Conecte-se agora

Oposição se prepara para exercitar o maior desafio das eleições: a unidade no interior

Publicado

em

Jairo Carioca,
da redação de ac24horas
[email protected]

Sem encontrar unidade na capital, os caciques da oposição, sacudidos com o anúncio de candidatura de Jamyl Asfury [DEM] em Rio Branco e as variáveis políticas que estão fugindo ao controle dos principais atores envolvidos nas articulações, correm para salvar a sonhada engenharia de construir a unidade entre PSDB, PP, PMDB, PPS, DEM e PSD nas 21 cidades do interior.

– Só temos dois caminhos; se existir um terceiro quero que alguém me aponte. Ou caminhamos com a grandeza de unir todo mundo, chamamos a sociedade para o debate, oxigenando ações e construindo um projeto, ou o segundo caminho aponta uma derrota fragorosa. Eu  não defendo o segundo caminho – disse o deputado federal Marcio Bittar.

Há algum tempo sem encontrar um norte, definir essa estratégia de forma pragmática e sem um líder, parece ser o maior desafio encontrado pela oposição que flutua entre os que defendem uma maneira moderada de se fazer política e nos que preferem um jeito duro de fazer o jogo.

– Agora é hora de a gente deixar de lado os projetos pessoais. Eu não apenas defendo isso como vou me envolver diretamente na construção desse projeto que é fundamental para 2014. No interior não é como na capital, onde vamos respeitar o direito de qualquer sigla jogar o jogo. Nos demais municípios, a palavra chave é união – analisou o senador Sérgio Petecão.

O problema são as condições adversas enfrentadas no interior, onde os partidos apresentam uma “penca” de candidatos. Exemplo disso é em Senador Guiomard [23 km de Rio Branco], onde a candidatura de Tião da Emater [PMDB] tenciona a reeleição de James Gomes, do PSDB.

O clima esquenta a medida que os limites chegam próximo da fronteira. Em Brasileia, PMDB e PSDB devem gastar o maior oxigênio dessa engenharia. A posição irredutível do tucano Emerson Leão e do peemedebista Everaldo é um fermento perigoso para o bolo de candidaturas dos dois partidos em todo o Estado.

Em Plácido de Castro, o desgaste do prefeito petista Paulinho Almeida está deixando a oposição frenética. Às margens do rio Abunã, PSDB, PP, PSD, PMDB e PSC articulam candidaturas próprias. No PSD de Sérgio Petecão, Holanda e Laurita não abrem mão da cabeça de chapa.

Segundo o deputado Major Rocha, que comanda o time tucano em Rio Branco e vem se credenciando como o homem de confiança de Marcio Bittar para ajudar na engenharia do interior, nos municípios de Feijó, Cruzeiro do Sul, Manoel Urbano, Bujari, Porto Acre, Santa Rosa, Jordão, Sena Madureira, Epitaciolândia, Xapuri, embora existam interesses, as disputas são menores e mais ajustáveis.

Para o líder do PMDB na Assembléia legislativa do Acre, deputado Chagas Romão, a saída vai ser “estuprar algumas candidaturas”. O termo populista de Chaguinha, explica a postura menos gulosa no interior, onde DEM, PP, PSD e PPS defendem nomes em Acrelândia [Jonas da Farmácia e Socorro Lima], Mâncio Lima [Luiz Helosmam], Marechal Thaumaturgo [Isaque Pianko] e Tarauacá [Marilete], mas já avisaram, com exceção de Tarauacá e Rio Branco, nas demais cidades nada é imposto ou problema.

Por trás dessa colcha de retalhos, a proposta de candidatura consenso no interior, a partir da mesa de unidade que será construída pelos partidos, envolvem outras variáveis importantes, entre elas, as candidaturas em 2014 à sucessão de Tião Viana e a vaga que será aberta no Senado.

Acre

Após 2 meses de greve, peritos do INSS retomam atividades no Acre

Publicado

em

Cerca de dois meses depois, os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) decidiram paralisar o estado de greve e retomar atividades no estado do Acre nesta segunda-feira (23). Agora, o cidadão deverá voltar a fazer agendamento do serviço desejado para ser atendido.

O movimento grevista informou que os técnicos do administrativo só devem voltar às atividades a partir desta terça-feira (24). Um levantamento das perícias que foram adiadas está sendo montado para haver reagendamento.

Os servidores conseguiram montar um comitê gestor da carreira de seguro social, que era uma reivindicação desde a greve de 2015 e o INSS enviou uma solicitação ao Ministério da Economia pedindo a contratação de, no mínimo, 7,8 mil novos servidores.

Continuar lendo

Acre

Detran faz parada técnica para implantação de nova CNH

Publicado

em

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AC) não emitirá a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) entre os dias 26, quinta-feira, e 31, terça. Trata-se de um período de parada técnica, necessário para implantação do novo modelo da CNH em todo o país, estabelecido pela resolução nº 886/2021, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Já a partir do dia 1º de junho, quarta-feira, os condutores que solicitarem renovação, alteração de dados, 2ª via ou CNH definitiva receberão o documento emitido segundo as especificações do novo padrão. Entre as principais mudanças está a possibilidade de emissão da carteira com nome social, além de outros itens de segurança.

“As CNHs no modelo que conhecemos hoje só serão emitidas até o dia 25. Vamos parar por cinco dias e, a partir de junho, expediremos a nova carteira. A parada é necessária para ajustes gráficos e finalização de procedimentos. Quem der entrada em processos nesse intervalo vai demorar um pouco para receber seu novo documento em nossas unidades”, explica a coordenadora de Habilitação e Registro Nacional de Condutores no Acre, Juliana Gurgel.
Mudanças

Algumas das alterações que serão apresentadas na nova carteira de motorista surgiram a partir de mudanças no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), ocorridas em 2021. O documento será impresso com tinta fluorescente, alguns itens só serão visíveis quando expostos à luz ultravioleta e haverá um holograma na parte inferior.

A CNH será impressa nas cores verde e amarela, a assinatura do condutor muda de lugar e passa a constar logo abaixo de sua foto. Depois da dobra serão apresentadas as subcategorias de condução, logo depois estará o quadro de observações médicas e de atividade remunerada.

A habilitação do permissionário trará a letra “P” e a do já condutor a letra “D”, de Definitiva. Os prazos de validade permanecem em dez anos para motoristas com até 49 anos, cinco para aqueles com idade até 69 anos e três para quem tem mais de 70 anos.

A Carteira de Habilitação é um documento obrigatório a todos que estejam conduzindo veículos automotores em qualquer estado da federação, além servir como identificação oficial. Hoje a CNH pode ser apresentada nas modalidades física e digital, por meio do aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), do governo federal.

Continuar lendo

Acre

Vice-prefeito será investigado por supostamente furar fila de vacina

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC) decidiu instaurar um inquérito civil para apurar uma denuncia de que o vice-prefeito de Sena Madureira, Gilberto Lira, teria, supostamente, furado a fila da vacina contra a Covid-19. O despacho foi publicado na edição do Diário Eletrônico desta segunda-feira, 23.

Segundo o promotor de justiça, Luis Henrique Corrêa Rolim, a denúncia que chegou ao conhecimento do Ministério Público, ainda em 2021, relata que, supostamente, o vice-prefeito da cidade, Gilberto Lira, mesmo não fazendo parte do grupo considerado como prioritário na primeira fase de vacinação da COVID-19 em Sena Madureira, foi favorecido e recebeu a primeira dose da vacina contra o coronavírus.

O órgão controlador abriu um procedimento preparatório na época do ocorrido, porém, como não concluiu os fatos então denunciados, decidiu abrir um inquérito – visando analisar minuciosamente toda a documentação acostada nos autos pela administração pública, e posteriormente, acompanhar os desdobramentos do caso. “Resolve converter o presente Procedimento Preparatório em Inquérito Civil, com fulcro no art. 25, §3º, inciso III, da Resolução 028/2012”, diz trecho do despacho.

Continuar lendo

Acre

Duarte apresenta PL que acaba com a taxa de licenciamento de veículos

Publicado

em

O deputado estadual Roberto Duarte (Republicanos) protocolou na Assembleia Legislativa nesta segunda-feira, 23, o Projeto de Lei (PL) que põe fim ao pagamento da Taxa de Renovação de Licenciamento Anual de Veículo (TRLAV) no Estado do Acre. Atualmente os contribuintes pagam uma taxa de licenciamento anual no valor de R$184,10.

O principal argumento do autor do PL, deputado Roberto Duarte, é a implantação da emissão digital do documento de licenciamento. Atualmente, o motorista pode ter acesso ao Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) por meio de um aplicativo.

“Com a emissão do documento de forma digital, a cobrança pela prestação do serviço se faz descabida. Peço a todos os deputados que fiquem ao lado do povo. A cobrança da taxa ainda pesa no orçamento do contribuinte num momento crítico, em que as dificuldades financeiras atingem muitas famílias no Estado do Acre, que gastam valores exorbitantes com energia elétrica e combustível. Vamos lutar pela isenção dessa taxa”, afirmou.

O CRLV é emitido exclusivamente de forma eletrônica por meio do site do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC). Portanto, o proprietário do veículo não receberá mais a versão impressa e poderá fazer a cópia, bem como do documento do carro digital com o QR Code gerado pelo DENATRAN.

O PL surgiu após sugestão do cidadão

Andresso Magalhães, em conversa com o deputado Roberto Duarte.

“Procurei o deputado, pois acredito que ele é um dos únicos que luta pelas causas do povo. Ouvi ele falando na rádio sobre ICMS da energia solar e procurei para mostrar o PL sobre essa causa. Se o Detran não está imprimindo o papel desse documento, tem que pelo menos baixar essa taxa”, disse Andresso.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!