boa convivência entre os “companheiros”. A campanha se radicalizou e deixou marcas de insatisfações de todos os lados. As duas tendências petistas DR e DS tentaram se impor. O deputado federal Sibá Machado (PT) acabou se tornando protagonista do PED apesar de ter perdido a eleição para o candidato do governador Tião Viana (PT), Ermício Sena. O quadro que antecedeu a eleição de 2014 parecia que inviabilizaria a reeleição de Sibá. Mas o deputado não só se elegeu como ainda é forte candidato a líder do PT na Câmara Federal. Sibá Machado viajará todo o Brasil ao lado do candidato à presidência da Casa, deputado federal Arlindo Chinaglia (PT). As articulações indicam que realmente o deputado acreano irá capitanear a maior bancada da Câmara. Encontrei com o Sibá e o parlamentar está uma felicidade só. Se realmente a previsão se confirmar significa que se tornará um personagem importante para abrir caminhos à nova gestão petista do Acre. Com a prefeitura da Capital Sibá sempre manteve uma ótima relação. Claro que com o novo posto a tendência é que o passado seja esquecido. Os desafetos terão que engolir quem vai liderar os petistas na Câmara e poderá ajudar o Governo do Acre nos próximos dois anos.

Conexões nacionais
Nas suas duas eleições Sibá mostrou ter realmente apoio da Executiva Nacional do PT. Já esteve ligado ao grupo do ex-ministro José Dirceu. Agora, conseguiu novos “aliados” entre as várias tendências petistas para se tornar o líder.

Liderança construída na superação
Se as coisas internamente não andaram muito bem, por outro lado, Sibá conseguiu se fortalecer em determinados nichos da sociedade. Os principais deles a UFAC e o IFAC. No caso da universidade do Acre a boa gestão do reitor Minoru Kimpara fortaleceu politicamente o deputado.

Disputa forte
Depois da visita ao Acre, o candidato à presidência da Câmara, deputado federal Eduardo Cunha (PMDB) saiu animado. Provavelmente dos oito votos dos deputados federais acreanos deverá ter cinco. Os três do PT vão votar naturalmente em Arlindo Chinaglia.

Apoios da FPA
O deputado federal Alan Rick (PRB) já confirmou que votará no peemedebista. Se César Messias (PSB) seguir a orientação nacional do seu partido também deverá votar em Eduardo Cunha, ao menos no segundo turno da disputa.

Manobra à vista
Fiquei sabendo que uma ala do PT nacional defende a tese de se render à eleição de Eduardo Cunha. Em troco do apoio querem a garantia de que no biênio 2017/2018 o presidente seja do PT. Essa estratégia ainda poderá vigorar.

Sem rancores
Durante a visita do deputado favorito à disputa da presidência da Câmara, o senador Gladson Cameli (PP) mostrou que não ficará de banda com o Governo do Acre. Pediu ao Eduardo Cunha que coloque urgente em votação o projeto da ZPE do Acre.

Geração de empregos
A ZPE era para ser o carro chefe do Governo de Tião Viana. Por enquanto, o projeto não saiu do papel. Nenhuma indústria se instalou no parque de Senador Guiomard. A industrialização do Acre precisa de um foco mais dirigido às características regionais para gerar os empregos necessários.

Tranquilo
O deputado Alan Rick me disse que nas investigações da Polícia Federal sobre o derrame de carteiras de pescadores no Acre seu nome não apareceu. Vai tranquilo para a sua posse em Brasília no dia 1 de fevereiro cheio de planos e sem medo.

Porto seguro
Encontrei com o prefeito de Porto Walter, Zezinho Barbary (PMDB) que me disse o seguinte: “Nelson você que ironizava na rádio Juruá o nosso município por não ter um porto já pode ir lá que conseguimos construí-lo”. A verdade é que um lugar que chama Porto Walter e não tem porto ficava estranho. Mas agora já tem.

Conciliação
A deputada federal Jéssica Sales (PMDB) não quer abandonar a profissão de médica. Ela conversava durante a visita de Eduardo Cunha com um parlamentar da Paraíba sobre como conciliar a política com a medicina. Na realidade acho que as duas coisas podem ser convergentes.

Boatos ao vento
Me informaram que o candidato do governador Tião Viana (PT) à presidência da ALEAC poderia ser o recém eleito deputado estadual Daniel Zen (PT). Chequei com as minhas fontes e a informação não tem nenhum tipo de veracidade.

Fatura garantida
O próximo presidente da Casa acreana deverá ser mesmo o deputado Ney Amorim (PT). Não teria sentido colocar um marinheiro de “primeira viagem” no comando da ALEAC. Acredito que Zen deverá ser o líder da bancada petista.

Bem articulado
A tendência é que Ney Amorim seja eleito presidente da ALEAC com todos os 24 votos. Mesmo parlamentares de oposição deverão votar no petista. Ele quer fortalecer o legislativo. Só quem conseguiu isso, desde que estou no Acre, foi o ex-deputado Edvaldo Magalhães (PC do B).

Em ascensão
Enquanto o governador Tião Viana está de férias a vice Nazaré Araújo (PT) está no comando do Acre. Simpatia e carisma não faltam para a governadora em exercício. Quem achar que Nazaré é um “poste” estará cometendo um terrível engano. Tenho certeza que a ex-procuradora do Estado irá crescer muito politicamente nos próximos anos, a partir do cargo que ocupa. Pelas redes sociais vejo que os jovens militantes do PT gostam muito da Nazaré. Assim como seu falecido pai, José Augusto, primeiro governador eleito do Acre e, a mãe, Maria Lúcia, ex-deputada federal constituinte, Nazaré transpira política. Abriram uma ampla estrada para ela e, tenho certeza, que a vice-governadora irá se empenhar na jornada. Aguardem.

 

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas