Conecte-se agora

SEAPROF volta a explicar atraso no pagamento de produtores

Publicado

em

Em nota assinada pelo secretário Lourival Marques, a Seaprof voltou atrás e disse que não deve produtores rurais. Ao contrário do que gravou ontem com a reportagem, o texto esclarece que o Estado não deixou de pagar nenhum produtor inserido no programa de aquisição de alimentos.

O documento confirma que os produtores rurais da Associação Verde é Vida entregaram seus alimentos em dezembro de 2011, como consta na denúncia feita pelo site. O secretário diz que no caso do arroz e farinha de mandioca, precisavam ser estocados com tratamento fitossanitário para manter esses produtos em boas condições de consumo. Ele não esclareceu por que deixou de pagar R$ 45 mil as dez famílias inseridas no programa.

Leia o documento:

Em atenção às inverdades noticiadas nesse site ac24horas em matéria com o titulo “Seaprof confirma atraso no pagamento de produtores” temos a esclarecer que em nenhum momento isso foi posto durante entrevista. O Governo do Estado não deixou de pagar nenhum produtor que estava inserido no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), modalidade Compra para Doação Simultânea, no ano de 2011 ou períodos anteriores.
Foi explicado que a Associação de Produtores Rurais Verde é Vida, Seringal Belo Horizonte e São Francisco do Espalha, através de seu presidente José Augusto da Cunha Ferreira, buscou o apoio da Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar Seaprof) em dezembro de 2011 porque já haviam entregue toda a cota estabelecida pelo PAA naquele ano, no valor de R$ 4.500,00 cada um dos associados, mas ainda havia um restante de produção, no caso arroz e farinha de mandioca que precisavam ser estocados com tratamento fitosanitário para manter esses produtos em boas condições de consumo.
Como é nossa função atender os produtores familiares em suas necessidades de organização da produção colocamos à disposição os serviços de transporte e armazenamento. Também esclarecemos que ficou acordado que neste ano de 2012 caso a Associação Verde é Vida garantisse a participação de seus associados no PAA, esses produtos já estariam prontos para serem entregues e, claro, posteriormente feito o pagamento.
Portanto, fica esclarecido que o Governo do Estado, através do PAA, não adquiriu produtos da agricultura familiar e deixou de realizar o devido pagamento aos agricultores. Informo que o volume de produtos que estão armazenados na unidade da Cageacre em Senador Guiomard é de 6.978 quilos de farinha e 850 quilos de arroz.
O Programa de Aquisição de Alimentos atende ao preceito de garantir o direito à alimentação das pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar, mas também visa promover o fortalecimento da agricultura familiar, a geração de renda no campo e a promoção do desenvolvimento local por meio do escoamento da produção para o consumo.
Além da garantia de compra do que é produzido, o Programa assegura ainda assistência técnica, com os extensionistas acompanhando de perto cada caso, orientando e programando a produção. Os produtores cadastrados recebem orientação dos técnicos da Seaprof, que ainda tem o papel de estudar a logística de distribuição.
A instituição Seaprof tem uma história de respeito e reconhecimento do trabalho de assistência e extensão rural que desenvolve junto aos agricultores familiares acreanos desde a década de 60.
Lourival Marques
Secretário de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar

Acre

Corpo de homem é encontrado carbonizado em Rio Branco

Publicado

em

Um homem ainda não identificado de aproximadamente 27 anos foi morto a golpes de faca e teve parte do seu corpo queimado na manhã deste domingo, 15, em uma área de mata localizada no km 3 do Ramal do Açude, na região do bairro Floresta Sul, em Rio Branco. O corpo foi encontrado por populares que passavam no local e estava em cima de um colchão dentro da mata pegando fogo.

A Polícia Militar foi acionada e isolou a área para os trabalhos do perito em criminalística. Inicialmente, o Perito Thiago Martins, identificou que os criminosos mataram a vítima a golpes de faca e em seguida jogaram gasolina e atearam fogo no homem.

O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos e identificação.

A polícia não soube informar a motivação do crime e no local nenhum morador quis falar sobre o ocorrido, pois a área dominada por uma organização criminosa e prevalece a lei do silêncio.

O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE) da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (DEIC).

Continuar lendo

Acre

Promotor diz que existe pretensão de tirá-lo do caso Jonhliane

Publicado

em

Nesta semana, o Cipódcast – programa do canal do YouTube Na Ponta do Cipó – teve como convidado o promotor de justiça Efrain Mendoza, que está à frente da acusação no julgamento dos acusados da morte de Jonhliane Paiva, caso de repercussão que irá a júri popular a partir da terça-feira (18) da próxima semana no Fórum Criminal situado na Cidade da Justiça, em Rio Branco.

Mesmo com o caso jurídico de grande repercussão não tendo sido considerado como a principal pauta da conversa ocorrida neste sábado (14), o assunto terminou por ter grande espaço dentro da entrevista, trazendo ao conhecimento do público alguns detalhes ainda desconhecidos a respeito da sessão do júri que é aguardada com expectativa.

Inicialmente, o representante do Ministério Público se referiu a uma altercação ocorrida por meio de matérias jornalísticas publicadas pelo ac24horas entre ele e a defesa de um dos acusados do caso Jonhliane. Efrain havia rebatido afirmações dos advogados de que o inquérito policial conduzido pelo delegado Alex Danny foi tendencioso.

Ao dizer que os advogados Helane Christina e Carlos Venícius Ribeiro, que representam o acusado Alan Araújo, difamaram e caluniaram o delegado com suas afirmações, Efrain tanto foi respondido pelos defensores quanto motivou uma nota pública veiculada pela Seccional Acre da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AC).

“Qualquer estudante de direito do segundo ano sabe muito bem o que é uma calúnia e uma difamação. Se não sabe é melhor ler (…). Agora se chega alguém para chamar o trabalho de um delegado de vergonhoso, tendencioso e imparcial está chamando ele de quê?”, questionou.

Sem dar detalhes muito claros, Efrain também disse durante o programa que imagina haver a intenção de parte da defesa de tirá-lo do caso. Segundo ele, um dos advogados “desonrou” seu pai em uma das audiências, fazendo perguntas a um dos réus sobre o passado do genitor do promotor, que foi um médico muito conhecido no Acre.

“Fazer referências a um familiar do promotor de justiça, ofender a honra. A honra do meu pai foi ofendida, está nos autos e eu espero não ter que utilizar isso. Talvez seja um meio de me desestabilizar ou procurar com que eu saia do caso. Se eu sair do caso, vai entrar outro melhor, com toda certeza”, advertiu.

Em mais de duas horas de conversa, Efrain lembrou da sua infância em Xapuri, falou sobre a missão de promover justiça, explicou detalhes de como funciona o júri, rememorou casos de crimes marcantes e bizarros nos quais atuou e disse que já chegou a chorar durante uma exposição oral, mas garantiu que nunca fez teatro durante um julgamento.

Confira, a seguir, o Cipódcast desta semana.

video

Continuar lendo

Acre

Motociclista tenta fugir da PM e acaba preso com droga na capital

Publicado

em

Uma ação rápida dos Policiais Militares da Força Tática do 1° Batalhão resultou na prisão de Jerry Messias de Araújo, de 47 anos, na noite deste sábado, 14, pelo crime de tráfico de drogas, desobediência e direção perigosa. A prisão aconteceu na Avenida Ceará, no Centro de Rio Branco.

Os Policiais Militares estavam fazendo patrulhamento tático pela avenida quando avistaram um homem em fuga em uma motocicleta Yamaha YS 150 Fazer, de cor preta, aparentando está com uma arma de fogo. Quando o homem avistou os policiais, acelerou a moto, entrou na pista contraria na tentativa de fugir, porém o motociclista perdeu o controle da direção colidiu contra um outro motociclista e caiu da moto.

Foi feito a abordagem e em posse de Jerry foi encontrado 4 tabletes de skunk. Foi dada voz de prisão e Jerry foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Continuar lendo

Acre

Marido revela que trai esposa e é ferido a golpes de terçado

Publicado

em

Uma bebedeira entre casal terminou com Nilsomar Melo, de 44 anos, ferido a golpes de terçado na noite deste sábado, 14, dentro de um residência localizada na Vila Manoel Marques, no km 14, da rodovia AC-90, Transacreana, na zona rural de Rio Branco.

Segundo informações da Polícia, a esposa Marluce Lopes Ferreira, de 45 anos, e o esposo estava bebendo na casa, quando Nilsomar revelou que tinha a traído com outra mulher e começaram uma discussão. Nilsomar deu dois tapas no rosto de Marluce, que se irritou, tomou posse de um terçado e desferiu dois golpes que atingiram o ombro de seu marido.

Após ferir Nilsomar, Marluce pediu ajuda em um vizinho que acionou a ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e encaminharam Nilsomar ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

A Polícia Militar esteve no local e encaminhou Marluce à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!