Conecte-se agora

Rocha reafirma que Marcus Alexandre responde sim a processo por improbidade administrativa

Publicado

em

O presidente da executiva municipal do PSDB, deputado Major Rocha, reafirmou nesta quarta-feira (12) que o candidato petista, Marcus Alexandre, responde sim a processo na Justiça Federal por improbidade administrativa. O tucano condena a tentativa do PT de esconder, segundo ele, “de forma reacionária, os indícios de desvio de verbas na BR 364, como o próprio Tribunal de Contas da União atestou em relatório e que envolve diretamente o candidato Marcus Alexandre”.

Rocha também levantou a voz contra a utilização dos instrumentos de mídia na tentativa de repassar a imagem de “novo”. Para o parlamentar essa tentativa é mais um golpe baixo contra a população de Rio Branco.

“Marcus Alexandre é réu no mesmo processo em que Sérgio Nakamura e o atual diretor do Deracre, Joselito Nóbrega, respondem, por Improbidade Administrativa envolvendo uma quantia de mais de 65 milhões de reais.  Quem está mentindo e tentando iludir a população é a velha Frente Popular. Quem joga sujo é o PT e a panelinha ligada aos Viana”, disse o Deputado Rocha.

O parlamentar tucano ainda lembrou a manifestação favorável do Ministério Público Federal pelo provimento do recurso eleitoral interposto pela Coligação Produzir para Empregar. “O fato não é sabidamente inverídico, o que afasta a incidência do direito de resposta preconizado no art. 58 da Lei n. 9.504/97”, disse o promotor.

“Vamos  mostrar nos meios de comunicação as provas de o Marcus Alexandre não é esse “santinho” que se mostra na TV e sim um réu em processo na Justiça Federal. O povo precisa saber quem são os candidatos que estão concorrendo para o cargo de prefeito da nossa Capital e escolher aquele que tem as mão limpas”, concluiu o Deputado Rocha.

Jairo Carioca

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas