Conecte-se agora

Fracassa projeto que contaria a história de Marina Silva

Publicado

em

Por falta de patrocínio, filmagens são adiadas e
ex-senadora acreana buscará ajuda do público

Os produtores do Filme “Marina e o Tempo”, que contaria a história da ex-seringueira, ex-senadora e ex-ministra  acreana, não conseguiram um tostão sequer para financiar as filmagens. O longa-metragem teria custos estimados em R$ 10 milhões inicialmente. O projeto está adiado por tempo indeterminado, informou a jornalista Mônica Bérgamo, via Rádio CBN.  A direção é de responsabilidade de Sandra Werneck, que dirigiu “Cazuza”, um longa que levou mais de 3 milhões de pessoas às salas de cinema.

Assessores da ex-ministra e ela própria não escondem a decepção, um ano e meio após a expressiva votação obtida por Marina Silva, em torno de 19% dos votos válidos, para presidenta da República. A saída encontrada por Marina é buscar apoio do público para rodar o fime, informou Mônica Bérgamo. A jornalista explica que um site está sendo confeccionado para pedir doações. O portal ainda não está registrado e o endereço seria divulgado no Web nos próximos dias.

Não houve ajuda nem mesmo dos colaboradores da campanha de Marina. Nem mesmo do empresário Guilherme leal, dono da Natura Cosmésticos, que doou 10 milhões para financiar a campanha presidencial. As tentativas de obter incentivo fiscal também não vingaram.

Marina participava de peças, dava entrevistas, o roteiro estava pronto e os artistas sendo escolhidos. A diretora do filme acredita que com ao menos R$ 2,5 milhões já daria para começar as filmagens.

Os roteiristas esperam contar a história da ex-seringueira que nasceu no Acre em 1958, vem de uma família com outros 11 filhos, quase morreu vitimada por malária e contaminação por mercúrio, perdeu irmãos menores, virou vereadora pelo PT, era professora, morou em palafitas, trabalhou como empregada doméstica, só foi alfabetizada aos 16 anos, se engajou no movimento sindicalista e é tida como uma celebridade ambiental e política.

Elenco

Para fazer o papel de Marina Silva está confirmado o nome da atriz Lucy Ramos, que se encontrou com a personagem recentemente. Há outros nomes aguardando confirmação, como Wagner Moura, que faria o seringueiro Chico Mendes. Thiago Fragoso deve interpretar o técnico agrícola Fábio Vaz de Lima, marido de Marina. E Regina Casé pode interpretar a avó da ex-ministra do Meio Ambiente.  “Fiquei muito feliz quando soube da Regina Casé”, disse a ex-ministra certa vez. “Ela é uma parceira, quando a encontrei pela primeira vez parecia que eu a conhecia há anos.”

 

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas