Conecte-se agora

Ifac diz na Câmara dos Deputados, as dificuldades de fixar pesquisadores e doutores na Amazônia

Publicado

em

O reitor do Instituto Federal do Acre – IFAC, Prof. Marcelo Minghelli, participou do seminário “Educação, Ciência e Tecnologia na Amazônia”, realizado no dia 28 de junho de 2012, no Plenário 13 da Câmara dos Deputados. Durante sua participação, o reitor citou dados para ilustrar a dificuldade de fixar pesquisadores e doutores na Amazônia.

Segundo o reitor, existem apenas cerca de quatro mil doutores na região. “Houve avanços, mas precisamos redirecionar as políticas públicas para sermos capazes de criar tecnologia própria”, disse. O reitor Marcelo Minghelli ainda chamou atenção para a necessidade de redistribuir os centros de pesquisa para estimular a produção científica em todas as regiões.

O evento foi promovido pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; de Educação e Cultura; e da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional. Como forma de eliminar entraves à pesquisa científica, o deputado Sibá Machado (PT-AC), que propôs o seminário, defendeu a aprovação da proposta que cria o Código Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (PL 2177/11).

Entre os convidados estava o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Glaucius Oliva que disse que o órgão já vem adotando estratégicas de parceria com os Estados. “Em alguns casos, são os Estados que lançam os editais de projetos focados nas características e nas potencialidades locais”, disse.

Glaucius Oliva defendeu mais investimentos para explorar o potencial de jovens doutores. “Precisamos dar aos jovens a chance de entrar no sistema com foco em projetos locais”, disse.

Com informações da Agência Câmara

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas