Conecte-se agora

Acusados do assassinato e ocultação de cadáver de Fabrício Costa são condenados a 58 anos de prisão

Publicado

em

Ray Melo,
da redação de ac24horas
raymelo@ac24horas.com

Os irmãos Leonardo Leite de Oliveira e Edvaldo Leite de Oliveira foram condenados a 58 anos de prisão pela morte e ocultação de cadáver do menino Fabrício Costa, que desapareceu em 2010, após ser visto no Terminal Urbano, no centro de Rio Branco.

A leitura da sentença foi feita pelo Juiz Cloves Augusto Cabral, da 4ª Vara Criminal, na manhã desta quarta-feira, 19. Leonardo de Oliveira, acusado de assaltar e assassinato do jovem foi sentenciado a 30 anos de prisão. Edvaldo Leite cumprirá 28 anos.

O acusado Leonardo Leite de Oliveira teria agido por vingança ao identificar que Fabrício era sobrinho do policial civil Júlio Cezar Zuza, que o teria feito engolir drogas durante uma operação policial. O corpo de jovem não foi nunca foi localizado.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas