Conecte-se agora

Gestores de Cruzeiro do Sul consideram 2011 positivo e prevêem crescimento para 2012

Publicado

em

Neto Vitalino,
de Cruzeiro do Sul-Ac

O Prefeito Vagner Sales, avaliou o resultado do conjunto de ações realizadas ao longo do ano de 2011. Em companhia do seu vice, Mazinho Santiago, Sales também fez uma projeção do seu último ano a frente da Prefeitura de Cruzeiro do Sul. Na sua avaliação, este ano foi altamente positivo. Um ano com muitas realizações, cumprimento de metas e economia. Esse foi o resultado de 2011 e é este o cenário esperado para 2012.

 Na avaliação do prefeito, 2011 foi um ano de grandes resultados, e que em 2012, apesar do cenário ser favorável com muitos investimentos e crescimento, caberá a cada setor buscar valorizar cada centavo e economizar, ajudando dessa forma a aplicação de recursos em contrapartida ao grande volume de obras que estarão sendo iniciadas no novo ano.

Três anos de administração

O prefeito explicou que não dá para avaliar apenas o ano de 2011. Uma Administração tem que ser planejada. Pra isso é preciso recorrer aos anos anteriores. Vagner Sales explicou sobre o desafio de planejar e executar as ações num município onde não dá pra contar com o auxilio do Governo do Estado e todo o esforço é voltado para o apoio da bancada federal. “Quando pegamos o município ele estava destruído, sem recursos institucionais  de arrecadação e nem das emendas de bancadas. No Acre e em muitos municípios do nosso pais, ninguém consegue administrar sem o auxilio dos recursos externos”, disse.

Verbas federais

Vagner se diz feliz com a capacidade de superação das dificuldades e confiante que 2012 será um ano de muitas realizações. Para ele, o bom gestor é aquele que consegue mostrar uma administração positiva dentro das dificuldades. Ele destacou o apoio fundamental dos deputados e senadores do estado e a força política do seu partido, para que o município saísse do vermelho e alcançasse uma posição de destaque dentro do cenário político-administrativo acriano. Quando Vagner assumiu a prefeitura o município tinha apenas pouco mais de um milhão em verbas federais. No primeiro ano da administração esse número foi elevado para 15 milhões, no segundo para 17 e agora para cerca de 20 milhões. “É com esse esforço que temos conseguido conduzir nossa administração. É assim que nós acreditamos que 2012 vai ser um ano muito melhor. Temos tido um apoio marcante dos nossos parlamentares, dos ministros do nosso partido, e da própria Presidente Dilma que tem sido muito generosa com Cruzeiro do Sul. Graças a Deus não temos tido dificuldades para liberar os nossos recursos em Brasília. Quando eu me propus a ser candidato foi com o sentimento de amor e pensamento de bem servir o nosso povo.” disse ele. Segundo Vagner já dá pra fazer uma comparação entre o que era e o que é Cruzeiro do Sul em termos de recursos.

Parcerias

Vagner afirmou ser um gestor voltado as parcerias. Ele lamentou que nesses três anos o Governo da Frente Popular simplesmente tenha ignorado a atual administração, sem o estabelecimento de nenhum convênio ou parceria com o município. Para ele uma das piores coisas que um governo pode praticar é a supressão de liberdade. Sales disse que a falta de democracia, a arrogância e a prepotência com que o estado tem sido dirigido, assusta não só a classe política, mas também a própria população. “Eu costumo dizer que Cruzeiro do Sul também é Brasil. Nós temos um Governo Federal que investe aqui. Investe na ponte, na BR 364, na maternidade. Agora Cruzeiro do Sul parece que não pertence ao Estado do Acre. Porque os investimentos do Governo do Acre são limitados. Dificilmente nós iremos ver nesses treze anos de administração do PT, obras construídas com recursos próprios do Governo do Acre. E o estado tem recursos pra isso. São mais de quatro bilhões de reais por ano, recursos que ficam concentrados na capital do estado. Até parece que Rio Branco não tem prefeito”, destacou ele. Um exemplo citado por Vagner Sales é a questão das alagações em Cruzeiro do Sul. Nesses três últimos anos em nenhum momento o Governo do estado ofereceu qualquer tipo de apoio para a retirada das famílias afetadas pela cheia do rio. O próprio município teve que, a duras penas dar o acolhimento o quem teve sua casa alagada. Segundo o prefeito até mesmo na hora de contemplar famílias com as casas construídas com recursos do Governo Federal, o Governo do Estado se deu ao trabalho de consultar o Corpo de Bombeiros ou a Secretaria de Assistência Social do Município que possuíam cadastros das famílias mais atingidas pela cheia e, naturalmente as primeiras que deveriam ter sido contempladas, saindo das áreas mais atingidas todos os anos, pela cheia do rio. Sales considera uma falha muito grave do governo em não considerar essas informações que mesmo assim foram encaminhadas ao setor competente para conhecimento.

Câmara de Vereadores

O prefeito fez menção ao apoio recebido pela Câmara de vereadores de Cruzeiro do Sul.  Segundo ele a relação com os vereadores tem siso a melhor possível. “Temos tido um bom entendimento com os nossos representantes na câmara de vereadores. Temos respeito por cada um porque assim como eu, foram eleitos pelo nosso povo. Mesmo os de oposição tem tido uma ação responsável, e nós queremos fazer sempre um trabalho que garanta a valorização dos nossos vereadores”, disse o prefeito.

Trabalho de equipe

Em sua entrevista o prefeito mencionou que um trabalho como esse de administrar não se faz sozinho. É preciso o apoio de uma equipe competente que dê suporte para que as ações aconteçam e os benefícios cheguem a todos os recantos do município. Vagner disse que o sucesso da administração está exatamente na existência de pessoas que zelam e tem responsabilidade com a administração, dando tudo de si, para fazer cada vez mais e melhor. Pelo que fez até aqui Vagner se diz uma pessoa realizada. “Agradeço o empenho de cada secretário e sua equipe de trabalho. Se hoje estamos construindo uma nova Cruzeiro do Sul é porque tenho o apoio de cada servidor público e  dos deputados federais. Estamos buscando fazer a diferença, empregando cada centavo do dinheiro público em benefícios para o nosso povo, seja no centro, nos bairros da cidade ou na zona rural do nossa cidade”, disse o prefeito.

Acre

Acre registra dois novos casos e mais uma morte por Covid-19

Publicado

em

Em boletim divulgado na tarde desta quinta-feira, 23, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), informou o registro de dois novos casos de infecção por coronavírus e mais uma morte pela doença, elevando o número de infectados para 87.934 e de morte para 1.836.

Até o momento, o Estado registra 248.003 notificações de contaminação pela doença, sendo que 160.024 casos foram descartados e 45 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 85.917 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 13 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

O óbito registrado foi da moradora de Epitaciolândia, J.B.S.C., de 21 anos, que deu entrada no dia 23 de agosto, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), e faleceu no dia 21 de setembro.

Continuar lendo

Acre

MPF cobra mais acessibilidade no aeroporto de Rio Branco

Publicado

em

O Ministério Público Federal (MPF) no Acre oficiou a superintendência do Aeroporto Internacional de Rio Branco com prazo para a tomada de medidas que melhorem as condições de embarque e desembarque de passageiros com deficiência ao utilizarem as instalações e facilidades do aeródromo.

Segundo o procurador regional dos Direitos do Cidadão, Lucas Costa Almeida Dias, a medida faz parte de ação coordenada pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), que propõe a apuração das condições de acessibilidade de passageiros com necessidades de assistência especial no embarque e desembarque nos aeródromos brasileiros.

O MPF elaborou relatório circunstanciado sobre as condições de acessibilidade no Aeroporto Internacional de Rio Branco e constatou falta de sinalização tátil nas dependências do aeroporto para pessoas com deficiência visual, bem como ausência de adequação às normas técnicas dos blocos do piso tátil existentes.

Além disso, foi constatado que as companhias áreas não dispõem de equipamentos suficientes que auxiliem os passageiros no embarque e desembarque, como cadeiras motorizadas, equipamento de ascenso e descenso, rampas de acesso as aeronaves, pontes de embarque/desembarque.

Também foi detectado que falta fiscalização na parada de veículos na via pública de circulação do aeroporto, de modo que os motoristas ocupam as vagas reservadas para PCD ou bloqueiam o acesso às rampas, bem como as calçadas e vias de acesso estão deterioradas, e apresentam, além de rachaduras, obstáculos como valas a céu aberto e tampas elevadas que podem acidentar os transeuntes, sobretudo as pessoas com deficiência.

Outras falhas elencadas no relatório do MPF são o número insuficiente de assentos reservados às PCDs no terminal de desembarque, bem como a existência de apenas um caixa eletrônico de autoatendimento bancário destinado ao uso geral de passageiros, de maneira que, para a PCD realizar o autoatendimento no terminal precisa contar com a ajuda de terceiros, o que fragiliza a sua segurança. Além disso, nenhuma das companhias aéreas possui balcões adaptados para atendimento acessível e não existe fraldário adulto no saguão, ou nas salas de embarque/desembarque do aeroporto.

O MPF questiona à superintendência do aeroporto quais medidas serão adotadas para sanar as irregularidades apontadas no relatório técnico e garantir a acessibilidade às pessoas com deficiência, além de pedir que seja encaminhado cronograma detalhado dessas atividades, com prazo máximo de seis meses para execução.

Continuar lendo

Acre

Desocupação no Acre segue entre as 10 maiores do país

Publicado

em

A taxa de desocupação do Acre no 2º trimestre deste ano ficou em 15,9% da população em idade de trabalhar, percentual que o coloca na 9ª posição entre os Estados e em nível superior à média brasileira (14,1%).

Os dados constam do boletim periódico do Instituto Jones dos Santos Neves, que realiza estudos para o Governo do Estado do Espírito Santo. Na PNAD Contínua divulgada em 31 de agosto de pelo IBGE, a desocupação no Acre era a 8ª maior do País. O ranking era liderado por Pernambuco nos dois estudos.

Consideram-se desocupadas, aquelas pessoas sem trabalho, na semana de referência da pesquisa, que tomaram alguma providência efetiva para consegui-lo no período de referência de 30 dias e que estavam disponíveis para assumi-lo na semana de referência.

Consideram-se, também, como desocupadas as pessoas sem trabalho na semana de referência que não tomaram providência efetiva para conseguir trabalho no período de referência de 30 dias porque já haviam conseguido trabalho e que iriam começar após a semana de referência.

Continuar lendo

Acre

Acre registrou 3.085 focos de incêndios em setembro, diz Inpe

Publicado

em

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) apontam que o Estado do Acre registrou, somente nos primeiros 20 dias de setembro, 3.085 focos de incêndio. Já os números desde o dia 1° de janeiro mostram que foram registrados 6805 focos nos 22 municípios acreanos.

Segundo os dados do Inpe, o total é o maior dos últimos 16 anos. O instituto mostrou que os municípios que realizaram maiores índices de queimadas, nos últimos 9 meses, foram Feijó e Tarauacá.

Já na região norte, foram contabilizados mais de 11 mil focos de calor. A Amazônia brasileira registrou em agosto de 2021 mais de 28 mil focos de queimadas —o terceiro pior resultado para o período nos últimos 11 anos. Os números, disponibilizados pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), só ficaram atrás dos registrados em 2019 e 2020, os dois primeiros anos do governo de Jair Bolsonaro (sem partido).

Os incêndios no bioma costumam estar associados ao desmatamento. O fogo é usado para queimar a vegetação derrubada — e que foi deixada secando— e para limpar pastos.

O recorde de incêndios para agosto aconteceu há dois anos, quando foram mais de 30 mil focos de queimadas na região.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas