Conecte-se agora

Comunistas poderão comemorar candidatura de Perpétua ainda no carnaval

Publicado

em

Ray Melo,
da redação de ac24horas
[email protected]

A oficialização da candidatura de Perpétua Almeida (PCdoB), à prefeitura de Rio Branco poderá ser comemorada pela militância durante o período do carnaval deste ano. Foi o que o presidente do partido, Moisés Diniz deixou transparecer nesta terça-feira, 14, ao afirmar que a pré-candidatura da deputada federal estaria mantida e as definições aconteceriam numa reunião com a militância comunista, no fim de semana.

Nos últimos dias, os rumores sobre a possível entrega da liderança do governo Tião Viana, na Aleac, pelo deputado Moisés Diniz cresceram. Nas rodas de debates políticos, o assunto tem ocupado generosos espaços. Sobre a questão, Diniz disse que ainda não foi definida a entrega do cargo, mas dependendo das definições acordadas neste fim de semana, os cargos do PCdoB serão colocados à disposição do Governo do Acre.

Sobre a suposta definição da executiva nacional em manter a candidatura de Perpétua, mesmo que significasse o rompimento com o PT, o presidente do partido foi evasivo e destacou apenas que a determinação da direção nacional seria para que o PCdoB procurasse o fortalecimento e o crescimento, como partido. “As definições não ocorrerão de cima pra baixo, mas os líderes do PCdoB sempre buscarão o crescimento do partido”, afirmou Diniz.

No início desta semana o ex-presidente regional do PCdoB, Edvaldo Magalhães, que ocupa a secretaria de Indústria e Comércio, pasta considerada como estratégica na administração do governador Tião Viana (PT), viajou para o Peru. De acordo com informações da assessoria de Magalhães, ele passará 15 dias de férias. A viagem é repercutida nas rodas de conversa, como se o ex-deputado estivesse se ausentado para não participar da homologação da candidatura de Perpétua.

Bem humorado ao final da sessão desta terça-feira, na Aleac, o líder do governo, Moisés Diniz ao ser questionado sobre sua possível saída da liderança de Tião Viana, respondeu que se isso acontecesse, ele teria a indicação para um nome que poderá sucedê-lo. Segurando no braço de Astério Moreira (PRP), Diniz sinalizou com a possibilidade da mudança no cargo. “Mas não divulgue isso, se não posso ficar aborrecido”, disse entre risos, o deputado.

Segundo informações de pessoas ligadas ao PCdoB, os comunistas estariam ocupando 152 cargos na administração estadual. De acordo com o informante comunista, uma das imposições do governador Tião Viana, durante a reunião de apresentação do diretor do Deracre, Marcus Alexandre, como o pré-candidato seria que os partidos que não estivessem dispostos a apoiar o nome petista, teriam que entregar os cargos.

Para uma ala petista mais conservadora, a candidatura de Perpétua Almeida é vista como o reconhecimento pelos anos de fidelidade do PCdoB ao projeto político do PT. Se a decisão da candidatura da deputada comunista sair neste fim de semana, seu partido teria apoio de pelo menos três partidos que compõem a FPA. Além do apoio da aguerrida militância comunista, Perpétua contaria com o apoio de uma parcela significativa do PT.

Mesmo afirmando que ainda trabalha pela unidade da Frente Popular, Moisés Diniz não especificou se esta unidade seria em torno do nome de Marcus Alexandre ou da candidatura própria do PCdoB. “Sempre defendemos a unidade. Não será desta vez que faremos diferente. Temos a melhor candidata indicada pelas pesquisas e também achamos justo lutar pela cabeça de chapa, na disputa pela prefeitura de Rio Branco”, finalizou Diniz.

Acre

David Hall projeta gerar 80 mil empregos em 8 anos

Publicado

em

Candidato ao governo do Acre pelo AGIR, o professor David Hall levou seu coordenador de campanha, Kleber Miranda, à entrevista na TV Gazeta na tarde desta terça-feira (16). Ao jornalista Gabriel Rotta, Miranda apresentou a proposta do partido que conseguiu reunir uma equipe de candidatos considerados conectados com o projeto encabeçado por Hall.

A ideia central é desenvolver o estado do Acre 50 anos em apenas 8. “O AGIR tem um projeto claro, que pretende desenvolver o estado do Acre 50 anos em oito anos por meio do incentivo ao agronegócio, agricultura, fomentar nossa economia”, disse Kleber.

David Hall tem como vice-candidata ao governo a empresária liberal Jorgiene Carneiro. “Não tem estamos aqui para brincar de política. Nossos candidatos, a maioria, não tem carreira política. Hall não é filho de empreiteiro, ele é gente como a gente”, afirmou o coordenador.

Considerado um partido de Centro, os representantes do AGIR garantem ter um projeto voltado para o desenvolvimento econômico do estado. “Gerar 80 mil novos empregos no Acre é uma de nossas propostas. Incentivando a criação de novas empresas, trazendo novas empresas pro estado do Acre, incentivando a geração de empregos”.

Continuar lendo

Acre

Gladson escolhe a Baixada da Sobral para início da campanha

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas), candidato à reeleição, escolheu a Baixada da Sobral para dar início a sua campanha de reeleição nas eleições deste ano. O ato está marcado para a próxima quinta-feira, 18, à partir das 15h30.

“Convido a todos nesta quinta-feira, dia 18, às 15:30 horas na Baixada da Sobral. De coração aberto, que se sintam à vontade para quem quiser ir. Eu não quero fazer um evento para marcar a campanha obrigando as pessoas, já tivemos povo para fazer isso. É quando você anda em contato com o povo na rua e eu não quero fazer nada para que as pessoas se sintam obrigadas. As pessoas têm que ir por querer. Essa palavra é livremente espontânea”, disse o governador durante a gravação do programa eleitoral nesta terça-feira, 16.

Continuar lendo

Acre

“A gente vai estar junto a partir de 2023”, diz JV ao encontrar Lula

Publicado

em

O candidato ao governo do Acre, Jorge Viana (PT) cumpre agenda nesta terça-feira, 16, em São Paulo, e na oportunidade encontrou o ex-presidente Lula, candidato à presidência nas eleições de 2022. Em vídeo divulgados nas redes sociais, o petista do Acre afirmou que a militância do Acre está mobilizada para campanha. “A campanha começou hoje e estou aqui com nosso querido presidente Lula e estou informando a ele que no Acre nós estamos mobilizados”, disse.

Em prosa com Viana, Lula afirmou que a gestão JV no Acre é uma experiência bem sucedida. “Finalmente nós vamos poder dizer que estamos em campanha e poder pedir voto e eu tenho certeza que o povo do Acre sabe da competência do Jorge Viana como governador, senador. A experiência bem sucedida de quem conheceu o Acre antes do governo do PT e conhece o Acre hoje percebe a evolução que teve o Acre. Portanto eu penso que o povo do Acre vai mais uma vez eleger o Jorge Viana para governar o Estado do Acre”, disse a maior liderança do PT no país.

Em aparte, Viana afirmou que quando Lula foi presidente o Acre viveu o período mais próspero. “Eu tenho que dizer uma coisa. Foi o período de maior prosperidade porque o senhor estava na presidência, a gente fez um trabalho conjunto e se Deus quiser, o senhor vai tirar o Brasil desse sofrimento e o Acre também. A gente vai estar junto a partir de 2023”, frisou.

Para finalizar, Lula enfatizou que o povo do Acre pode ter certeza que caso ganhe a eleição, a parceria do governo federal e estadual será promissora. “O povo acreano pode ter certeza, se a gente ganhar as eleições, a gente vai fazer, o que nós já fizemos uma vez, fazer com o que o governo federal construa parcerias com os governos estaduais para que as obras aconteçam nos Estados e municípios que as pessoas moram. Então vamos ter que trabalhar muito. Se Deus quiser, vai dar certo, Jorge”, finalizou.

Veja o vídeo:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Acre

Candidatura “em cima da hora” atrasa início da campanha de Márcio

Publicado

em

A decisão de ser candidato ao governo pelo senador Márcio Bittar (União Brasil) nos últimos dias antes da convenção tem provocado atraso no início de sua campanha eleitoral.

A prova de que a candidatura do senador licenciado foi “em cima da hora”, é a de que Bittar chegou na convenção sem o nome do vice. Momentos antes da convenção é que a médica Georgia Micheletti, que seria candidata a deputada estadual, foi convidada e aceitou disputar a eleição como candidata a vice-governadora.

Enquanto os principais candidatos já colocaram seus “blocos” na rua com suas respectivas militâncias, Bittar não fechou a equipe de coordenação da campanha, nem divulgou seu material de publicidade até o momento e nem o jingle de campanha.

O ac24horas foi informado que até quarta-feira, 16, o candidato pelo União Brasil deve fazer apenas reuniões internas com apoiadores e somente a partir de quinta-feira, 18, é que a campanha de Bittar deve ganhar as ruas.

Márcio Bittar passou a cogitar ser candidato ao Palácio Rio Branco após a frustrada tentativa de emplacar sua ex-esposa, Márcia Bittar, como vice na chapa de Gladson Cameli. A agora candidata ao senado chegou a ser anunciada como vice, mas foi substituída pelo próprio governador que alegou uma suposta alta rejeição da ex-esposa de Bittar.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.