Conecte-se agora

Segóvia elogia Sebastião Viana, questiona moral de Antônia Lúcia e ganha dura resposta da missionária

Publicado

em

Ray Melo,
da redação de ac24horas
raymelo@ac24horas.com

Depois de demonstrar toda sua fidelidade ao governador Sebastião Viana (PT), na tribuna da Aleac, na manhã desta terça-feira, 30, e questionar a moral da deputada federal Antônia Lúcia (PSC), que o lançou na vida pública, o deputo estadual Denílson Segóvia (PEN) ganhou uma dura resposta da missionária.

O novo governista exaltou a vitória de Marcus Alexandre (PT), em Rio Branco e direcionou os louros do êxito político da Frente Popular ao governador, afirmando que “foi à vitória da ousadia contra o arcaico, a vitória da verdade contra a calunia, contra a difamação. “Viva Tião Viana”, bradou Segóvia.

Empolgado com o discurso, o deputado afirmou entender que os números dos votos recebidos pelo PT não representam a grandeza da conquista da FPA, que “saiu do zero e chegou a 50%. Esta é a grandeza da conquista”.

Questionando a ação do PSC que pede seu mandato na Justiça, Denílso Segóvia direcionou o discurso à deputada federal Antônia Lúcia. O governista que enfrenta ainda, um processo de cassação no TSE, disparou: “Esta pessoa não tem moral para fazer qualquer ataque. Justificativa para derrotado não existe. A justificativa é tentar esconder a incompetência”, finaliza.

RESPOSTA DA MISSIONÁRIA

A deputada federal Antônia Lúcia (PSC) respondeu as insinuações de Denílson Segóvia (PEN), de que ela não teria moral para questiona-lo. De acordo com a parlamentar, Segóvia é ingrato, já que foi mantido no mandato por uma ação patrocinando por ela e pelo PSC nacional.

“Quem não tem moral é quem vende a dignidade para um governante. Se existe alguém que não tem moral é Denílson Segóvia, um político que mesmo sendo mantido no mandato por mim e pelo PSC, se vendeu para o Governo do Acre”, diz Antônia Lúcia.

Segundo a presidente do PSC no Acre, o novo aliado de Sebastião Viana (PT), era um anônimo e tinha uma situação complicada com a as leis. “em 2010 tive que ir pagar contas de cartão de crédito no 1º DP, para ele não ir preso”, diz a deputada.

A parlamentar destacou ainda, que Segóvia não teria gratidão pelo seu cunhado, pastor  Antonio José “que foi preso injustamente pelo o PT e que está com a saúde debilitada” . Antônia Lúcia disse ainda, que seu ex-aliado teria dívidas com advogados.

“O deputado deveria pegar um avião para Brasília, urgentemente para  quitar suas contas com o escritório de Sérgio Bermudes , que inclusive, já renunciou a defesa dele no TSE por falta de pagamento”, acusa a deputada federal.

Para Antônia Lúcia, “o PSC honrou um homem que nãoo merecia. Ele enganou o partido que impediu que o Tião Viana tomasse seu mandato para dar ao sobrinho de Hidelbrando. O PSC conseguiu que o ministro revisasse sua própria decisão de tira-lo do cargo”, finaliza Antônia Lúcia.

 

 

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas