Conecte-se agora

Lei da Copa não vai permitir venda de bebidas nos estádios

Publicado

em

da Agência Brasil

A liberação da venda e o consumo de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol durante a Copa do Mundo e a Copa das Confederações não serão mais permitidos. A decisão foi tomada hoje na reunião dos líderes da base governista com o líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), e com o relator da Lei da Copa, deputado Vicente Cândido (PT-SP).

Agora, caberá ao relator retirar do texto da Lei Geral da Copa, em análise na Câmara dos Deputados, o artigo que libera a venda e consumo de bebidas nos estádios durante os eventos esportivos. Cândido disse que diante da decisão vai retirar o artigo do seu substitutivo a ser votado no plenário da Câmara, na próxima semana.

“Estamos entendendo que o governo não tem compromisso com esse artigo, não tem compromisso com a [Federação Internacional de Futebol] Fifa em relação à venda de bebidas nos estádios. Cabe a nós retirar do texto o dispositivo. Eu acho que fui induzido ao erro nesse item. Nesse caso, como é posição do governo e já havia várias rejeições, a base está achando melhor não encaminhar isso a voto”, disse Vicente Cândido.

O relator declarou ainda que na sua avaliação houve mudança de posição do governo, pois a orientação que vinha recebendo durante a elaboração do seu parecer era no sentido de liberar a venda de bebidas alcoólicas durante os dois eventos esportivos. “Estamos entendendo que houve mudança de posição do governo, a orientação anterior foi com a concordância do governo”.

Ao explicar a mudança de posição em relação à venda de bebidas nos estádios, o líder Arlindo Chinaglia disse que as lideranças entendiam que havia um acordo entre o Brasil e a Fifa para a liberação da venda de bebidas. “Havia dúvidas por parte de muitos líderes se o Brasil havia assumido um compromisso, ao trazer a Copa para o nosso país, que automaticamente haveria a autorização de venda de bebidas alcoólicas no estádios, até porque tem uma lei que proíbe. Hoje, ficou claro que o governo não assumiu esse compromisso”.

Chinaglia declarou ainda que a partir da constatação de que não havia o compromisso de liberação da venda de bebidas, fez um levantamento entre os líderes da base governista, e que praticamente, por unanimidade, eles se posicionaram contra a liberação da venda de bebidas. “A partir desta situação, no mérito todos os partidos se posicionaram contra a liberação da venda e consumo de bebidas alcoólicas”.

 

Cotidiano

Ex-mulher é presa como suspeita de mandar matar agricultor em Xapuri

Publicado

em

A Polícia Civil em Xapuri prendeu na manhã desta quinta-feira (1°) R.B.M., de 52 anos, ex-companheira de Francisco Campos Barbosa, de 57 anos de idade, o “Chico Abreu”, agricultor encontrado morto na zona rural de Xapuri com um tiro nas costas e marcas de espancamento e esganadura.

De acordo com a Assessoria de Comunicação da Polícia Civil do Acre, a mulher é acusada de ter tramado a morte do ex-companheiro em conluio com Benigno de Queiróz Sales, de 36 anos, que trabalhava como diarista para a vítima.

As prisões foram solicitadas pelo Delegado de Xapuri no inquérito que investiga a prática do crime de homicídio qualificado mediante pagamento ou promessa de recompensa.

O assassinato do colono ocorreu no dia 25 de novembro de 2022, mas o corpo só foi encontrado no dia 27 de novembro.

Segundo as investigações, a ex-mulher planejou a morte e mandou Benigno matar a vítima, que teria vultuosa quantidade de dinheiro em casa e após sua morte o valor seria dividido igualmente entre a mandante e o executor.

No dia 28, segunda-feira, Benigno foi preso por uma guarnição da Polícia Militar em Epitaciolândia quando chegava do local onde cometeu o crime.

O suspeito foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil daquele município e em seguida conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Xapuri, Unidade Policial que responsável pela investigação do caso, onde foi ouvido.

Após a prisão, a dupla foi transferida para o Complexo Penitenciário Francisco Oliveira em Rio Branco.

Continuar lendo

Cotidiano

Rutênio passa mal durante articulação das eleições da Mesa Diretora e precisa ser encaminhado ao PS

Publicado

em

O vereador Rutênio Sá (Progressistas), acabou passando mal durante as articulações das eleições da Mesa Diretora de Rio Branco nesta sexta-feira, 1, que tem os vereadores Samir Bestene (Progressistas) e Raimundo Neném (PSB), candidatos à presidência da Casa Legislativa.

De acordo com divulgado pelo presidente da Câmara, vereador N. Lima (Progressistas), o parlamentar precisou se retirar da sessão para ser atendido no Pronto-Socorro da capital.

Com a ausência do parlamentar, os demais vereadores buscam a antecipação da eleição antes da chegada de Rutênio.

Continuar lendo

Cotidiano

Raimundo Castro desiste e Samir Bestene é o novo candidato à presidência da Câmara

Publicado

em

O clima segue tenso nos bastidores da Câmara Municipal de Rio Branco nesta sexta-feira, 1, para a eleição para a nova mesa diretora do Parlamento Legislativo para o biênio 2023/2024.

As chapa de situação que deve concorrer ao pleito sofreu uma mudança de última hora, o então candidato à presidência, vereador Raimundo Castro (PSDB), decidiu recuar para o vereador Samir Bestene (Progressistas) assumir o posto de candidato a presidente da casa, com Castro de vice e Célio Gadelha sendo o primeiro-secretário. A articulação ocorreu na quarta-feira, 30, após pedido da direção do Progressistas.

A outra chapa que disputa o pleito tem o vereador Raimundo Neném (PSB) candidato à presidência e Hildegard Pascoal (UB) candidato a vice e Fábio Araújo (PDT) de primeiro-secretário.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia aperta cerco e prende envolvido em onda de assaltos na região de fronteira

Publicado

em

A força-tarefa do Sistema Integrado de Segurança Pública do Acre em ação na região dos municípios de Acrelândia e Plácido de Castro, a cerca de 100 quilômetros de Rio Branco, nas divisas de Rondônia e da Bolívia, já atinge resultados positivos.

A ação visa conter uma onda de assaltos que vêm ocorrendo na zona rural daqueles municípios, o roubo de veículos com sequestros relâmpagos de moradores. O clima de terror é tanto na área que famílias já abandonaram propriedades na região.

O cerco ao crime organizado vem sendo cuidadosamente realizado por uma força-tarefa das polícias Civil e Militar do Acre, com um patrulhamento diuturnamente nas estradas estaduais e nos ramais da região desde o dia 7 de novembro.

De acordo com as informações divulgadas pela Secretaria de Segurança (Sejusp), mais de 210 abordagens a veículos foram realizadas pela Polícia Militar ao longo de toda a madrugada, o dia e a noite da última terça-feira, 29.

“Posso dizer que nos últimos cinco dias o resultado foi excelente. Não tivemos mais nenhuma ocorrência neste período e vamos continuar assim, porque o patrulhamento não para e não tem prazo determinado para terminar”, afirmou o coronel Emílio Virgílio, diretor Operacional da PM/AC, em matéria da Agência de Notícias do Acre.

“Nossos esforços são para manter a integridade da população com a presença das forças policiais na região durante 24 horas, todos os dias. Com essas ações, asseguramos a presença do Estado, devolvendo a tranquilidade para as pessoas”, ressaltou o secretário de Justiça e Segurança Pública, coronel Paulo Cézar Rocha dos Santos.

Nesta quarta-feira, uma equipe da Sejusp, chefiada pela secretária-adjunta de Justiça e Segurança Pública, delegada Márdhia El-Shawwa Pereira, participou de uma reunião com comandantes e chefes das instituições de Segurança e representantes das comunidades de ambos os municípios. A pauta serviu para apresentar de que forma as ações estão sendo realizadas na região.

“Estaremos juntos aos moradores destes municípios, oferecendo nossa mão amiga e combatendo com veemência qualquer tipo de ilícito na região”, destacou a delegada.

Horas depois, uma ação integrada da Polícia Civil, Polícia Militar e Choque conseguiram efetuar a prisão de um suspeito de integrar a organização criminosa especializada em roubo de caminhonetes que vem atuando na região.

De acordo com o delegado Diones Lucas, de Acrelândia, o homem, que não teve a identidade divulgada por força da Lei de Abuso de Autoridade, está envolvido em pelo menos cinco dos roubos ocorridos recentemente.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.