Conecte-se agora

Emenda financia produto hospitalar superfaturado

Publicado

em

O Globo

Manchete: Verba da Saúde paga pista de skate e vale-transporte

Recursos destinados a hospitais são usados em gastos com servidores

Enquanto se discute a criação de um imposto para substituir a CPMF, recursos do Piso Nacional da Saúde, que deveriam ser destinados ao atendimento básico da população, estão sendo usados para custear a máquina pública. Essa verba está pagando despesas administrativas, como auxílio-transporte, planos médicos e odontológicos dos servidores da pasta, o que é proibido pelo Conselho Nacional de Saúde. O dinheiro que deveria ir para os hospitais também está financiando academias de saúde, espaços para atividades físicas espalhados pelo país, com playgrounds, quadras e rampas de skate. Com isso, assim como fazem muitos estados, o governo federal contabiliza como despesas de saúde gastos que, na verdade, deveriam ser custeados por outras áreas. (Págs. 1 e 3)

À espera das Olimpíadas … Área do futuro Autódromo já está invadida

Quatro casas foram construídas há 60 anos no terreno do Exército em Deodoro onde o Ministério do Esporte pretende construir o novo Autódromo, liberando o de Jacarepaguá para a construção de um complexo olímpico. Os posseiros vão ter que ser reassentados. (Págs. 1 e 14)

Rio quer R$ 3 bi até 2016 para segurança

O secretário José Mariano Beltrame disse que o estado precisa investir R$ 3 bilhões em infraestrutura de segurança pública para atender aos grandes eventos até 2016. (Págs. 1 e 15)

Aeroportos privatizados terão 19 bi de investimentos

Os investidores privados que assumirem os aeroportos de Guarulhos (São Paulo), Brasília e Viracopos (Campinas) terão de aplicar R$ 19,661 bilhões ao longo da concessão. Também terão que pagar à União uma outorga (lance mínimo do leilão) de R$ 2,888 bilhões. As regras do leilão, definidas pelo governo, serão anunciadas quinta-feira, mas o ministro Wagner Bittencourt diz que a licitação poderá atrasar. (Págs. 1 e 23)

Enquanto isso, no Galeão…

Pesquisa mostra que a maioria dos turistas sul-americanos acha que o aeroporto do Rio piorou nos últimos seis anos. (Págs. 1 e 23)
Juíza: PMs podem pegar até 40 anos

A Justiça aceitou ontem a denúncia do Ministério Público contra os 11 PMs, já presos, acusados de matar a juíza Patrícia Acioli, há exatos dois meses. Eles vão responder por homicídio triplamente qualificado, e as penas podem chegar a 40 anos de prisão. (Págs. 1 e 21)

‘Bandidos de toga’ existem, diz corregedor

O presidente do Colégio Nacional de Corregedores de Justiça, Bartolomeu Bueno, disse que a ministra do CNJ Eliana Calmon está certa e que há “bandidos de toga”. Presidente do CNJ, Cezar Peluso pediu às corregedorias os dados sobre juízes investigados. (Págs. 1 e 13)

Dengue já alarma países europeus

Casos de dengue começam a surgir em países europeus, como a França. A expansão da doença é vista como consequência do aquecimento global. No Rio, a ameaça é que a epidemia será a pior da História. (Págs. 1 e Planeta Terra)
————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Emenda financia produto hospitalar superfaturado

Deputada destina R$ 2,2 milhões a entidade de direito privado, que compra aparelhos de empresa de fachada

Uma emenda de R$ 2,2 milhões financiou a compra de 17 aparelhos superfaturados para um hospital de Registro (região do Vale do Ribeira), relatam Nadia Guerlenda e Daniela Lima.

A indicação dos recursos foi feita pela então deputada Patrícia Lima (PR-SP). (Págs. 1 e Poder A4)

Promotoria de SP investiga o ex-ministro Antonio Palocci

O Ministério Público de SP abriu investigação para apurar o envolvimento de Antonio Palocci (PT) em suposta lavagem de dinheiro.

A suspeita é que donos do imóvel que o ex-ministro alugou até julho sejam laranjas em operações financeiras. Um deles é réu em ação de crime tributário. (Págs. 1 e Poder A9)

Foto legenda: Pé de guerra

Em igreja do Cairo, cristãos coptas carregam um dos ao menos 25 mortos nos choques entre as forças de segurança do Egito e a minoria religiosa; governo chamou reunião para tentar conter onda de violência. (Págs. 1 e Mundo A15)

China arremata ações de 4 bancos para ajudar Bolsa

A China anunciou a compra de ações dos quatro maiores bancos do país para tentar estancar a queda nas Bolsas locais. É a primeira ação do tipo de Pequim desde a crise de 2008.

Ontem, a Bolsa de Xangai, a mais importante do país, atingiu o índice mais baixo em 30 meses. A expectativa é de que haja recuperação hoje. (Págs. 1 e Mundo A12)

Resgate do belga Dexia pressionará outros governos (Págs. 1 e Mundo A12)

 

Presidente deve sancionar aviso prévio de 90 dias

A presidente Dilma Rousseff deve sancionar hoje a lei que concede aviso prévio de até 90 dias, direito proporcional ao tempo de trabalho. Atualmente, a legislação prevê prazo de 30 dias.

A proposta foi aprovada em setembro pela Câmara dos Deputados. (Págs. 1 e Poder A10)

Justiça manda tirar moradores e fechar Cingapura em SP

A Justiça determinou que a prefeitura de São Paulo interdite o conjunto habitacional Cingapura, vizinho ao shopping Centro Norte e remova os 2.787 moradores.

O argumento é que também ali há risco de explosão devido à concentração de gás metano. A prefeitura recorreu, porque diz que não vê risco. Audiência discute o caso hoje. (Págs. 1 e Cotidiano C1 e C3)

Editoriais

Leia “Hora da ação”, sobre a crise financeira na Europa, e “Ciência pura”, acerca da mudança do perfil dos ganhadores do Nobel na área científica. (Págs. 1 e Opinião A2)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Investimentos caem e Dilma agora planeja gastar R$ 14 bi

Queda é de 10% desde a posse; para não limitar imagem à ‘faxina’, presidente quer ações de impacto

O gasto com obras e compra de equipamentos nos primeiros nove meses de mandato de Dilma Rousseff teve queda de 10%. Com base em dados do Tesouro, o Estado comparou os pagamentos feitos de janeiro a setembro deste ano com igual período de 2010. O resultado é uma redução de R$ 2,7 bilhões nos investimentos. Agora, no sentido oposto, Dilma planeja lançar programas com investimentos que somam ao menos R$ 14 bilhões até o fim do mandato, em 2014. Para superar a imagem de que sua gestão se limita à “faxina” de ministros – chamada por ela de “reestruturação da equipe” -, a ordem é divulgar ações de impacto a cada duas semanas. Os programas envolvem iniciativas para pessoas com deficiência e proteção de crianças, além de combate às drogas e reforma de presídios. (Págs. 1 e Nacional A4)

R$ 9,8 bilhões

É a previsão de gasto em programa para pessoas com deficiência.
Justiça manda fechar prédios ao lado do Center Norte

Após a briga entre a Prefeitura e o Center Norte, agora é o conjunto habitacional Cingapura da Avenida Zaki Narchi, na zona norte de São Paulo, a 1 km do shopping, que tem de ser interditado por risco de explosão. O Tribunal de Justiça aceitou pedido de liminar do Ministério Público Estadual para a retirada imediata de todos os 2.787 moradores dos 35 blocos de residências. A Prefeitura já recorreu. (Págs. 1 e Cidades C1 e C3)

Cláudia Fedeli
Promotora do Meio Ambiente

“Apesar do risco, não havia sido elaborado pela Prefeitura sequer um plano de comunicação aos moradores”. (Pág. 1)
“Apresentarei testemunha”, diz Barbiere

O deputado estadual Roque Barbiere (PTB), que denunciou venda de emendas na Assembleia paulista, disse que levará testemunha ao promotor que apura o caso. “Darei informações para o promotor identificar nomes, se ele quiser”. (Págs. 1 e Nacional A8)
Lei pode tirar poder estadual sobre ambiente

Relator da nova versão do Código Florestal, o senador Luiz Henrique (PMDB-SC) defende que os Estados terão de seguir norma da União e respeitar pelo menos 30 metros de área de preservação permanente às margens de rios. (Págs. 1 e Vida A16)
Governo da China socorre os 4 maiores bancos do país

O governo da China anunciou que injetou capital – num montante não revelado – nos quatro maiores bancos do país. Eles emprestaram volumes recordes nos últimos dois anos e agora enfrentam risco de aumento dos créditos podres em seus balanços. A União Europeia prepara uma “estratégia global” para enfrentar a turbulência, o que fez as bolsas subirem. (Págs. 1 e Economia B1, B3 e B4)
Um Nobel para a economia na vida real

O Nobel de Economia de 2011 foi para os americanos Thomas Sargent e Christopher Sims. Eles contribuíram para a compreensão das relações de causa e efeito entre decisões de política econômica e mudanças efetivas na economia. (Págs. 1 e B4)

Opositores sírios desconfiam uns dos outros

Os opositores ao governo de Bashar Assad passaram a temer por suas famílias e seus destinos, relata o enviado especial a Damasco, Gustavo Chacra. Alguns foram mortos, outros fugiram da Síria. Os que ficaram passam a desconfiar uns dos outros. (Págs. 1 e Internacional A10)
Fraude no AP contabiliza sobrepreço de até 2.760% (Págs. 1 e Nacional A9)

 

José Paulo Kupfer

Riscos em alta frequência

Fortes altas e fortes baixas nas cotações se alternam com tal frequência, às vezes numa única sessão, que já começam a parecer banais. (Págs. 1 e Economia B8)

Notas & Informações

Onde o Itamaraty acerta

A diplomacia brasileira tem obtido resultados importantes em disputas na OMC. (Págs. 1 e A3)
————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Selvageria volta ao trânsito do DF

Uma pessoa morre em acidente a cada 18 horas nas vias da capital, que já foi exemplo de civilidade pelo respeito ao pedestre. Situação é a pior em oito anos

As imagens acima, que mais lembram uma praça de guerra, são uma colagem de acidentes ocorridos nas últimas 72 horas no Distrito Federal. De janeiro a setembro, o número de mortes chegou a 360. Em média, isso significa que uma pessoa perde a vida a cada 18 horas em acidentes no DF. A situação é crítica: desde 2003, quando os mortos no trânsito totalizaram 366 em igual período do ano, não se matava tanto nas ruas e nas estradas que cruzam a capital do país. Só nos 10 primeiros dias deste mês, o Correio constatou que pelo menos 12 pessoas morreram em colisões e atropelamentos. Apenas no último domingo, foram seis. Apesar do aumento nos óbitos, o Detran afirma que caiu o número de acidentes. Entre janeiro e setembro deste ano, houve 323 registros, contra 334 no mesmo período de 2010. (Págs. 1, 21 e 22)

Ministros do STF condenam tribunal de exceção da FIFA (Págs. 1, 2 e 3)

 

Professor que matou aluna pode pegar até 30 anos

Tribunal de Justiça acata denúncia contra o professor Rendrik Vieira Rodrigues, assassino confesso da universitária Suênia Sousa de Farias. A promotoria do Ministério Público fundamentou a acusação com dois qualificadores: motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima. A pena pode chegar a 30 anos de reclusão. (Págs. 1 e 23)

Nem Nobel encara

Premiados pela academia sueca, os norte-americanos Christopher Sims e Thomas Sargent não arriscam uma medida salvadora para a grave crise mundial. “Se eu tivesse uma solução simples, estaria espalhando para todo mundo”, afirmou Sims. Os detentores do Nobel de Economia defendem mais estudos e uma efetiva autoridade monetária para o euro. (Págs. 1 e 9)

Cristiano Araújo assume Ciência e Tecnologia no DF

É a sétima mudança de secretário no GDF. (Págs. 1 e 24)

Massacre de cristãos no Egito choca o mundo

Uma nova tirania substituiu Mubarak? Jornalista egípcia que testemunhou massacre de 29 cristãos coptas contou ao Correio como foi: “O Exército atirava feito louco”. (Págs. 1 e 16)

País é refém de greves abusivas

O povo está desprotegido do abuso de funcionários públicos que transformam greves em férias remuneradas. E ninguém tem coragem de fazer nada. (Págs. 1, 4 e 12)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Cai índice de reajuste de salários

A pressão dos reajustes salariais acima da inflação diminuiu nos últimos quatro meses. Entre junho e setembro, o aumento real médio negociado em 226 convenções coletivas de trabalho celebradas em todo o país foi de 0,83%. O percentual é significativamente inferior à alta real de 2,55% acertada na maioria das negociações coletivas de trabalhadores metalúrgicos com data-base em setembro e também mostra um recuo em relação aos reajustes pagos no início do ano.

O Valor analisou 226 convenções coletivas registradas no Ministério do Trabalho, de categorias com data-base entre junho e setembro, e com validade até maio de 2012, pelo menos. Entre as convenções analisadas, 25% dos sindicatos (60) conseguiram mais de 1% de ganho real, enquanto 20% (47) tiveram reajuste igual ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ou menor. (Págs. 1 e A3)

O peso das crianças na internet

João Vitor Sonni, de 8 anos, já tem netbook e deve passar o Dia das Crianças fazendo o que mais gosta, navegar na internet. Ele tem perfil nas redes sociais há 2 anos, acessa a web para jogar e envia SMS a amigos. Dados do Ibope Nielsen Online mostram que crianças de 2 a 11 anos já representam 13,7% do total de internautas no pais. São 10,5 milhões de consumidores que navegam, principalmente, nas redes sociais e influenciam os pais na hora de comprar computadores, celulares e tablets. Em média, o público infantil passou 17 horas e 34 minutos na internet no mês passado.

Esse interesse pelas redes sociais tem estimulado empresas a desenvolver conteúdos específicos para as crianças. A Editora Globo criou uma rede social no portal Sitio do Picapau Amarelo. A Digital 21 e a Maurício de Sousa lançaram jogos com personagens da Turma da Mônica e a Disney desenvolveu a rede Club Penguin para crianças brasileiras. (Págs. 1 e B3)
MPs darão incentivos para a cana

O governo prepara duas medidas provisórias para incentivar a estocagem e a produção de cana-de-açúcar para fabricação de etanol. A primeira trará melhores condições de juros e prazos aos financiamentos de “warrantagem” (estocagem) de etanol pelas usinas e autorizará a equalização das taxas da nova linha pelo Tesouro. A segunda incluirá a desoneração da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) do etanol, o financiamento para renovação de canaviais próprios das usinas e crédito para projetos “greenfield” (construção) e “brownfield” (ampliação) de unidades produtoras. (Págs. 1 e A5)
State Grid quer o linhão de Belo Monte

Maior empresa de energia elétrica do mundo, a estatal chinesa State Grid fez uma nova aquisição no país – comprou por R$ 205 milhões um prédio inteiro no Rio. É mais um passo para a instalação da companhia, que já investiu quase R$ 3,5 bilhões no país desde o ano passado. Cai Hongxian, presidente da State Grid no Brasil, disse ao Valor que o apetite da companhia pelo país não é passageiro. Vai disputar a concessão para construir o linhão 11.223 MW de Belo Monte e tem interesse em sociedade para projetos de geração de qualquer fonte. (Págs. 1 e B1)

O vale-tudo das eleições argentinas

A propaganda para reeleição de Cristina Kirchner está espalhada pelas repartições públicas e esse é apenas um exemplo da confusão entre governo e eleições na Argentina. O desenho institucional colabora para isso: não há desincompatibilização e é o governo quem organiza as eleições e define suas datas. Em junho, na semana do anúncio de sua candidatura, Cristina lançou o Televisão para Todos, com crédito do Banco de la Nación para a compra de TVs LCD. A presidente deve se reeleger no primeiro turno. (Págs. 1 e A8)

Regras mais duras para abertura de processos antidumping (Págs. 1 e A4)

 

UE condiciona a continuidade de Kyoto às adesões de China e EUA (Págs. 1 e A8)

 

Nobel de Economia

Os americanos Thomas Sargent e Christopher Sims foram os ganhadores do Prêmio Nobel de Economia de 2011, por seus trabalhos, independentes, a respeito das relações de causalidade entre o desenvolvimento da economia e os instrumentos de política monetária. (Págs. 1 e A9)
Receita de sucesso

De janeiro a julho, R$ 3,46 bilhões da receita das grandes redes de farmácias, ou 30,3% do total, não vieram dos remédios. A venda de outros produtos, principalmente de higiene e beleza, cresceu 33,9%, ante os 17,8% do faturamento total. (Págs. 1 e B6)

Terex assume a Ritz

A americana Terex anunciou ontem a compra do controle da Ritz, fabricante mineira de equipamentos para construção e manutenção de linhas de energia. O valor da transação não foi divulgado. (Págs. 1 e B7)

Por um fio

Metade das marcas de fios e cabos elétricos negociadas no Brasil apresenta problemas de qualidade que podem causar o mau funcionamento de equipamentos elétricos e até incêndios. Há problemas, inclusive, em produtos certificados pelo Inmetro. (Págs. 1 e B8)
China compra ações de bancos

O governo da China iniciou ontem uma operação para comprar ainda mais ações dos quatro maiores bancos do país para sustentar o mercado acionário local e aumentar a confiança na economia. (Págs. 1 e C1)

Qatar mira ativos europeus

A família real do Qatar comprou a unidade de “private banking” do KBC Group, da Bélgica, por € 1,05 bilhão e negocia a aquisição do braço de Luxemburgo do banco Dexia, cuja divisão belga foi nacionalizada. (Págs. 1 e C2)

Siderúrgicas no vermelho

As siderúrgicas deverão divulgar resultados ruins no terceiro trimestre, principalmente as produtoras de aços planos. A expectativa do mercado é que Usiminas, CSN e Arcelor Mittal fechem o trimestre no vermelho. (Págs. 1 e D3)
Ideias

Delfim Netto

A situação inflacionária ficou um pouco mais desconfortável, mas não há sinais de que a estratégia do BC seja inadequada. (Págs. 1 e A2)

Ideias

Flávio Barra

Uma matriz cada vez mais diversificada e limpa garantirá ao país segurança energética e crescimento sustentável. (Págs. 1 e A10)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Quem é que vai pagar por isso?

Como na música de Lobão, não é revanche, mas justiça o que quer Daniela Corrêa Santos, que ontem enterrou a filha Bruna, de 18 anos, uma das duas vítimas do acidente provocado na véspera por um adolescente embriagado dirigindo uma van, na MG-424, na Grande BH. Como é menor, o condutor, que se recusou a fazer teste do bafômetro ou exame clínico, foi ouvido, liberado e será punido, no máximo, com uma internação. Daniela, que junto com a filha já tinha sofrido um grave acidente há um ano e meio, cujo causador também está livre, se revolta. “Nunca ninguém será punido neste país. Não acredito na justiça dos homens, apenas na divina”, desabafou.

E por isso?

Outras duas famílias clamaram por justiça ao sepultar parentes mortos em acidentes estúpidos no fim de semana. “Não quero que meu irmão seja só mais um número nas estatísticas”, afirmou Carla Dias Marques no enterro de Jeferson Dias Marques, cujo carro foi atingido por outro que vinha na contramão conduzido por motorista com sinais de embriaguez, na Via Expressa. Em Carmópolis de Minas, a revolta marcou o velório do pedreiro José Ricardo Lourenço, de 41 anos, um dos 21 atropelados por motorista embriagado, na festa do Rosário. (Págs. 1, 21 e 23)

Preços: Juro em baixa é combustível para inflação

Enquanto os juros médios cobrados pelos bancos chegaram em setembro a 6,69% ao mês,menor nível desde 1995, o mercado elevou a previsão de inflação para 2012 de 5,40% para 5,59%. O juro em queda tende a aumentar o crédito e pressionar os preços. (Págs. 1 e 12)

Nem Nobel de economia consegue decifrar crise (Págs. 1 e 13)

 

Fifa X Brasil: Ministros criticam lobby por tribunais de exceção

Proposta da federação de futebol de criar Justiça paralela na Copa de 2014 desagrada ao STF. (Págs. 1 e 3)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Suape na mira do cartel da cocaína

Após apreensão recorde de drogas, Polícia Federal diz que porto pernambucano vem sendo usado como via de escoamento internacional. Organização logística dos bandidos impressiona. (Págs. 1 e Cidades 2)
Térmica na mira do Ministério Público

MP estadual abrirá inquérito civil público para apurar impactos ambientais da usina a óleo do Grupo Bertin. (Págs. 1 e Economia 1)
PMs denunciados pela morte de juíza no Rio (Págs. 1 e 2)

 

Brasil lidera lista de países que mais combatem a fome (Págs. 1 e 12)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Presídio de Caxias expõe “fracasso” do sistema, diz Tarso

Ao afirmar que mudará “radicalmente” prisão onde foi flagrado tribunal da morte, governador critica a política penitenciária nacional. (Págs. 1, 42 e Rosane de Oliveira, 10)

Fúria contra a burocracia

Desesperado ao não se livrar de desconto indevido, o aposentado João Silveira acabou indiciado pela Polícia Federal por desacato. (Págs. 1, 28 e 29)

Boa notícia

Força-tarefa cobra conta de ex-gestores públicos. (Págs. 1 e 6)
————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Governo terá fundo de pensão cinco vezes maior que a Previ

O governo enviou ao Congresso projeto que cria um plano de previdência para servidores federais que terá mais de 700 mil participantes, superando o dos funcionários do Banco do Brasil. O objetivo é reduzir o déficit da Previdência Social. (Págs. 1 e 30)

Automóveis de luxo se rendem aos motores flex

Audi e Mercedes-Benz do Brasil preparam lançamento de modelos com motores biocombustível para 2013. A Audi vai lançar o modelo A4, e a Mercedes colocará no mercado os modelos Classe A e Classe B. (Págs. 1 e 16)

Jeitinho brasileiro na Copa de 2014

Dos 49 projetos de mobilidade urbana previstos para as 12 cidades-sede do Mundial de Futebol, apenas 9 saíram do papel. Feriado nos dias dos jogos poderá ser a saída para compensar atrasos. (Págs. 1 e 4)

Apagão na rede hoteleira no Brasil

Entre 2008 e 2010, seis de cada dez projetos de novos hotéis não saíram do papel. Câmbio, escassez de financiamento e juros altos estão entre as principais razões para o atraso nos empreendimentos. (Págs. 1 e 20)

Energia para crescer

Com planos de se instalar na África, José Carlos Grubisich quer transformar a ETH na maior produtora de etanol do mundo. (Págs. 1 e 23)

Resgate bilionário a banco belga anima bolsas em todo o mundo (Págs. 1 e 28)

 

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Marcello Moura diz que “toque de recolher” é uma medida necessária

Publicado

em

Presidente da Acisa diz que momento é de cautela para evitar prejuízos ao comércio e o colapso do sistema de Saúde

O presidente da Associação Comercial (Acisa), Marcello Moura considera necessária a medida anunciada pelo governador Gladson Cameli, na manhã desta sexta-feira, 22, sobre o início do “toque de recolher” das 22h às 6h.

Para Marcello Moura, com o avanço dos casos e das mortes, é preciso que medidas sejam tomadas, para evitar o colapso do sistema de Saúde.

“É uma medida que, no primeiro momento, parece ser ruim para alguns setores do comércio, mas quando levamos em consideração o aumentos dos casos de Covid-19, percebemos que o momento é de medidas que possam contribuir para diminuir o contágio. Nós acreditamos que, todos unidos, logo estaremos retornando à normalidade”, afirmou.

Afirmando que o momento é de união de todas as entidades e o Poder Público, para evitar um colapso do Sistema de Saúde, Marcello Moura lembra que é preciso agir agora, para evitar mais prejuízos ao comércio.

“Já temos o início da vacinação. Mas tudo está apenas começando. Precisamos nos unir e buscar alternativas para evitar prejuízos aos comerciantes e a nossa economia. Com a colaboração de todos, tenho certeza que em breve estaremos com nosso comércio funcionando dentro da normalidade”, disse.

Continuar lendo

Acre

Acre tem 258 novos casos e mais duas mortes por Covid-19

Publicado

em

Em boletim divulgado na tarde desta sexta-feira, 22, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), informou 258 novos casos de infecção por coronavírus no Acre. Destes, 72 casos confirmados são de exame de RT-PCR e 186 por testes rápidos. O número de infectados subiu de 45.729 para 45.987 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registrou 130.353 notificações de contaminação pela doença, sendo que 83.098 casos foram descartados e 1.268 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 39.095 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 159 pessoas seguem internadas.

Mais dois óbitos foram notificados nesta sexta-feira, 22, sendo todos do sexo feminino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 846 em todo o estado.

Continuar lendo

Acre

Falta de transparência deixa Acre no fim da tabela de vacinação

Publicado

em

A falta de transparência das 22 prefeituras do Acre, em relação à vacinação do coronavírus, fez com que o Estado ficasse nos últimos lugares no ranking de vacinação contra à Covid-19 no Brasil.

Segundo o site Coronavírus Brasil, que monitora o número de casos, óbitos, testagem e a vacinação, o Acre vacinou desde terça-feira, 19, até esta sexta-feira, 22, somente quatro acreanos.

No entanto, esse número de vacinação é bem maior, já que na maioria dos municípios [Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Tarauacá] já começaram a vacinação contra à Covid-19.

Até esta sexta-feira, 22, o Brasil contabilizou mais de 200 mil brasileiros vacinados contra à Covid-19.

Com 41 mil doses, o Acre deu o pontapé inicial na vacinação pela manhã da última terça-feira, 19, com a vacinação do idoso José Marcelino de Oliveira, de 85 anos, que foi a primeira pessoa a receber a imunização da CoronaVac no Acre.

Além dele, outras três pessoas também receberam as primeiras doses da vacina. Foram elas: a enfermeira Maria José Monteiro, 66 anos, a enfermeira indígena Elza Severino da Silva Manchineri e a técnica em enfermagem Raimunda Gomes do Nascimento, 69 anos.

Continuar lendo

Acre

Alto Acre volta ao Vermelho com piora dos casos de Covid-19

Publicado

em

A região do Alto Acre voltou ao nível de emergência na classificação de risco da pandemia do novo coronavírus. Os dados, divulgados em coletiva de imprensa nesta sexta-feira, 22, pelo Comitê Especial de Acompanhamento da pandemia no estado, apontam que do último dia 3 de janeiro ao dia 16, houve piora nos indicadores que avaliam os pacientes infectados.

Agora, os quatro municípios pertencentes à região deverão obedecer às medidas mais rígidas em vigor na pandemia, conforme Decreto 5.496, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

Nas duas últimas semanas, o Alto Acre piorou a situação de isolamento social, o que fez a regional regredir. “Piora em isolamento social, notificação por síndrome gripal, óbito e ocupação de leitos clínicos e Unidade de Terapia Intensiva (UTI)”, disse a coordenadora do Comitê, a farmacêutica Karolina Sabino.

Com a classificação em nível de emergência (Bandeira Vermelha), apenas as atividades comerciais consideradas essenciais deverão funcionar nesse período. O aumento de ocupação em leitos clínicos, por exemplo, subiu 450%.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas