Conecte-se agora

POR ONDE CAMINHARÁ A OPOSIÇÃO ACREANA?

Publicado

em

Proponho a unidade de todos os oposicionistas a partir de uma plataforma comum que reúna em um mesmo projeto as ideias e o compromisso de romper a estagnação econômica que aprisiona nossa gente, promova a inclusão das pessoas e do Estado e que realce a importância vital da Democracia como valor universal.

Por enquanto, o que tem nos favorecido é a rejeição ao projeto que está nos governando, além de certa simpatia que alguns líderes oposicionistas despertam, mas isto não é suficiente para garantir a vitória e a governabilidade.

Nosso desafio é mostrar que estamos preparados, maduros, coesos e disciplinados para assumir o governo.

A partir de um mesmo ideal, devemos estabelecer nossa estratégia, pois estamos entre dois caminhos. Por um lado temos a via do diálogo com a sociedade, que nos fará pensar mais no coletivo do que no individual. Um caminho que romperá os limites estreitos dos partidos políticos, incorporando pessoas que não tem, e nem querem filiação, mas que por isso mesmo, por estarem em outras atividades, trarão novas ideias, novas perspectivas que nos colocarão a frente de um grande projeto. Precisamos de novos ares, precisamos de um compromisso com a inovação.  E precisamos, acima de tudo, fazer isso juntos.

Estrategicamente, é importante que em cada município do interior a oposição, vencendo posições pessoais, muitas vezes legítimas, possa se apresentar com uma única chapa, reunindo os quatro deputados federais, o senador, os vários deputados estaduais, que ajudarão a criar uma identidade na campanha e na própria gestão municipal, com a alocação de emendas ao orçamento e o acompanhamento do emprego desses recursos.

Dessa maneira, a oposição pode conquistar um ano histórico, alcançando a vitória nas principais cidades do estado, fazendo uma gestão municipal honrada, transparente e democrática, chegando em 2014 com um projeto alternativo que atenda ao anseio da população e com grandes chances de vitória, honrando o sacrifício de milhares de pessoas que conosco caminham.

A outra via é a da divisão. Nela teremos, em média, três candidatos de oposição por município para disputar com um do governo, perdendo onde é previsto que percamos e comprometendo a vitória onde podemos ganhar.

Este é o caminho do cada um por si, em que mais vale o que cada um quer do que o conjunto. Nele impera o egoísmo a vaidade, e principalmente a desorganização. Pois onde teremos três candidatos agindo cada um por si, teremos também um forte candidato do governo, com grande apoio, base unida e organizada.

Esta não é, a meu juízo, uma direção razoável, não é lógica, não é crível. Ao adotarmos essa saída, daremos razão aos que afirmam não haver projeto coletivo de governo na oposição.

Portanto os próximos meses dirão em que rumo caminhará nossa oposição. Ou para promover um governo de libertação dos acreanos ou optando por permanecer acomodados na oposição.

Na segunda-feira, eu e pessoas que também comungam da crença na unidade, estaremos anunciando a formação de uma nova aliança política. O caminho não é fácil nem rápido, mas é ele, e somente ele, que poderá nos levar ao governo e permitirá que façamos uma grande gestão para a sofrida gente Acreana.

De minha parte, termino por dizer que há anos venho lutando para unir a todos aqueles que acreditam em um novo modelo para o Acre. É bom lembrar que não estou sozinho nesta luta. Creio que já demonstrei meu desprendimento a projetos individuais, quando não aceitei convite do governo para disputar, com o apoio deles, a vaga ao Senado em 2002. Posteriormente, em 2010, deixei mais uma vez de ser candidato ao senado, mesmo com as pesquisas favoráveis, e nem por isso deixei de ir às ruas pedir voto ao candidato que hoje é nosso Senador. Por último, abri mão da possibilidade de candidatar-me à Prefeitura este ano, em nome da unidade partidária.

Dessa forma, defendo a busca de um caminho em que impere a unidade e a construção de um projeto político que transforme a vida dos Acreanos e a forma de fazer política no nosso estado.

Deputado Federal Marcio Bittar
Presidente do PSDB/AC

 

Destaque 6

Inscrições para a contratação de professores na Ufac encerram nesta quinta-feira

Publicado

em

Termina nesta semana, as inscrições no processo seletivo para a contratação de professores substitutos para o Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Acre (UFAC).

Serão 20 vagas disponíveis para profissionais das áreas de Educação Física, Física, Química e Sociologia. Com carga horária de 20 ou 40 horas semanais, a remunerações varia de R$ 2.236,32 a R$ 3.588,85 ao mês, com auxílio alimentação de R$ 229,00 ou R$ 458,00.

Para participar, é preciso preencher um formulário, até às 23h59 do dia 19 de maio, no endereço eletrônico https://sistemas2.ufac.br/concurso_docente/. Além disso, ainda é necessário efetuar o pagamento da taxa no valor de R$ 80,00.

A seletiva permite a isenção, desde que o concorrente esteja devidamente inscrito no CadÚnico do Governo Federal ou que seja doador de medula óssea.

O candidato que desejar concorrer às vagas para pessoas com deficiência deverá, no ato de inscrição, informar sua condição e enviar, em espaço próprio e em formato PDF, laudo médico emitido nos últimos 60 dias.

As avaliações, que acontecerão por meio de provas escrita, didática, prática, seminário e entrevista pessoal, serão aplicadas a partir do dia 27 de maio de 2022.

Para mais informações acesse o edital Nº 14/2022 do processo seletivo:

https://www.in.gov.br/web/dou/-/edital-n-14-de-11-de-maio-de-2022-prograd-399559826

Continuar lendo

Cotidiano

MPAC recebe senador Petecão e discute projeto de lei para assistência a órfãos de feminicídio

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) recebeu nesta terça-feira, 17, a visita do senador Sérgio Petecão, que trouxe o Projeto de Lei, por ele apresentado, para instituir uma política nacional de proteção e atenção integral aos órfãos de feminicídio.

O projeto é decorrente de uma inciativa do MPAC, por meio do Centro de Atendimento à Vítima (CAV).

O parlamentar foi recebido pelo procurador-geral de Justiça Danilo Lovisaro do Nascimento. A coordenadora-geral do Centro de Atendimento à Vítima (CAV), procuradora de Justiça Patrícia de Amorim Rego, também participou.

O procurador-geral agradeceu a iniciativa do senador de levar ao Congresso Nacional uma proposta tão necessária para o Acre e o Brasil.

“Esse projeto de lei apresentado pelo senador é de fundamental importância porque está relacionado à assistência às crianças que estão vulneráveis por conta da violência que sofreram no lar e se tornaram órfãs do feminicídio. Dificilmente elas terão condições apropriadas para seguir na vida se não tiverem um apoio e o projeto busca dar essa assistência no aspecto financeiro, o que seria muito importante para essas crianças”, disse.

A coordenadora do CAV lembrou que o Brasil ocupa a 5ª posição entre os países com maior número de mortes violentas contra mulheres, e que o Acre figura, desde 2018, no topo do ranking nacional, segundo o Fórum Brasileiro de segurança Pública (FBSP).

“Só no estado do Acre são 75 órfãos fruto dessa violência terrível. O Estado falhou com essas mulheres porque não conseguiu protege-la da violência e continua falhando com essas crianças que ficam ainda mais vulnerabilizadas. A aprovação dessa política representaria uma contribuição do Acre para o Brasil”, ressaltou.

O senador Sérgio Petecão recebeu um estudo feito pelo Observatório de Violência de Gênero do MPAC, que traz um diagnóstico do feminicídio no Acre. O parlamentar se comprometeu em garantir que a proposta tramite com celeridade nas comissões técnicas do Senado para ser aprovado o mais breve possível. “Com essa proposta sugerida pelo MPAC, vamos fazer um movimento nacional para dar nossa contribuição através do nosso mandato”, garantiu.

Continuar lendo

Na rede

Jailson Amorim reinaugura escola e entrega kits escolares na zona rural de Rodrigues Alves

Publicado

em

O prefeito de Rodrigues Alves, Jailson Amorim, reinaugurou nesta segunda-feira, 16, a Escola Margarida Pedreira, localizada na Comunidade São Jerônimo, zona rural do município, onde a prefeitura investiu R$ 160 mil na reforma. A unidade de ensino ainda vai ganhar um muro.

Na escola, que passou a ser climatizada, são atendidos mais de 130 alunos. No ato de reinauguração, o prefeito entregou fardamento, mochilas , cadernos e lápis para os alunos.

A prefeitura de Rodrigues Alves já reformou 43 escolas e trabalha na construção de 16 novas unidades de ensino.

O prefeito Jailson Amorim, que é professor, disse que todo o investimento que faz na Educação vai impactar positivamente Rodrigues Alves. “Na qualidade de professor e gestor do município, me sinto feliz por entregar mais uma escola revitalizada e desta vez climatizada para a comunidade de São Jerônimo. Entregamos também todo o material permanente, kit para as crianças e melhoramos a merenda escolar. Esses investimentos vão resultar em uma melhor qualidade no ensino para os estudantes da rede municipal”, pontua o gestor.

Continuar lendo

Extra Total

Juiz decide suspender julgamento de Ícaro e Alan após mais de 11 depoimentos

Publicado

em

O julgamento na 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar da Comarca da capital de Ícaro Pinto e Alan Araújo – apontados como responsáveis pelo acidente que vitimou Jonhliane Paiva de Souza, na época com 30 anos, em agosto de 2020, em Rio Branco, foi suspenso na noite desta terça-feira, 17.

De acordo com o juiz Alesson Braz, o cansaço foi o motivo principal pela suspensão do julgamento. Sendo assim, a maioria dos jurados optou por descansar e a sessão deve retornar na manhã de quarta-feira, 18.

Logo pela parte da manhã está previsto o depoimento de Ícaro Pinto e Alan Araújo. Em seguida, vem as manifestações do Ministério Público e da defesa dos acusados.

Existe uma expectativa que o julgamento possa se estender até a próxima quinta-feira, 19.

LEIA TAMBÉM:

Advogados e promotor de justiça trocam farpas antes de julgamento do caso Jonhliane Paiva 

Escoltados pelo BOPE, Ícaro Pinto e Alan Araújo chegam para julgamento na Cidade da Justiça

“Enquanto ele estava em Fortaleza, não pediu perdão”, diz advogada da família de Jonhliane

Mãe de Jonhliane Paiva revela que nunca recebeu assistência das famílias de Ícaro e Alan

Hatsue, ex-ficante de Ícaro, confessa que suposta “traição” ocasionou discussão antes do acidente

Amigo de Alan nega que houve “racha” com Ícaro antes do impacto que matou Jonhliane

“Ícaro e Hatsue não tem coração. Após morte da minha irmã foram para Fortaleza”, diz irmão de Jonhliane

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!