Conecte-se agora

Cardiologista revela que Moura chegou andando e conversando no Incor

Publicado

em

Luciano Tavares – da redação de ac24horas
[email protected]

Vítima de um infarto por volta das 4h30 desta quarta-feira, em seu apartamento, na região do Paraíso, em São Paulo, o empresário Roberto Moura, proprietário do grupo Recol, chegou “andando e conversando”, no Instituto do Coração, na capital paulista, onde foi atendido logo após o problema cardíaco que resultou em sua morte. A informação foi dada via telefone pelo governador Sebastião Viana, durante participação na edição especial do programa Gazeta Alerta, nesta quinta-feira. O governador disse que conversou, depois de ter recebido a notícia do falecimento do empresário, com o médico cardiologista Sergio Timerman, diretor do Laboratório de Treinamento e Simulação em Emergências Cardiovasculares do Instituto do Coração (Incor). O problema teria sido uma forte lesão no coração de Moura.

“Eu liguei para o diretor do Incor, Sérgio Timerman, e ele me disse: olha Tião, ele chegou andando e conversando e nós fizemos todas as tentativas, mas a lesão foi muito grave. Ele teve a parada e por mais de três horas os nossos médicos tentaram reanimá-lo”, disse o governador sobre a conversa que teve com o chefe da equipe médica que atendeu o empresário.

O que também tem impressionado amigos de Moura é a razão da morte, já que Roberto Moura praticava exercícios físicos diariamente e possuía uma alimentação balanceada. Porém, o ritmo de vida corrido, típico de empresário teria ocasionado o infarto. 

Roberto Moura faria 61 anos, no mês de setembro. Ele deixa nove filhos e dez netos. O corpo do empresário será velado no prédio da Assembleia Legislativa do Acre.

 

Acre

Mais de 50% dos acreanos estão vacinados com duas doses de vacina

Publicado

em

Dados divulgados pelo deputado estadual Jenilson Leite (PSB) nesta terça-feira, 25, apontam que o estado do Acre tem 50,24% da população vacinada com duas doses da vacina contra a Covid-19. Com os gráficos elencados pelo parlamentar, Leite garante que há condições de o estado avançar ainda mais neste sentido.

“Em tese a responsabilidade direta da vacinação é dos municípios, mas em um momento como esse, não podemos deixar isso só na mão das prefeituras. Precisamos criar estratégias para ampliar essa capacidade de imunização. O avanço da vacinação é a estratégia fundamental para evitar um colapso na rede pública de saúde e mortes”, declarou.

Apesar de o número de novos casos de Covid-19 ter aumentado significativamente no Acre, existe diferença entre a primeira, segunda e a atual terceira onda da pandemia, que está no número de internações.

O deputado Jenilson, que também é médico infectologista, afirma com base nos dados que durante um período de oito dias, os números de internações eram, em sua maioria, superiores aos de casos confirmados diariamente.

Em 2020, num comparativo de oito dias, o cenário era parecido, cresceu o número de novos casos, mas também aumentaram as internações. Em 2021, os números de casos cresceram, mas o número de internações é absolutamente baixo.

Já o gráfico de 2022, mostra que mesmo o Acre registrando 1.529 testes positivos em um dia, o maior número de novos casos desde o início da pandemia, apenas 37 pessoas estavam internadas, ou seja, pouco mais de 2% das pessoas que testaram positivo precisaram de tratamento hospitalar.

“São na maioria pessoas que não se vacinaram ou receberam apenas uma dose. Isso é o resultado da vacina em nossa população. Nos dois primeiros picos da pandemia, as internações eram muito mais altas que os novos casos diários, as nossas UTIs estavam lotadas e com pessoas nas filas por um leito”, disse Jenilson.

Continuar lendo

Acre

Gonzaga se reúne com DNIT para evitar fechamento da BR-364

Publicado

em

O deputado estadual Luiz Gonzaga (PSDB), primeiro-secretário da Assembleia Legislativa do Acre, reuniu-se na manhã desta terça-feira (25) com superintendente regional do DNIT, Thiago Caetano, e o coordenador de engenharia do DNIT, Antônio Carlos, para tratar sobre a recuperação da BR-364 entre Rio Branco a Cruzeiro do Sul e construção da ponte em Rodrigues Alves.

O parlamentar tucano, que defende melhorias nas rodovias do Acre para garantir um transporte de qualidade e escoamento da produção agrícola, procurou o DNIT após o risco da BR-364 fechar entre Sena Madureira e Feijó por conta de erosões na pista.

“Procurei o superintendente do DNIT para debatermos uma saída e evitarmos que a rodovia seja fechada. O DNIT nos garantiu que um novo contrato já está foi licitado e já têm empresas vencedoras para executar as obras de reconstrução da BR-364. Nos pontos de erosões e em outros considerados críticos (entre Sena Madureira e Feijó) o órgão vai usar parte dos R$ 30 milhões já disponíveis para recuperação da estrada”, disse o deputado.

Gonzaga aproveitou a reunião para tratar também sobre a construção da ponte entre Rodrigues Alves e Cruzeiro do Sul.

“A obra da ponte entre Rodrigues Alves a Cruzeiro do Sul já foi licitada e a previsão de início das obras é em dezembro deste ano”, disse.

Luiz Gonzaga agradeceu ao superintendente do DNIT pelo órgão atender seu pedido e criar um escritório do DNIT em Cruzeiro do Sul para que se possa fiscalizar as obras na região e também a estrada que ligará o Acre ao Peru.

“A instalação do escritório do DNIT em Cruzeiro do Sul será importante para agilizar as obras de recuperação das estradas na região e também o projeto de construção da rodovia que ligará o Acre à Pucallpa. Com a instalação de um núcleo em Cruzeiro do Sul não será mais preciso que engenheiros precisem vir de Rio Branco atender demandas no Juruá”, comemorou o parlamentar.

Por fim, o deputado do PSDB solicitou a instalação de um porto flutuante para auxiliar ribeirinhos do Juruá. O DNIT já deu posição favorável e agora aguarda o governo federal autorizar a obra.

Continuar lendo

Acre

Após sentença judicial, prefeitura vai trocar empresa de coleta de lixo

Publicado

em

A prefeitura de Rio Branco vai ter que cancelar o contrato com a atual empresa que presta serviço de coleta de lixo na capital acreana, a Limpebras, após o juiz de direito, Anastácio Lima de Menezes Filho, da 1ª Vara da Fazenda Pública da capital, decidiu, no último dia 19 de janeiro, pela improcedência da ação judicial movida pela empresa contra a Quebec Soluções e Tecnologia Ambiental S/A, duas empresas que disputam a coleta de lixo em Rio Branco.

Em junho do ano passado, a Quebec, que havia sido a vencedora da licitação, teve sua homologação suspensa pela justiça. A Limpebras, que tinha sido a segunda colocada no certame, conseguiu uma liminar de suspensão ao apresentar em juízo a decisão que condenou a Quebec Soluções e Tecnologia, por improbidade administrativa no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

O juiz acreano entendeu que a decisão do TJMG não tem o poder de excluir a Quebec do processo licitatório.

Na sentença, o magistrado ainda revogou a liminar que suspendia a contratação da empresa Quebec, vencedora da licitação no valor de R$ 32,9 milhões. Consequentemente, a Secretaria de Zeladoria dará continuidade à contratação da empresa, porém, deverá cancelar o contrato emergencial de 180 dias, realizado em dezembro de 2021, no valor de R$ 12.551.473,20 (doze milhões, quinhentos e cinquenta e um mil, quatrocentos e setenta e três reais e vinte centavos), com a Limpebras.

O ac24horas conversou com o Secretário da Zeladoria, Joabe Lira, que confirmou ter conhecimento da decisão judicial, mas afirma que ainda não foi notificado pela justiça. “Estamos no aguardo. Assim que chegar a decisão até nossas mãos, é claro que vamos cumprir”, disse.

A reportagem também conversou com o representante da Limpebras, Richard Guimarães, que confirmou que como ainda cabe recurso, a empresa vai recorrer. “Nosso jurídico já está analisando o recurso”, Richard.

A empresa possui atualmente cerca de 190 servidores. Em relação a demissões, Richard afirma que é comum em transições deste tipo que os profissionais sejam aproveitados. “Quanto aos funcionários, como se trata de uma mão de obras com experiência e como já ocorreu em outras transições anteriores, é comum serem aproveitados pela empresa que ficar”, explica.

Continuar lendo

Acre

Show da MC Danny é adiado no Acre devido ao aumento de Covid e gripe

Publicado

em

Os contratantes da MC Danny, dona do hit Senta com Carinho, informaram nessa segunda-feira, 24, que a casa de show Maison Borges, localizada em Rio Branco, irá remarcar a data do show da artista, que estava previsto para esta sexta-feira, 27. A apresentação teve de ser adiada devido ao aumento significativo de contaminação por Covid-19 e síndrome gripal no estado do Acre.

O estado se encontra em emergência por conta do surto das doenças. O show da “rainha do pizeiro”, como também é conhecida, foi adiado para o dia 27 do próximo mês de maio a fim de preservar a saúde coletiva.

Mc Danny é agenciada pelo escritório Love Funk Produtora, que topou reagendar nova data de apresentação na capital acreana. Em feat com Zé Felipe, MC Danny lançou recentemente Toma Toma Vapo Vapo. Ela ficou conhecida no TikTok e no Instagram com a Música Não Pode se Apaixonar, gravada em parceria com Xand do Aviões do Forró.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Content is protected !!