Conecte-se agora

Moisés Diniz critica bancada federal por não defender servidores ameaçados de demissão

Publicado

em

O deputado estadual Moisés Dinis (PCdoB) criticou a falta de interesse de alguns membros da bancada federal do Acre com a questão dos 11 mil servidores irregulares ameaçados de demissão.

O comunista disse que apenas dois deputados federais do estado compareceram a audiência pública da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), de número que 54 – que pode manter os emprego dos servidores.

“Apenas os deputados Flaviano Melo (PMDB) e a deputada Perpétua Almeida (PCdoB) participaram. Os demais membros da bancada federal não compareceram.  A audiência da PEC 54 foi um fiasco”, desabafa Diniz.

Segundo o parlamentar comunista, o estado de Minas Gerais legalizou 98 mil servidores que entraram sem concurso em 2006.  Nós estamos propondo legalização de servidores que entraram em 1994”, destaca Moisés.

O deputado destaca ainda que o relator da ADIN que regulamentou os servidores de Minas foi o ministro Dias Toffoli, “o mesmo que deu a canetada contra o Acre. Nós vamos invadir Brasília num grande movimento para impedir que os servidores públicos do Acre sejam prejudicados”, finaliza.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas