Conecte-se agora

Vereador do PP sugere criação de CPI para investigar obras do PAC em Rio Branco

Publicado

em

Tinha tudo para ser uma sessão com espírito natalino, mas no primeiro  encontro da semana  entre os  vereadores de Rio Branco, imperou a briga de egos e a troca de acusações entre oposição e situação.

O estopim para a “briga”foi aceso pelo vereador Alisson Bestene (PP), que criticou a postura da mesa diretora em transferir a data da ida do presidente do SAERB aquela casa, sem comunica-lo. Bestene se sentiu desprestigiado e disparou contra a mesa diretora, que hoje foi presidida pelo vereador Rodrigo Pinto (PMDB).

“Aqui tem que se respeitar os requerimentos, as datas e os prazos. Mudaram a data do meu requerimento sem me comunicar, isso é desrespeitar também o regimento interno”, queixou-se.

Como o tema era crítica, Luiz Anute aproveitou para criticar a postura dos secretários municipais, que segundo ele, não atendem os vereadores e nem respondem os requerimentos. Citou como exemplo um questionamento onde pedia que a prefeitura informasse o número e a localização das áreas verdes ocupadas no município de Rio Branco.

“Quarenta e cinco dias depois do prazo para resposta, me enviaram um mapa colado em uma folha de papel. Isso aqui eu imprimo na internet. Que falta de consideração. Aliás nessa equipe da prefeitura ninguém respeita essa casa”, disparou Anute.

Rodrigo Pinto, que presidia a sessão rebateu as criticas de Alisson Bestene e disse que não admitia os questionamentos por entender que a alteração nada data do requerimento foi processada pela mesa diretora quando ele não era presidente, e por isso sentiu-se injustiçado.

“Se existe ingerência nessa mesa diretora não é da vice presidência. Vamos colocar na balança os vereadores que realmente trazem benefícios para a população”, disse ele.

 CPI contra obras do PAC – Ainda na mesma linha de ataque, Alisson Bestene disse que vai apresentar ainda este ano, pedido de abertura de CPI para investigar os impactos causados pelas obras do PAC na capital do Acre. Para ele, o trabalho que deveria melhorar a qualidade de vida  da população tem surtido efeito contrário, dando como exemplo o caso do bairro Boa Uniao que ficou inundando depois de uma chuva. No local a prefeitura executa obras com recursos do PAC.

Jairo Barbosa – [email protected]
De Rio Branco para ac24horas.com

Acre

Avô do presidente da OAB/AC morre aos 88 anos em Rio Branco

Publicado

em

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil/Seccional Acre (OAB/AC), Érick Venâncio, comunicou em rede social nesta quarta-feira, 27, o falecimento de seu avô, Valderi Nogueira Lima, aos 88 anos, na capital acreana. Valderi atuou grande parte da vida como comerciante em Rio Branco.

O velório ocorre no cemitério Morada da Paz, mesmo local do enterro,  que deve ser realizado às 17 horas desta quarta-feira.

Venâncio homenageou o avô com um emocionante texto ao lembrar que seu Val foi seu segundo pai. “Quando acordei hoje às 4:48h e vi a mensagem da minha mãe, mais um pedaço de mim se foi. Val não resistiu e foi pra luz!”.

Erick lembrou que sempre foi tratado como um filho caçula na casa do avô. A homenagem também teve espaço para lembrar da preocupação do avô com o fato de Erick por ser advogado não ter “ordenado” mensal. ”Porque o Erick não tem um emprego (rsrs… pra ele tinha que ter emprego, com “ordenado” no final do mês).

O neto lembrou de um gesto diário do avô que só foi interrompido após o agravamento da doença.  “Por muito tempo teve um gesto singelo, mas que demostrava todo o seu amor e carinho. Passar pela minha casa e deixar pendurado no portão ou na maçaneta da porta uma sacola com pão fresquinho. Isso só cessou quando o Parkinson se impôs e lhe tomou o comando dos movimentos. Depois, lhe foi tirada a lucidez e nessa madrugada, como num sopro, a vida”.

Continuar lendo

Acre

Governo inaugura reforma da Secretaria de Planejamento

Publicado

em

Na manhã desta quarta-feira, 27, o governador Gladson Cameli (Progressistas) participou da cerimônia de entrega da reforma da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), em frente ao Palácio Rio Branco. O ato contou com a entrega de presentes a oito servidores efetivos do Estado.

De acordo com a assessoria do governo, essa é primeira intervenção, desse tipo e dessa amplitude, no imóvel em questão, após sua inauguração, que visa trazer mais conforto aos cidadãos que utilizam os serviços oferecidos. A obra teve investimento no valor de R$ 6.323.767,09 (seis milhões, trezentos e vinte e três mil setecentos e sessenta e sete reais e nove centavos).

O servidor Wilson Araújo, com 51 anos de serviços prestados ao governo, teceu elogios ao governador Gladson Cameli e ao secretário Ricardo Brandão pela reforma do prédio. “Eu vou me aposentar, mas quero pedir que vocês zelem por isso aqui, não coloquem os pés na parede e nem joguem nada no chão”, disse.

O chefe do executivo acreano, Gladson Cameli, aproveitou a oportunidade para anunciar o pagamento do salário dos servidores públicos. “Quero dizer que já mandei antecipar o pagamento do salário dos servidores públicos. Quando digo que quero ser o governador do servidor público é porque vocês fazem essa máquina andar”, comentou.

Cameli frisou que a obra, além de trazer conforto, será de suma importância para dar andamento aos trabalhos do governo. “É aqui no planejamento que sai as grandes obras da gestão. Vamos cuidar desse estado, nos unir e corrigir o que tem que ser feito”, declarou.

Já o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), fez uso do dispositivo para dizer que a postura do governo é de valorização ao servidor público. “A reforma ficou bem-feita e belíssima. Com isso, quem ganha são os servidores e os arquitetos que participaram da construção da obra. Tenho certeza que os funcionários que atuam aqui irão cuidar com muito carinho”, relatou.

O secretário de planejamento e gestão, coronel Ricardo Brandão, agradeceu a oportunidade do governo em proporcionar esse momento aos servidores. Brandão fez questão de relembrar os gestores anteriores pelo trabalho de reforma. “Quero agradecer aos trabalhadores da casa que apoiaram essa iniciativa. Eu recusei duas propostas para assumir o órgão. Esse foi um grande presente e me sinto honrado por fazer parte dessa equipe”, explicou.

O deputado estadual José Luis Tchê (PDT) relembrou como era o antigo prédio na década de 80, quando chegou ao Acre. Segundo ele, o governo acertou na iniciativa da obra. “Cuidem desse prédio, ele é de vocês”, ressaltou.

Com a reforma, o governo realizou a instalação da Sala de Acolhimento ao Servidor Público, que é o espaço físico destinado ao novo serviço oferecido pela SEPLAG aos servidores públicos do Estado do Acre, que consiste em um atendimento diferenciado, humanizado, eficiente e desburocratizado para que o servidor possa resolver as questões do dia a dia. O serviço será prestado por uma equipe treinada pela secretaria nos moldes da política de atendimento do estado, os mesmos utilizados nas unidades OCA.

Além disso foi feito a instalação da Central de Monitoramento, que é um ambiente físico, que se torna parte da estrutura da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão – SEPLAG e a Central de Monitoramento será operada pelas equipes dos Departamentos de Planejamento Governamental – DEPLAG e Estudos, Pesquisas e Indicadores – DEEPI. “A partir desse momento passaremos a realizar um serviço de qualidade. Nesse período eu pude observar o quão é difícil os servidores terem seus direitos atendidos. Agora com a sala de atendimento ao servidor isso vai melhorar”, ressaltou Brandão.

Estiveram na solenidade, o Secretário de Segurança, coronel Paulo César, o Secretário de Meio Ambiente, Israel Milani, o presidente da Fundação Hospitalar do Estado do Acre (Fundhacre), João Paulo Silva, a procuradora do Ministério Público, Kátia Rejane, o deputado estadual José Bestene, o deputado Luiz Tchê, o deputado estadual Luiz Gonzaga, o deputado estadual e líder do governo, Pedro Longo e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Nicolau Júnior.

Continuar lendo

Acre

BR-364 ficará fechada por tempo indeterminado, diz líder de protesto

Publicado

em

A fila de carros só aumenta nos dois sentidos da BR-364, na barreira montada na rotatória que dá acesso aos municípios de Cruzeiro do Sul e Rodrigues Alves, no Vale do Juruá. O tráfego de veículos foi interrompido às 5h30 da manhã desta quarta-feira, 27, e segundo as lideranças do Movimento Pró-Ponte, deverá entrar pela noite.

“Estamos prontos para pernoitar aqui com essa barreira  até que a bancada federal e o governo do Estado dê atenção à necessidade urgente para a construção da ponte sobre o Rio Juruá, em Rodrigues Alves. O governo vai fazer pontes em Brasiléia, Xapuri, Sena e a 5° de Rio Branco e para cá só discurso e promessa”, disse o coordenador do ato, Ralph Fernandes, lembrando que a falta de ponte já resultou em morte de pacientes, perda de empregos e assaltos.

“Paciente já morreu aqui esperando a balsa para a travessia para ir pra Cruzeiro do Sul. Pessoas que moram em Rodrigues e trabalham em Cruzeiro e vice-versa, já perderam empregos por causa da demora na travessia e assaltos já aconteceram quando nossos universitários ficam esperando pela balsa nos dois lados”, recorda.

As empresas de ônibus fizeram o transbordo de passageiros que se deslocavam entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul, nas proximidades da Estrada Variante.

O gerente comercial da empresa Transacreana, Francisco Virgulino, destaca que já cancelou a saída de um ônibus de Cruzeiro para capital no período da manhã. “Vamos acompanhar o desenrolar dos acontecimentos para decidir sobre os novos deslocamentos de modo a não prejudicar nossos passageiros”, pontua.

O agricultor Sérgio Souza,  que transportava farinha do Ramal 2 na BR-364 para vender em Cruzeiro do Sul e por causa da barreira,  não consegue passar, reclama do fechamento da rodovia.

“Eu ia vender a farinha pra comprar comida e levar pra casa e ia também atrás de um remédio para meu pé que está machucado. Agora não vou vender e talvez tenha que dar a farinha para pagar a Toyota que trouxe e gente e vai levar de volta. De todo jeito pra nós foi prejuízo”, reclamou.

Continuar lendo

Acre

Petecão trata da filiação do presidente do Senado ao PSD

Publicado

em

O senador Sérgio Petecão (PSD) usou as redes sociais nesta terça-feira, 26, para compartilhar o registro de uma reunião da bancada do PSD para tratar da filiação do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, na sigla.

O presidente do Senado se filia ao PSD nesta quarta-feira, 27, no Memorial JK, em Brasília (DF).

“Diante da situação que o nosso país se encontra, precisamos construir uma candidatura sólida, que atenda os anseios da população”, afirmou.

Estiveram presentes o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, o governador do Paraná, Ratinho Júnior, os senadores Carlos Fávaro (MT), Antonio Anastasia (MG), Lucas Barreto (AP) e o prefeito de Macapá, Dr. Antônio Furlan.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas