Conecte-se agora

Um mês depois, família ainda procura por corpo de estudante que sumiu após mergulho no rio

Publicado

em

Luciano Tavares,
da redação de ac24 horas
lucianotavares.acre@gmail.com

“Rapaz desaparecido nas águas do Rio Acre. Se alguém encontrar o corpo, por favor, entrar em contato pelo telefone: 9238-7100 ou 3229-1384”. O aviso foi colocado em um dos pilares da ponte metálica de Rio Branco, pela família de Max Diego da Silva Lacerda, 19 anos, que sumiu na madrugada do dia 24 de dezembro, do ano passado nas águas do rio Acre.

O rapaz era balconista e estudante e se preparava para o vestibular. Seu pai, Manoel Oliveira Lacerda, não consegue explicar como o filho desapareceu de forma tão misteriosa.

Baseado em relatos de um amigo que estava com a vítima e de outras pessoas, ele diz que Diego estava em um bar em frente ao Calçadão da Gameleira, quando por volta da 2h da madrugada resolveu, junto com o amigo, descer o barranco do rio, onde se sentou por alguns minutos e depois, sem dizer nada, entrou no rio e desapareceu nas águas entre a ponte metálica e a passarela Joaquim Macedo.

“Não sei o que aconteceu, se foi bebida, droga ou se alguém o furou… Não sei, não sei”, diz o pai emocionado.

Depois de vários dias de busca, bombeiros mergulhadores tiveram que suspender os trabalhos por não ter encontrado o corpo do rapaz.

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas