Rio Branco - Acre, 31 maio 2023, horário atual: 6:45 pm.

Governo do Acre lança projeto de recuperação da Bacia do Igarapé Judia, em Rio Branco

Anderson Bodanese (Assessoria Sema)


O Governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), lançou nesta Sexta-feira, 7, em Senador Guiomard, o Projeto de Mobilização Comunitária e Formação visando à recomposição florestal de área de preservação permanente da bacia do Igarapé Judia. O município de Senador Guiomard foi escolhido para o lançamento do projeto por ser o “berço” das nascentes do Judia, contendo 30% da bacia em seu território. O projeto pretende promover a mobilização da comunidade com o objetivo de recuperar as matas ciliares de afluentes e subafluentes do Igarapé.


Estavam presentes à solenidade representantes da Sema, da Secretaria de Esporte e Educação (SEE), Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, Associação de Produtores Rurais da Bacia, Secretaria Municipais de Meio Ambiente de Rio Branco e Senador Guiomard, representantes do Conselho Gestor da Bacia do igarapé Judia, alunos, professores e pais de alunos de quinze escolas públicas da área urbana e rural localizada na bacia.


Para Marli Ferreira, coordenadora do departamento de Gestão de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental da Sema, a execução do projeto, celebra um esforço compartilhado do poder público, sociedade civil e dos usuários de água da bacia (produtores, pecuarista, indústrias, companhias de abastecimento) em cuidar de uma bacia hidrográfica que tem um valor histórico e cultural para os municípios de Senador Guiomard e Rio Branco.


De acordo com João Euclides, presidente da Associação dos Produtores Rurais de Senador Guiomard, o projeto vai trazer ferramentas para o Governo e a comunidade trabalharem juntos em prol da recuperação do Igarapé Judia. “Esse apoio que o Estado está dando à proteção da Bacia do Judia é importante para a comunidade urbana e rural dos municípios de Rio Branco e Senador Guiomard, pois o Judia é responsável pelo abastecimento de água em muitas casas. Participo desse projeto e vou me empenhar a buscar mais apoio de familiares e amigos, para juntos, protegermos nosso manancial”.


Sociedade: o maior aliado do Projeto


O projeto, que é financiado pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA/MMA), tem como uns dos objetivos agregar a comunidade nas ações de capacitação, educação ambiental e comunicação, visando a participação desta no processo de gestão compartilhada dos recursos hídricos do Igarapé Judia.


Com o desafio de conscientizar a comunidade, a Sema realizou há dois meses, com as escolas da área urbana e rural de Senador Guiomard, um trabalho de sensibilização, culminando com um concurso de desenho para a escolha da logomarca do projeto. Várias crianças participaram e expressaram através da arte a importância do manancial para o meio ambiente e suas vidas. Aproveitando o evento, a Sema apresentou a logomarca oficial do projeto e premiou as escolas e os alunos vencedores do concurso.


Paulina de Souza Oliveira, aluna da Escola Estadual Rural Manoel Machado e vencedora do concurso, era uma das mais empolgadas em participar e contribuir, através da arte, no projeto de recuperação do Judia. “Quando lançaram o concurso eu senti que podia expressar meu sentimento sobre o meio ambiente no desenho. Foi isso que fiz. Desenhei com o coração e expressei a importância do Igarapé Judia pra todos nós. Estou muito feliz por terem escolhido o meu desenho”.


A Área de intervenção – A Bacia do Igarapé Judia


O igarapé Judia tem sua nascente principal localizada no município de Senador Guiomard, percorrendo cerca de 30 km de extensão até desembocar no rio Acre, no bairro 06 de agosto, no município de Rio Branco. Nesse percurso o igarapé Judia recebe a contribuição das águas de vários afluentes: igarapé Monte Santo, Igarapé Santa Maria, Igarapé São Pedro, Igarapé Almoço, igarapé Cigana, igarapé Chideu, igarapé Águas do Quinari, igarapé Rêmulo do Jarude, dentre inúmeros outros igarapé sem denominação.


A bacia do igarapé Judia corresponde uma área de 10.234,62 hectares compartilhada entre os municípios de Senador Guiomard e Rio Branco, sofrendo grande pressão antrópica, especialmente pela ocupação em suas margens ocasionando à supressão das áreas de preservação permanente- APP, lançamento de esgoto ” in natura” e resíduos sólidos.


Usos Múltiplos da água na Bacia do Judia
Abastecimento público no 2º Distrito de Rio Branco
Dessendentação do rebanho bovino
Agricultura (horticultura)
Comércio de água subterrâneo em carros pipas
Balneabilidade (Banho de Igarapé)
Uso doméstico (lavar roupa e limpar casa)
Paisagismo