Conecte-se agora

A MARCHA DA INSENSATEZ

Publicado

em

Francisco Nazareno*

No último dia 21 de setembro, Senador Guiomard assistiu a uma manifestação de estudantes em idade infanto-juvenil em frente à Prefeitura Municipal. Os alunos marcharam da Escola Brigadeiro Eduardo Gomes até a sede do município sob o incentivo de alguns poucos professores, gestores escolares e futuros candidatos a vereador e prefeito.

Não obstante à falta de segurança a que foram submetidos, os estudantes que caminhavam desordenadamente pela Avenida Castelo Branco, competindo com o tráfego intenso de veículos, receberam dos organizadores uma causa um tanto quanto pitoresca: a contrariedade pela instalação de uma agência da Caixa Econômica Federal em uma área de terra pertencente à Municipalidade, cedida pela Prefeitura com aprovação por maioria ampla da Câmara de Vereadores.

Diga-se que para tal discussão e antes da aprovação, houve audiência pública com o Executivo Municipal, Câmara de Vereadores, Superintendência da CEF, Associação Comercial, Imprensa e outras entidades representativas da sociedade no Centro Cultural Manoel Gomes. Os organizadores da marcha não se fizeram presentes.

Num exercício puro da anti-razão e num exemplo clássico do pensamento arcaico, estes professores, gestores, vereadores e pré-candidatos, por não possuírem argumentação lógica para debates nos fóruns adequados da sociedade civil organizada, manipularam e usaram estes estudantes como massa de manobra, dando-lhes uma sinalização equivocada para uma falsa correlação de causa e efeito.

Colocaram nas mãos dos alunos cartazes do tipo: “Não comemos Caixa”, “Queremos lazer” e “Queremos o espaço da nossa escola”. Nesta última alegação, mesmo com a utilização de parte do terreno, ainda sobram espaços suficientes para construção de outros blocos de salas de aula; na segunda, a escola possui ao lado, um ginásio poliesportivo inaugurado há menos de dois anos, e, na primeira, de fato, ninguém come nem Caixa nem qualquer empreendimento empresarial, mas é da agricultura, da indústria e dos serviços que advêm o trabalho e produção que geram os bens e serviços que concedem renda para o sustento e desenvolvimento da nossa sociedade.

Os autores intelectuais da marcha esqueceram ou não quiseram orientar os alunos que a Caixa Econômica é uma instituição governamental e assim como o Banco do Brasil, o Basa e o BNDES, é um instrumento poderoso da política de desenvolvimento socioeconômico do país.

Deveriam informar aos estudantes que os recursos movimentados pela Caixa pertencentes ao município de Senador Guiomard, geram tributos de movimentação financeira em Rio Branco, e ao se instalar no Quinari, estes tributos passarão a ser recolhidos no município, e no mínimo 40% serão destinados à saúde e educação.

Deveriam saber nossos nobres educadores e os políticos contrários, que a instalação da Caixa Econômica valorizará os imóveis municipais, incluindo os seus e os dos pais de todos aqueles estudantes, e estes poderão no futuro vir a desenvolver uma carreira profissional naquela instituição, num cenário tão carente de oferta de emprego.

Os incentivadores da marcha _ alguns preferiram o anonimato _ um grupo acanhado de educadores, vereadores e pré-candidatos a prefeito, alegam que uma agência bancária ao lado de uma escola afeta negativamente a segurança dos alunos. Ora, talvez desconheçam que na capital Rio Branco, o governo utilizou parte do terreno da Escola Serafim da Silva Salgado, localizada na chamada Baixada do Sol, para a construção de uma delegacia de polícia.

Se o pressuposto da segurança fosse válido e verdadeiro, os organizadores da marcha estariam desta forma defendendo que no futuro, melhor seria que aqueles estudantes não ingressassem na Universidade Federal do Acre, porque lá, exatamente no centro do Campus, existe não uma, mas duas agências bancárias, servindo não somente à comunidade acadêmica mais também aos bairros adjacentes.

Ironicamente, para contrariar ainda mais a lógica do absurdo dos manifestantes, no último dia 22, o Governo do Acre divulgou no Diário Oficial a concessão de um terreno à empresa Acresan Indústria e Comércio Ltda., de origem sul-matogrossense, fabricante de tubos e conexões, como incentivo à produção industrial. Conforme um noticiário local, os proprietários da empresa estão no Acre há cerca de um ano. Em tempo: a Caixa Econômica é uma instituição governamental secular.

A instalação da Caixa é um dos sinais do desenvolvimento do município. Com o programa de regularização fundiária a ser lançado em breve, as construções e reformas residenciais darão um impulso na economia municipal. Os imóveis terão ampla valorização e haverá poupança disponível para investimentos, na medida em que se estabelecerá uma relação direta da população guiomarense com uma instituição especializada em financiamento habitacional.

A marcha causa perplexidade visto que estes educadores ao invés de orientar os estudantes para o exercício do raciocínio lógico preferiram subverter a realidade ao obsoletismo ideológico e oportunismo político, sinalizando o real contraponto da crise educacional do nosso país.

Não estamos em ano eleitoral, mas nota-se, contudo, um alto grau de ressentimento e atitudes hostis e até infantis daqueles que, por questões politiqueiras dão férias coletivas à razão e são sempre contrários às ações do atual executivo municipal, mesmo que tragam benefícios inequívocos à população.

A demagogia tem um custo. Deveríamos estabelecer um prêmio para quem não atirasse no próprio pé. Talvez assim…

*Francisco Nazareno é diretor do Instituto Teotônio Vilela/Acre

Acre

Acre registra 1 novo caso e chega ao 18° dia sem mortes por Covid

Publicado

em

Segundo o boletim da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), apenas 1 caso de Covid-19 foi registrado neste sábado, 21, no Acre. Com isso, o número de infectados sobe para 124.974. O informativa também revela que hoje completam 18 dias sem ocorrências de mortes, assim, o número de óbitos pela doença se mantém em 2.002 em todo o estado.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI, está com 3,33%, de acordo com o guia de monitoramento, com 1 pessoa internada, e 4 exames de RT-PCR à espera de análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen).

O Estado registra até o momento, 327.217 notificações de contaminação pela doença, sendo que 202.239 casos foram descartados e 122.930 pessoas já receberam alta médica da doença.

Os dados da vacinação contra a covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS), ficando sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Continuar lendo

Acre

Comerciantes denunciam aumento da violência no Shopping Aquiri

Publicado

em

Os comerciantes do Shopping Popular Aquiri, no centro de Rio Branco, afirmam estar sofrendo com a baixa movimentação de clientes, e denunciam que o aumento da violência na região, o fluxo de pessoas em situação de rua e assaltos no local, tem influenciado na diminuição das vendas

Segundo a dona de casa Havaí Araújo, a impunidade e o temor nas ações dos bandidos, tem impedido sua ida até o centro comercial. “Tenho medo de andar sozinha, já que geralmente um cara para ao seu lado e toma o que é seu. Raramente vejo um policial por aqui. Hoje por ação vi dois passando”, comentou.

A representante da Administração do shopping, Fabíola Moreira, declarou que alguns furtos e roubos realmente ocorrem no local, mas com pouca frequência. De acordo com ela, além dos agentes de portaria, o estabelecimento conta com o apoio da Polícia Militar, que tem um box no Terminal Urbano. “Estamos tentando e vamos melhorar”, explicou.

O Coronel Ezequiel Bino, do Gabinete Militar, informou que a corporação mantém equipes todos os dias na área, com o objetivo de manter a calma e a segurança de todos os cidadãos, principalmente os que trabalham no Aquiri.

Continuar lendo

Acre

Nicolau destaca geração de emprego com a ExpoJuruá

Publicado

em

Na manhã deste sábado, 21, foi realizado o lançamento da Feira Agropecuária do Juruá, a Expojuruá, em Cruzeiro do Sul. A estreia contou com a apresentação da Banda Tigres Negros e de um vídeo institucional do evento.

Diversas autoridades estaduais e municipais, estiveram presentes durante a ocasião. Ao lado do governador Gladson Cameli, o presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Nicolau Júnior, disse que este momento chega para recolocar a região no caminho da geração de emprego e renda.

“Eu vejo aqui o semblante dos empresários que já estão em contagem regressiva para esse evento. Aqui teremos geração de emprego, renda, oportunidades de negócios para a produção local e o mais importante: dinheiro circulando e ficando aqui no Juruá. Isso é muito importante”, explicou.

Nicolau destacou ainda, o esforço do Governo do Acre pelo planejamento e organização da Feira, que este ano deve contar com mais de 200 expositores.

“Pela estrutura que vi aqui, estou certo que teremos um evento impecável. Parabéns a equipe que está a frente e que tenhamos a maior feira de todos os tempos”, pontuou.

A 17 ª Expojuruá, será realizada no estádio Arena do Juruá, durante os dias 1 a 4 de setembro. Além das atrações nacionais, no cronograma tem ainda definido muito entretenimento, cavalgada, rodeio, noite cristã, provas de esportes radicais, entre outras atividades. Os shows de Wesley Safadão na abertura e Murilo Huff, no encerramento, foram confirmados.

Continuar lendo

Acre

Ataque na Baixada da Sobral deixa três adolescentes feridos

Publicado

em

Criminosos em um carro preto fizeram três ataques e feriram dois adolescentes de 15 anos e outro de 14 anos, na noite desta sexta-feira, 20. Os crimes ocorreram na região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

Segundo informações da polícia, o primeiro ataque aconteceu na Travessa São Jorge, no bairro Airton Sena, três homens não identificados em um carro preto se aproximaram dos dois adolescentes de 15 anos que estavam jogando bola, e em posse de armas de fogo, efetuaram vários tiros na direção das vítimas. Um dos adolescentes foi ferido com dois tiros. Já outro adolescente pegou um tiro na perna. Mesmo feridos, eles ainda conseguiram correr e se entrar dentro de uma residência onde receberam ajuda de um morador.

As vítimas foram colocadas dentro de um veículo e encaminhadas a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Sobral, em seguida, foram levados por uma ambulância do SAMU ao Pronto-Socorro, ambos em estado de saúde estável.

Após o ataque, os mesmos criminosos no carro preto seguiram até a rua do Sol, no bairro São Sebastião, efetuaram 6 tiros na direção de um adolescente de 14 anos que estava sentado na frente de sua casa. A vítima foi atingida com quatro projéteis nas pernas e mesmo ferido, ainda conseguiu correr pra dentro de sua casa e fugir dos bandidos. A ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e encaminharam o adolescente ao Pronto-Socorro em estado de saúde estável.

No terceiro ataque, os criminosos passaram atirando dentro do Residencial Cabreúva, mas ninguém saiu ferido. Várias guarnições da Polícia Militar foram acionadas e fizeram patrulhamento na região em busca de prender os criminosos, porém, não obtiveram êxito.

A polícia acredita que os ataques na Baixada da Sobral foram motivados pela guerra entre facções. Os ataques serão investigados pela Polícia Civil.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!