Conecte-se agora

Primeiro Festival de Praia em Porto Walter atrai turistas

Publicado

em

Porto Walter é um município isolado via terrestre de Cruzeiro do Sul. Sua principal via de transporte é o Rio Juruá, com isso, as opções de lazer são bem reduzidas. Pensando em proporcionar mais lazer, cultura e esporte para os portowaltenses, o prefeito Neuzari Pinheiro, idealizou e está promovendo junto com toda equipe da Prefeitura, o Primeiro Festival de Praia.

Além de curtir a praia, o sol e as belezas encantadoras da região de floresta que cerca o município, a galera ainda se divertiu e dançou o dia inteiro ao som da Banda Charme Som.

“As pessoas aqui têm poucas opções de lazer pela dificuldade da localização do município. Então nós temos que usar da inteligência e utilizar aquilo que temos de mais importante que são as belezas naturais. Os nossos rios, as praias que às vezes são tão valorizados por quem é de outras regiões têm que ser explorados turisticamente por nós também. Planejamos o festival e está sendo um sucesso, muita gente participando e se divertindo e esse era o nosso objetivo”, comenta o prefeito Neusari Pinheiro.

Fonte: tribuna do jurua

Acre

Em Xapuri, Rio Acre está a 5 cm da cota histórica de 2012

Publicado

em

São mais de 200 as famílias desalojadas e desabrigadas em Xapuri por conta da enchente do Rio Acre, que na cidade chegou a 5 centímetros da cota atingida na enchente histórica de 2012, uma das maiores registradas no município. Na manhã desta quinta-feira, 30, o rio alcançou 15,53 metros – Em 2015, chegou a 15,58 metros.

Na noite desta quarta-feira, 29, a água começou a atravessar, em alguns pontos, a rua 6 de Agosto, parte mais antiga da cidade. Nessa região, todos os comerciantes se retiraram dos estabelecimentos. Um dos últimos a sair foi o Banco do Brasil, que teve valores e equipamentos removidos.

Os impactos da alagação para a população são grandes, com um bairro completamente isolado pelas águas e outro sem água tratada e sem energia elétrica no período da noite.

O bairro Braga Sobrinho, também conhecido como Bolívia, teve o único acesso, a ponte sobre o igarapé Santa Rosa, completamente encoberta. No bairro Sibéria, além de a força da água ter arrastado a tubulação que leva água ao bairro, a energia elétrica precisou ser interrompida durante a noite por medida de segurança.

Na edição desta quarta-feira (29) do Diário Oficial da União (DOU), O Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), por meio da Defesa Civil Nacional, reconheceu a situação de emergência em Xapuri, Brasiléia e Epitaciolândia.

Continuar lendo

Acre

Governo Federal reconhece situação de emergência no Alto Acre

Publicado

em

O Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), por meio da Defesa Civil Nacional, reconheceu a situação de emergência em mais três cidades do Acre afetadas por inundações. A portaria que oficializa a medida foi publicada na edição desta quarta-feira (29) do Diário Oficial da União (DOU).

Estão na lista os municípios de Brasiléia, Epitaciolândia e Xapuri. A capital, Rio Branco, já havia obtido anteriormente o reconhecimento federal devido às fortes chuvas.

Além das cidades acreanas, outros 59 municípios dos estados da Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo também obtiveram o reconhecimento federal de situação de emergência nesta quarta-feira devido a desastres.

O reconhecimento da emergência garante o acesso a recursos federais e estaduais de forma imediata para remediar os efeitos da enchente, bem como o auxílio aos desabrigados e futuras ações preventivas.

Com o decreto, ficam autorizados a realização das despesas necessárias para instalação e manutenção de abrigos, o fornecimento de insumos, o suporte logístico e as demais medidas administrativas urgentes consideradas necessárias à manutenção ou ao restabelecimento da capacidade de resposta do poder público para o enfrentamento da situação de emergência. O decreto entra em vigor na data de sua publicação, com prazo de vigência de cento e oitenta dias.

Continuar lendo

Acre

Gladson pede a Lula auxílio para construção de casas populares

Publicado

em

Em vídeo divulgado nas redes sociais na noite desta quarta-feira, 29, o governador Gladson Cameli (PP) revelou que pediu ao ministro do desenvolvimento regional, Waldez Góes e a ministra do meio ambiente, Marina Silva, ajuda para a construção de casas populares aos atingidos pela cheia dos igarapés e do Rio Acre.

Com mais de 30 mil desalojados e o manancial medindo 17,10 metros, Cameli garantiu que o pedido foi encaminhado ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “O nosso governo tem se esforçado para socorrer e cuidar das famílias”, declarou.

O chefe do executivo acreano revelou que o objetivo é evitar que as famílias passem esse situação novamente. Além disso, Gladson pediu doações de alimentos à população. Segundo o governo, os interessados devem deixar os produtos no Colégio Estadual Barão do Rio Branco (CERB).

Continuar lendo

Acre

Riozinho do Rola sobe 73cm e pode causar aumento no nível do Rio Acre

Publicado

em

Nesta quarta-feira, 29, a Defesa Civil, registrou aumento de 73 centímetros no nível do Riozinho do Rola nas últimas 24 horas – chegando a 17,45 metros. Com o registro, o órgão alerta para aumento do nível do Rio Acre, onde pode impactar a mais pessoas na capital, Rio Branco.

Devido o volume de águas subindo, o coordenador da Defesa Civil Estadual, coronel Carlos Batista, alerta para mais impactos à população da capital, Rio Branco, e para atenção da população no uso de embarcações. “Há muitos balseiros descendo o rio e é preciso atenção de quem está utilizando as embarcações”, explicou.

Batista também pediu para que as pessoas que usam lanchas e Jet-Ski reduzam a velocidade. “Também pedimos para quem esteja utilizando jet-skis, lanchas e outras embarcações, que faça trajeto em baixa velocidade, para evitar o comprometimento das casas em situação de alagamento”, orientou o coordenador da Defesa Civil Estadual.

O produtor rural e aposentado José Antônio Ferreira Leandro, de 60 anos, vive com a esposa Eunice Silva, de 67 anos, nas proximidades da ponte do Riozinho do Rola, no quilômetro 11 da estrada da Transacreana. Morando no local há cerca de 20 anos, o aposentado afirma que foram atingidos na cheia de 2015 e que com o levantamento feito na estrada e a substituição da ponte de madeira por uma de concreto asseguraram maior tranquilidade a quem mora na região. “Se não fosse terem alterado aqui a estrada e feito uma ponte de concreto, tudo aqui ao redor já estaria alagado”, afirmou.

A Secretaria de Agricultura (Seagri), mobilizou equipes para atender as famílias atingidas nas áreas rurais do estado. “Alinhado com o governador Gladson Cameli, estamos comprando do pequeno produtor, associações e cooperativas, para atender as demandas locais onde as pessoas estão abrigadas e também atender os nossos produtores vítimas da enchente”, destacou Luis Tchê.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas