Conecte-se agora

Enchente sai do controle e famílias precisam pagar transporte para sair de áreas alagadiças

Publicado

em

Jairo Carioca e Salomão Matos
da redação de ac24horas
jscarioca@globo.com

A coordenação da Defesa Civil já jogou a toalha. Não há equipes suficientes para atender as famílias que precisam ser retiradas de áreas alagadas no município de Rio Branco. Amanhã serão ampliadas para 30 as frentes de trabalho. Garis foram envolvidos na operação. Na entrada do bairro Taquari, hoje no final da tarde, muitos moradores entraram em desespero quando a chuva molhou seus pertences. Não há lona para cobrir os móveis de quem enfrenta filas de espera para ser transportado até o Parque de Exposições.

O senhor Francisco Antônio da Silva [foto ao lado], mostrou o colchão completamente molhado. Ele disse que desde a terça-feira que telefona para a Defesa Civil pedindo ajuda. A sua irmã é outra vitima de quem se aproveita da situação para ganhar um dinheiro extra. Dona Carla da Silva, pagou R$ 25 para poder transportar suas coisas.

– Além de enfrentar a falta de ajuda, a gente chega aqui e precisa esperar mais de 24 horas com os móveis na chuva por que o governo que gasta R$ 5 milhões com o Carnaval não tem lona pra ajudar a gente – disse Carla.

Há vários desalojados e desabrigados, mas o balanço oficial com o total de vítimas ainda não foi divulgado pela Defesa Civil. No parque de exposições é intensa a movimentação de trabalhadores construindo alojamentos improvisados. A chegada constante de novas famílias preocupa as autoridades da Defesa Civil.

A previsão é de mais chuva, segundo o Coronel Oliveira, a situação deve se agravar ainda mais. O nível do rio pode ultrapassar a cota do ano passado, de 16m16. No final da tarde o nível já era de 16m.

Em relação os proprietários de barcos particulares que estão cobrando até R$ 25 para retirar as famílias atingidas tendo em vista que a estrutura do Corpo de Bombeiros não é suficiente para atender a demanda, Oliveira lamentou dizendo que “tem muita gente que se aproveita da desgraça dos outros para lucrar. Estamos fazendo o possível e o impossível para ajudar a todos mas quanto a proibir particulares de cobrar pelo transporte infelizmente não podemos fazer absolutamente nada”, disse.

Uma das providências tomadas para inibir os saques nas residências abandonadas pelos moradores, a Policia Militar garantiu patrulhamento noturno.

Donos de embarcação cobram R$ 25 para fazer mudanças

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas