Conecte-se agora

Blitz não é para comunista: Perpétua Almeida acaba com blitz da PM após ter carro abordado por policial

Publicado

em

O blog dos policiais militares do Acre, 04 de Maio divulgou nesta segunda-feira, 05, uma nota informando que a deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB) teria supostamente acabado com uma blitz da operação Álcool Zero, ao ter o veículo abordado na madrugada de domingo, 04, na Via Chico Mendes, no Segundo Distrito da capital.

Segundo a página dos militares, ao ter seu carro parado, Perpétua Almeida teria tentado impedir que seu motorista realizasse o teste do etilômetro, popularmente conhecido como “bafômetro”. De acordo com a publicação, os policiais teriam exigido ainda, o documento do motorista (Carteira Nacional de Habilitação) e o do veiculo.

Os policiais que participavam da ação policial teriam percebido um comportamento estranho do condutor e solicitaram que o suposto motorista de Perpétua Almeida fizesse o teste do bafômetro. O exame não teria identificado presença de embriaguez e despertou a fúria da deputada federal, que teria esbravejar os policiais.

Ainda segundo o blog do militares, Perpétua teria dito que o fato de ter o carro parado depois da identificação dela como parlamentar seria uma afronta ao poder legislativo e que este tipo de fato não poderia acontecer com autoridades. Minutos depois da liberação do carro da deputada, a operação teria sido cancelada por ordem superior.

Para os militares, o caso mostra que o acesso a determinados poderes fazem com que os políticos se achem acima da lei, gozando de determinados privilégios que cidadãos comuns não têm. Os militares responsabilizam o governador Tião Viana (PT) pela ordem de colocar encerrar a blitz Álcool Zero. “Nesse caso, a operação foi cancelada com apenas uma ligação”, dizem os militares.

Posição de Perpétua – Perpétua colocou no twitter que entende que as blitz devem ser feitas no final das festas e não no início. A fila era quilométrica. A blitz atrasava a entrada. “Portanto amigo, o resto é delírio, mesmo porquê o motorista da Perpétua é proibido de beber em serviço e se bebesse ela seria a primeira a defender o bafômetro. Não conheço outra pessoa tão empenhada em cumprir regras como ela”, respondeu a assessora Angélica Paiva.

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas