Gado acreano acima de dois anos não precisará ser vacinado

O Governo Federal tomou a decisão de que o rebanho bovino do Acre acima de dois anos de idade não precisará ser vacinado contra aftosa em maio contra aftosa – a não ser em município de fronteira. A medida foi tomada com base na melhoria da qualidade da vigilância sanitária, trabalho preventivo e compromisso dos pecuaristas. A informação irá gerar uma economia de cerca de R$ 1 milhão para criadores de todos os níveis.


Todo o rebanho acreano – 2,5 milhões de cabeças – foi vacinado em novembro contra a aftosa. Em maio acontece a primeira etapa anual da vacinação e só serão vacinados os animais que estão em municípios de fronteira, por uma questão de segurança sanitária, já que o Acre é declarado área livre da doença.


Cada vacina contra aftosa custa R$ 1. O rebanho acreano, até então, era vacinado de forma integral, duas vezes ao ano, comprovado através de sorologia.


Da Redação ac24horas.com


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido
plugins premium WordPress