Conecte-se agora

Pesquisa da Serasa revela que fraudadores preferem homens da classe D

Publicado

em

Os homens da classe D formam o perfil que mais sofre tentativas de fraude, conforme levantamento divulgado hoje (20) pela Serasa Experian. Essa faixa, com renda até dois salários mínimos, concentra 35,1% dos ataques. Já a classe C, com dois a cinco salários, responde por 21% das vítimas, enquanto a classe B (cinco a dez) por 16,9%. Acima de dez salários (classe A), as tentativas de roubo e uso indevido de dados chegam a 18,1%.

Os criminosos que atuam nessa modalidade de golpe usam dados pessoais de terceiros para, sob falsidade ideológica, firmar negócios ou obter crédito, deixando as dívidas por conta das vítimas. Segundo a consultoria, uma tentativa de golpe ocorre a cada 15,2 segundos. Em agosto, foram 175,8 mil tentativas.

A maior parte dos alvos é homens, 68% na média nacional. Destes, 64,5% são da classe D. Na classe B, 78,3% das vítimas são do sexo masculino.“Muitas dessas tentativas de fraudes são cometidas presencialmente por homens. Por isso, os fraudadores preferem utilizar documentos de pessoas do sexo masculino”, explicou o presidente da unidade de Decision Analytics da Serasa, Marcelo Kekligian.

Além disso, os fraudadores preferem a classe D pelo crescimento do acesso ao crédito. Pessoas desse grupo social tendem a ter pouca experiência em proteger informações pessoais. “Os indivíduos das classes A e B são mais cuidadosos com seus documentos”, ressaltou Marcelo.

Em relação a idade, a maior parte das vítimas (56,1%) tem entre 25 e 59 anos. O percentual com mais de 60 anos chega a 36,5%. Entre as vítimas com até 29 anos, a proporção entre os sexos é mais equilibrada: 43% dos alvos são mulheres. Das vítimas com mais de 60 anos, 70,4% são homens.

A Região Sudeste tem o maior índice de tentativas de fraude (48,1%), seguida do Sul, com 19,2%, e Nordeste, com 16%.

Cotidiano

Defensoria se reúne com Unimed em busca de melhorias no atendimento da Urgil

Publicado

em

Na tarde desta quarta-feira, 18, a Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC) se reuniu com a Diretoria da Unimed Rio Branco, para expor as reclamações recebidas dos usuários do atendimento prestado no único hospital de urgência e emergência infantil do estado do Acre, a Urgil, credenciada pela Unimed.

De acordo com o ofício enviado a DPE/AC pela Urgil, 95% do total de atendimentos do hospital são provenientes de usuários de planos de saúde, dos quais 70% são usuários da Unimed.

Na oportunidade, a Diretoria da Unimed, composta pelo presidente, Antônio Herbert Leite Militão, pelo vice-presidente, Marcus Vinicius Shoiti Yomura e pelo superintendente, Renato Correia da Silva, além do assessor jurídico Maurício Spada, mostrou-se sensível à problemática e se comprometeu a encontrar alternativas que não deixem as crianças que necessitem de atendimento de urgência e emergência em situação de total dependência da Urgil.

O encontro ainda possibilitou esclarecimentos sobre o modo de atuação da operadora de saúde e culminou com o agendamento de nova reunião para o dia 28 de junho, quando então a Unimed apresentará a DPE/AC medidas mais concretas para a melhoria dos serviços.

Os defensores públicos Celso Araújo Rodrigues, do Núcleo da Cidadania, Rodrigo Chaves, do Subnúcleo de Superendividamento e Ações do Consumidor, a defensora pública Juliana Caobianco, do Subnúcleo de Direitos Humanos 1 (SDH1), a assistente do SDH1, Larissa Damasceno e as representantes dos usuários do plano de saúde, arquiteta Talita Gomes e a advogada Vanessa Facundes, demonstraram satisfação com os encaminhamentos da reunião, reiterando a necessidade de a Unimed adotar medidas céleres e efetivas que resguardem os direitos desses consumidores.

“Foi muito importante esse diálogo para reafirmamos a nossa preocupação e compromisso com nossos usuários, além de esclarecer que estamos procurando um caminho, uma solução”, disse o presidente da Unimed Rio Branco, Herbert Militão.

O defensor público Rodrigo Chaves, destacou que a instituição está à disposição para contribuir, ouvir e atuar de forma conjunta para dar mais celeridade ao caso.

Com informações da assessoria da Defensoria Pública no Acre.

Continuar lendo

Cotidiano

Câmara aprova R$ 418 milhões para reconstrução de rodovias no Acre e 13 estados

Publicado

em

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (18) a Medida Provisória 1097/22, que abre crédito extraordinário no Orçamento da União no valor de R$ 418 milhões em favor do Ministério da Infraestrutura a fim de viabilizar a reconstrução de rodovias destruídas pelas chuvas em 14 Estados, entre eles o Acre. A MP será enviada ao Senado.

O texto foi aprovado sem mudanças com parecer favorável do relator, deputado Fred Costa (Patriota-MG).

Além do Acre os Estados beneficiados são Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo e Tocantins.

Segundo o texto, para a região Norte serão R$ 133 milhões; para o Centro-Oeste, R$ 36 milhões; para o Sudeste, R$ 191 milhões; e para o Nordeste, R$ 58 milhões.

Além de prejudicar a mobilidade, as enchentes ocorridas no início de 2022 deixaram dezenas de mortos e milhares de desabrigados, principalmente na Bahia e em Minas Gerais.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Continuar lendo

Cotidiano

Produtores precisam atualizar cadastro para manter desconto na conta de energia

Publicado

em

Os produtores rurais do Acre precisam atualizar o cadastro na Energisa para garantir a manutenção do desconto na conta de luz. Neste momento, a orientação se aplica às propriedades rurais, com energia classificada em “rural” e “irrigantes”, em baixa tensão – unidades consumidoras que necessitam de menos potência de energia para a realização de suas atividades.

O recadastramento é uma determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Realizado a cada três anos, ele tem como finalidade validar se os clientes que recebem benefícios tarifários ainda atendem aos critérios necessários. Para manter o desconto na conta de luz, é preciso estar com o cadastro sempre atualizado.

O desconto na tarifa chega a 67% do consumo gerado entre 21h30 e 06h, conforme o determinado no Programa Tarifa Rural de Energia Elétrica, que é regulamentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica.

No ano passado, uma parcela dos produtores rurais, atendida em alta tensão, já realizou a atualização cadastral. Este ano estão sendo convocados aqueles atendidos em baixa tensão com maiores médias de consumo; e em 2023, serão chamados a realizar o recadastramento aqueles consumidores atendidos em baixa tensão e que se encontram em faixas menores de consumo.

A Tarifa Rural é uma das mais importantes iniciativas do setor elétrico. Têm direito ao benefício clientes que exercem atividades como agropecuária rural ou urbana, residencial rural, cooperativa de eletrificação rural, agroindustrial, aquicultura e irrigação, serviço público de irrigação rural e escola agrotécnica.

Passo a passo para o cadastro

A atualização do cadastro deve ser realizada até o dia 30 de novembro, pela internet, sem a necessidade de se deslocar a uma das agências da Energisa, clicando aqui. Ao abrir a página, basta informar o estado em que está localizada a unidade consumidora, escolher a opção “Outros Assuntos” e clicar em “Conversar no WhatsApp”. Em seguida, clicar em iniciar “Iniciar Conversa”.

Após o primeiro contato, o cliente deve digitar a opção “9 – Ver todos os serviços” e, depois, o item “21 0 Recadastramento rural”. Em seguida, o cliente deverá digitar “sim” para a pergunta “Você gostaria de falar com um atendente humano?”. O atendente irá orientar o passo a passo de como fazer, enviar as fotos dos documentos e concluir a atualização.

A lista de documentos necessários para o recadastramento pode ser conferida clicando aqui.

Com informações da assessoria da Energisa Acre.

Continuar lendo

Cotidiano

Sine oferece 78 vagas de emprego nesta quinta-feira; veja as vagas disponíveis

Publicado

em

O Sistema Nacional de Emprego do Acre (Sine), está disponibilizando 78 vagas de emprego para várias áreas em Rio Branco, nesta quinta-feira, 19.

As oportunidades de trabalho são rotativas, ou seja, são divulgadas para o dia, podendo ou não estar mais disponíveis para o dia seguinte. O atendimento está sendo feito exclusivamente via telefone.

Para se candidatar, é necessário que o candidato esteja com o cadastro atualizado. Aqueles que precisam fazer o registro na instituição, devem ter em mãos os seguintes documentos: Carteira de Trabalho, Identidade/CPF, Título de Eleitor, comprovante de escolaridade e de endereço.

O cidadão poderá verificar se a vaga ainda está disponível através dos telefones (68) 3224-5094 (68) 3224-1519, (68) 3223-6502 ou (68) 0800 647 8182.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!