Conecte-se agora

Moradores da Vila Acre, rejeitam obra de abastecimento de água

Publicado

em

“Gostaria que vocês visitassem o bairro Vila Acre, que está num verdadeiro descaso. As ruas não estavam boas, os moradores

Rua Assis Brasil ficou intrafegável

compraram barro e aos poucos foi melhorando. Dava para trafegar. Já nesta semana o DEAS [Depasa] entrou no bairro encanando as ruas e passando máquina, sem barro e sem piçarra em pleno inverno. Deixando desta forma nossa situação em péssimas condições. SOS ao bairro, precisamos de no mínimo respeito por parte do poder público”, Mayane Vitória.

O e-mail acima enviado à redação do ac24horas deixa claro como estão indignados os moradores do Bairro Vila Acre, localizado no Segundo Distrito de Rio Branco. A prefeitura investe cerca de R$ 4,5 milhões na ampliação da rede de abastecimento de água, obras que se estendem aos bairros Santo Afonso e Dom Moacyr. Além das condições em que a empresa vencedora da licitação está deixando as ruas, os moradores da Vila Acre alegam que não precisam dos investimentos.

– Isso mesmo, o governo deveria levar água para quem não tem, aqui nessa região toda até chegar a Senador Guiomard, os mais leigos sabem que existe um dos maiores lençóis de água. A nossa água é mineral! Não precisamos de água do governo – acrescentou Vitória.

Assim como ela, os moradores das ruas Seringueiro e Assis Brasil, mais prejudicados com as obras de ampliação da rede, pensam a mesma coisa. Dona Maria de Nazaré disse que nunca perguntaram se eles queriam receber água encanada. Ela critica a ação do governo.

– Era melhor o governo investir em calçadas, praças e ruas para nossas crianças brincarem e andarem. Água nós temos em abundância, graças a Deus! – exclamou a dona de casa.

A empresa continua rasgando as ruas principais da região tirando asfalto e deixando barro que misturada às chuvas do início do inverno, provoca muita lama e transtornos que estão deixando os moradores revoltados. Alguns não guardam os carros nas garagens por que as ruas não oferecem trafegabilidade.

– Sem contar que o caminhão de lixo deixou de entrar nas ruas, já que não existe condições de trafegabilidade – concluiu Vitória.

Na Rua Assis Brasil, a reportagem flagrou moradores fazendo adjuntos para tampar os buracos e assim conseguirem entrar nas suas casas. Durante a tarde de ontem, tentamos sem sucesso falar com a gerência do Depasa em Rio Branco. No escritório da empresa que executa os serviços do Programa de Aceleração do Crescimento, nenhum responsável foi encontrado para falar sobre o assunto.

Jairo Carioca – da redação de ac24horas
jscarioca@globo.com

 

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas