Continuo com a tese

Nenhum fato ainda me convenceu que, essa eleição para prefeito da Capital será decidida no primeiro turno. As pesquisas, embora seja reticente com elas, mostram que, os favoritos não se descolaram e que a soma dos votos dos demais candidatos levará ao segundo turno.


Erros amadores


O candidato Tião Bocalon (PSDB), antes amplo favorito, não pode culpar ninguém por perder a condição nas pesquisas, a sua equipe de marketing e assessores cometeram erros amadores.


O mais crucial


Ao invés de centrar as críticas na gestão do prefeito Angelim, os tucanos erram em polarizar com o governador Tião Viana, que não é candidato e está em alta em todas as pesquisas.


Fato a condenar


De tudo o fato mais lamentável, a se condenar, foi querer vincular em montagens grotescas na televisão, Tião Viana ao assassinato do ex-vereador Pinté, baixaria essa sem pé e nem cabeça.


Pode-se ter


As divergências políticas com o governador Tião Viana, são da democracia, mas no momento em que se criam fatos mentirosos, passa-se ao ataque da honra, morre toda e qualquer razão.


Quer perder


Quem começou a campanha como favorito, comete essa série de burradas, está pedindo para perder a eleição. E por cima ainda esnoba o apoio do deputado federal Márcio Bittar (PSDB).


Reta final


O candidato que tem a máquina na mão, num município pequeno, é perigoso na reta final. É o caso do prefeito James Gomes (PSDB), que pela grande última passeata, indica uma arrancada.


Fator que pesa


Em Tarauacá o que tem pesado a favor da prefeita Marilete Vitorino (PSD) e ter moralizado a prefeitura, após suceder o desastrado e cassado ex-prefeito Wando Torquato, que virou FPA.


Pesquisas fajutas


Se a justiça eleitoral fizer um serviço de inteligência descobrirá que, pesquisas fajutas contra a prefeita Marilete estão sendo distribuídas na cidade na calada da noite, é só montar campana.


Carisma não se compra


O deputado Astério Moreira (PEN) diz ter voltado abismado de um arrastão do candidato Marcus Alexandre (PT), no Tancredo Neves: “todo mundo quer abraçar o Tião Viana”.


Maconha livre


A Praça do Tropical virou uma espécie de fumódromo livre de maconha. Rodas se formam à noite para se drogar livremente e os moradores não sabem mais o que fazer. Cadê a polícia?.


Bom dia, coronel Anastácio!


Antes era normal a PM fazer ronda em motos pelo local, hoje, sumiram na buraqueira.


Difícil avaliação


Com tantas pesquisas com números diferentes para prefeito é difícil uma avaliação sensata sobre quais trazem resultados sérios. Pesquisa, no Acre, virou sinônimo de desmoralização.


Inversão de valores


Essa eleição tem uma característica diferente da última, a falta de flagrantes de crimes eleitorais de candidatos. Em troca, vários jornalistas foram punidos e tolhidos na liberdade.


Nenhum cumpre


Marcus Alexandre (PT) e Tião Bocalon (PSDB) prometem no programa eleitoral abrir cinco mil vagas em creches. São números mirabolantes, nenhum deles cumprirá o prometido se eleito.


“Zebra da década”


Pelo que ouvi ontem de importante figura da FPA, uma vitória do candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul, Henrique Afonso (PV), seria a “zebra da década”. Também concordo.


Campanha sob controle


Wagner Sales tem a campanha sob controle e está com a vitória praticamente assegurada. E o programa eleitoral do candidato Henrique Afonso (PV), mesmo milionário, é ruim e amador.


Sempre na dianteira


Em Epitaciolândia, André Hassem (PSDB), na ponta desde o início da campanha, tem realizado atos de muita presença popular, o que o vem mantendo com índices populares muito seguros.


Falou o baba


Na avaliação do vice do candidato do Dindim (PSDB), o Dr. Baba (PSD), as prisões efetuadas em Feijó de correligionários do prefeito, longe de prejudicar fizeram foi embalar a campanha.


Cuidado, Fernanda!


O ex-deputado federal Marcos Afonso (PT) fez uma das suas melosas palestras no comitê da candidata Fernanda Hassem (PT) á vereadora de Brasiléia. Fosse ela, fazia figa, urgente!


Pé gelado


O Marquinho é gente boa, mas também um famoso “pé gelado”, quem apóia, perde a eleição.


Contando os bezerros


Perguntei ontem a um petista de Brasiléia, qual a influência da prefeita Leila, na campanha do Alvanir a prefeito? Resposta: “Nenhuma. Está mais preocupada em contar os seus bezerros”.


Tudo indica


Por informações confiáveis, tudo está a indicar que, em Manuel Urbano ganhará o Ale (DEM) para prefeito e, em Santa Rosa, o Rivelino (PSDB), também está com um pé na prefeitura.


Previsão peemedebista


De um integrante do chamado “alto clero” do PMDB: “nossa coligação com o PSD fará dois vereadores, a Lene Petecão (PSD) e a Eliene Sinhazique (PMDB)”. Estamos perto de conferir.


Por Luis Carlos Moreira Jorge


plugins premium WordPress