Conecte-se agora

Sanderson lança novo livro

Publicado

em

Cotidiano

Polícia Civil prende mentor de facção condenado a 16 anos por assalto majorado

Publicado

em

Depois de várias tentativas, investigadores do Grupo Especial de Capturas da Polícia Civil (GECAPC) prenderam na tarde desta quarta-feira (22), na periferia da capital, A.O.S., tido como mentor de uma facção criminosa, condenado a 16 anos por assalto majorado, que estava na condição de foragido. Na manhã desta quinta, ele foi levado ao presídio, onde começou cumprir sua pena em regime fechado.

Em 2019, A.O.S integrava uma facção criminosa responsável por dezenas de assaltos a casas comerciais na capital. Ele visitava os locais que deveriam ser assaltados e usava um Chevrolet Classic de sua propriedade para transportar os membros da quadrilha, da qual também tomava parte Jeferson Saraiva de Lima, morto na semana passada em um assalto na rua Campo Grande, no bairro João Eduardo.

Recentemente, investigadores foram informados de que ele estaria escondido em uma propriedade na Rodovia AC-40, para onde os policiais se deslocaram. Depois de percorrer alguns quilômetros, foram avisados que ele tinha saído para a cidade. O acusado já estava se preparando para fugir quando foi encurralado e preso.

Continuar lendo

Cotidiano

Etapa final do circuito junino começa nesta sexta com prêmio de R$ 8 mil para vencedor

Publicado

em

A última etapa do 14° Circuito Junino de Rio Branco será realizado entre os dias 24 a 26 de junho no estacionamento do Arena da Floresta, região do Segundo Distrito da capital.

Na última noite de evento acontecerá a apuração ao vivo e premiação das quadrilhas campeãs. Cada grupo ganhará R$ 5 mil reais por participação e concorrerá as colocações de primeiro a oitavo lugar.

Veja os valores abaixo.

1º lugar – R$ 8 mil + troféu;

2º lugar – R$ 7 mil + troféu;

3º lugar – R$ 5 mil + troféu

4º lugar – R$ 4 mil + troféu;

5º lugar – R$ 3 mil + troféu.

O 6º, 7º e 8 lugar irão receber R$ 1 mil como prêmio, mas apenas sete quadrilhas participam da competição.

A primeira etapa aconteceu nos dias 10 a 12 de junho, no estacionamento do Via Verde Shopping e a segunda ocorreu na última semana, dias 17 a 19, na Praça da Revolução.

Com recorde de público, além da disputa, a festividade conta ainda com shows de bandas locais, praça de alimentação com comidas típicas e muitas outras atrações.

Acompanhe a programação:

Continuar lendo

Acre 01

Justiça do Acre suspende shows nacionais de mais de R$ 340 mil da Expo Tarauacá

Publicado

em

O juiz Guilherme Aparecido do Nascimento Fraga, da Vara Cível da Comarca de Tarauacá, atendeu pedido formulado pelo Ministério Público e suspendeu as apresentações da dupla Thaeme & Thiago e dos cantores Kelvin Araújo e Eros Boldini, previstos para acontecer no período de 30 de junho a 03 de julho, naquela cidade, durante o evento Expo Tarauacá 2022.

A decisão aconteceu em consequência de ação civil pública ajuizada pelo MP pedindo a suspensão das apresentações depois de ter sido aberto procedimento administrativo para apurar a origem dos recursos que seriam usados pela prefeitura para a realização dos eventos de envergadura nacional. Os cachês somados atingem a quantia superior a R$ 340 mil.

Na ação civil pública de obrigação de não fazer cumulada com pedido de tutela de urgência, movida pelo Ministério Público Estadual, por meio do promotor de Justiça Júlio César de Medeiros, argumenta que a cidade enfrenta situação de flagrante precariedade das vias públicas, dos serviços de saúde, educação, saneamento básico, entre outras.

O Ministério Público também argumenta no pedido não ser contra a realização do evento em si, mas ao uso do dinheiro público para contratação dos shows nacionais diante da real situação e necessidade do município, visando através da ação civil pública acautelar o patrimônio público e o interesse de toda sociedade local.

Ao atender o pedido do MP, o juiz considerou que apesar da administração pública, através de eventos do tipo, investir no setor cultural e no lazer da população, incentivando o turismo e a economia local, gerando riquezas e benefícios ao comércio, principalmente após um período de pandemia não pode se descuidar das necessidades básicas da população.

Além de determinar a suspensão dos eventos e determinar que o município se abstenha de efetuar quaisquer pagamentos decorrentes dos contratos estabelecidos para as contratações dos artistas mencionados, sob pena de imputação de multa diária no valor de R$ 50 mil, também exigiu que a população dos cancelamentos por meio da página d prefeitura na internet.

Continuar lendo

Destaque 2

Pré-candidato a federal, José Adriano declara apoio a Bolsonaro: “quero o melhor para o meu Acre”

Publicado

em

O presidente licenciado da Federação das Indústrias do Acre (Fieac), José Adriano, falou do lançamento da sua pré-candidatura a deputado federal nas eleições deste ano – que ocorre em outubro.

O empresário falou de política e elogiou a chapa de deputado federal do Partido Progressistas e o governador Gladson Cameli pela atuação na pandemia e deixou claro seu apoio à reeleição do presidente da República Jair Bolsonaro (PL). “Sou a favor de quem tiver uma política de recuperação econômica do país. Como deputado vou sentar com qualquer que seja esse presidente. Tem coisas positivas dentro do mandato do Bolsonaro. Não vejo polarização e eleição definida. Eu sou Bolsonaro”, garantiu.

O empresário disse que o objetivo é lutar não só pela classe empresarial, mas pelos pequenos produtores e microempreendedores. Adriano lembrou que sua candidatura foi provocada pelo próprio governador Gladson Cameli e as instituições competentes do estado. “Estamos saindo com uma proposta boa e, desta vez, representando não só o setor empresarial, mas todo o setor produtivo”, declarou.

José contou ainda que um dos gargalos a ser enfrentado na esfera pública é mudar o rótulo de “economia fraca”, existente no Acre. Outro fator primordial para colocar seu nome novamente na disputa eleitoral foi os desafios enfrentados pelo segmento empresarial na crise da pandemia mundial da Covid-19 – iniciada em 2020. “Tivemos situações da segurança vigiar os empresários, mas era o desespero que falava mais alto. Então, precisamos estar unidos e a pandemia nos mostrou isso”.

Outro ponto abordado pelo presidente licenciado da Fieac, é a geração de emprego no Acre. Segundo ele, com a área da construção civil patinando, é necessário políticas que incentivem a geração de empregos. “Temos conteúdo e experiência para recuperar a economia. Quem for se colocar nessa disputa tem que pensar na economia sim”, comentou.

Adriano também teceu críticas à política de desenvolvimento do Acre que, em sua opinião, não conseguiu evoluir para atrair novas empresas nacionais e multinacionais. “Falta Infraestrutura, matriz enérgica. Ninguém vem para perder dinheiro aqui. Como vamos atrair empresas, se não temos matéria prima?”, argumentou.

O empresário lembrou que o governo cometeu uma falha nesses quase 4 anos de gestão, a não construção de moradias populares. “Faltou um projeto social. Temos um projeto a nível dos municípios para que as pessoas enxerguem as moradias. O déficit habitacional se restringe a uma grande parcela da sociedade”.

Adriano falou que é favorável também ao projeto da estrada de Pucallpa que deve ligar o Acre ao Peru, segundo ele, o corredor é necessário para expandir o desenvolvimento econômico. “É uma oportunidade que não devemos deixar passar. É bom que haja uma empatia com a população de Cruzeiro do Sul que paga um preço alto. Tenho certeza que o investimento se paga ao longo do tempo”, ressaltou.

Assista a entrevista:

video
Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!