Conecte-se agora

“Não há falta de combustíveis no Acre”, diz presidente do Sindicato da Revenda de Combustíveis

Publicado

em

O presidente do Sindepac (Sindicato da Revenda de Combustíveis Acre), José Magid, disse na manhã desta sexta-feira, 07, que não há falta de combustíveis em Rio Branco, como vem sendo propagado. O que existe, segundo Magid, é a falta do produto em alguns postos, mas por questões de logística.

“Não está faltando combustível. Momentaneamente você pode ter um ou outro posto com esse problema, mas isso é por questão de logística. A gasolina e o diesel estão vindos quase que em sua totalidade de Cruzeiro do Sul e momentaneamente você pode ter a falta em algum posto por questões de logística”, informou.

O presidente do Sindicato também informou que ainda este mês chegam ao Acre cinco milhões de litros de gasolina e diesel para suprir a necessidade do mercado local. Todo o produto está vindo através de balsa de Manaus.

“E prá dar esse suporte tá vindo uma balsa com combustível de Manaus, que chega entre o dia 15 e 20 em no Acre, dependendo do curso da navegação.  Não há necessidade de correria de pânico. Os esforços estão sendo feitos de todos os lados para manter o abastecimento.”

Sobre o gás, Magid informa que a venda do produto ocorre de forma normal no mercado local e que nesta sexta-feira ou sábado, uma balsa com mais de 450 toneladas do produto, vinda de Manaus, deve atracar no porto de Rio Branco, no bairro Cadeia Velha.

magid_02

“O gás ta chegando uma balsa entre hoje e amanhã da Fogás em Rio Branco com 450 toneladas que vai garantir o abastecimento. Eventualmente também está passando transporte da Amazongás pela estrada. Na medida do possível ta chegando também. E ta chegando entre 18 e 20 de março uma outra balsa da Fogás para dá esse suporte, Pra suprir toda essa necessidade.”

Magid também afasta qualquer possibilidade no aumento dos preços dos combustíveis. “Até o momento não houve acréscimo de preço e não há essa previsão e acredito que não deva ter”, completou.

O possível desabastecimento do Acre, com a interdição da BR-364, por causa da cheia do Rio Madeira, em Rondônia, levou o governo do Estado a criar uma sala de situação, na Casa Civil, para tratar o tema junto com empresários locais. Na manhã desta sexta-feira, durante mais uma dessas reuniões, com as presenças do governador Sebastião Viana e de Noel Moreira Santos, coordenador da Unidade de Fiscalização na região Norte da Agencia Nacional do Petróleo (ANP), os empresários receberam a garantia de que todos os esforços dos governos federal e estadual estão sendo feitos para assegurar o transporte alternativo tanto de gêneros alimentícios, como de combustíveis para o Acre.  

Após a reunião, o Sindicato da Revenda dos Combustíveis emitiu nota de agradecimento ao governador Sebastião Viana.  Na nota, a entidade reconhece que “diante de inúmeros rumores de que o Acre sofreria com o desabastecimento de produtos, inclusive de combustíveis devido a cheia do Rio Madeira, o Governo se empenhou em buscar soluções para que a população Acriana não viesse a sofrer com o problema que se apresentava, o que demonstra a preocupação e o zelo da administração para com a população do nosso Estado, o que torna ainda mais honrosa a função publica desempenhada”.

NOTA_SIND_GASOLINA1 

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas