Conecte-se agora

Tião Viana discute economia verde em fórum de Nova York

Publicado

em

O governador Tião Viana e uma comitiva de empresários do Acre participa, em Nova York (EUA), da terceira edição do Fórum de Desenvolvimento Sustentável 2011, com inciativa do Fórum da Américas e da Associação das Nações Unidas – Brasil (Anubra). O encontro aconteceu no inicio da semana no Harvard Club, com o tema “Brasil: a Nova Economia Verde Global”, e foi realizado por Mario Garnero, presidente da Brasilinvest.

Além de Tião Viana, os governadores Camilo Capiberibe (Amapá), Marconi Perillo (Goiás) e Eduardo Campos (Pernambuco) foram convidados. A conferência abordou o desenvolvimento sustentável no Brasil e no mundo, a partir da importância relacionada aos negócios, política, sociedade e meio ambiente.

Participam do 3º Fórum de Desenvolvimento Sustentável empresários, acadêmicos e políticos, que discutem soluções verdes que estão sendo empregadas no Brasil, que lidera a chamada economia verde.

Entre os palestrantes estão: o vice-presidente do Brasil, Michel Temer, o ex-ministro da Defesa, Nelson Jobim, o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza, e o ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton. Os empresários Álvaro Garnero e Cristiana Arcangeli são os mestres de cerimônia da conferência.

A economia verde começou a ser discutida de forma mais engajada a partir da Rio92, que estabeleceu a Agenda 21, um documento firmado entre as nações presentes na conferência como um compromisso em busca da sustentabilidade nos negócios.

Ontem (27), o Fórum das Américas, instituição independente dedicada à discussão de temas relacionados à democracia e meio ambiente, e o Council of the Americas, entidade empresarial, comercial e política fundada por David Rockefeller, realizaram mais um simpósio, com a presença de governadores brasileiros, que discutiram as oportunidades de investimento em seus Estados. O encontro acontece na sede da Council of the Americas, em Manhattan.

Acre

PRF prende traficantes com 70 kg de de cocaína na BR-364

Publicado

em

Uma ação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) resultou na prisão de dois homens e na apreensão de 70 kg de droga no início da noite desta quinta-feira, 12, na BR-364, próximo a entrada do Aeroporto Internacional de Rio Branco.

Os Policiais estavam realizando uma abordagem de rotina na BR-364, quando pararam um veículo modelo Saveiro, de cor branca, placa QLX-7A75. O motorista apresentou os documentos pessoais, CNH e documento do carro e foi averiguado que estavam em dias. Foi feito uma entrevista e a dupla apresentou muito nervosismo. Os policiais pediram que os dois homens descessem do veículo e durante a revista veicular dentro de um compartimento falso, foram encontrados 70 kg de pasta a base de cocaína. Foi encontrado também no interior do carro um valor de R$ 16 mil.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão e os dois homens foram encaminhado à Delegacia de Flagrantes (Defla) na Cidade do Povo juntamente com a droga, o veículo e o dinheiro para os devidos procedimentos.

Continuar lendo

Acre

Câmara aprova PL sobre ações de incentivo ao parto humanizado

Publicado

em

O Projeto de Lei (PL) que cria o Dia Nacional de Luta pelo Parto Humanizado, Digno e Respeitoso, foi aprovado nesta quinta-feira, 12, pelo plenário. A proposta, que segue agora para o senado, prevê a realização de ações ao longo de todo o mês de maio e será celebrada anualmente no Dia das Mães.

A deputada Benedita da Silva (PT-RJ), que fez a leitura do relatório favorável nas comissões de mérito, ressaltou que o objetivo do parto humanizado “é fazer com que o bebê nasça da maneira mais natural possível, sem experiências traumatizantes ou intervenções desnecessárias”.

De autoria da deputada Perpétua Almeida, o projeto é dedicado à jovem mãe Leilane Gomes, que teve seu bebê em uma calçada, em Rio Branco no Acre. A ação chegou a ser gravada em um vídeo que depois foi reproduzido nas mídias sociais.

“Temos visto crianças nascer com problemas e mães que morrem durante ou após o parto por falta de atendimento humanizado. O momento deixa a mulher vulnerável. Ela precisa de máxima atenção e acolhimento. O parto natural e humanizado é melhor para a recuperação da mãe e do bebê”, disse a parlamentar.

Continuar lendo

Acre

Técnicas que debocharam de paciente suicida viram alvo do MP

Publicado

em

As duas técnicas de enfermagem, Socorro Pinto e Rosa María de Oliveira, que foram afastadas dos cargos no pronto-socorro de Rio Branco após serem flagradas fazendo comentários de deboche durante o atendimento a uma paciente que tentou suicídio na capital, se tornaram alvo ds um procedimento administrativo do Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC). O despacho foi publicado na edição do Diário Eletrônico desta quarta-feira, 11.

O promotor de justiça Ocimar da Silva Sales Júnior, destacou que a finalidade do procedimento é apurar reportagem publicada no site AC24horas que mostrou por meio de um vídeo, as enfermeiras do Pronto Socorro debochando de uma paciente que teria tentado suicídio em sua residência.

O órgão controlador ressaltou que o presente procedimento não tem conteúdo investigatório por finalidade, mas tão somente de acompanhamento, não sendo consequentemente oportuna, nesse momento, a instauração de procedimento investigatório. “Resolve instaurar procedimento administrativo a fim de acompanhar fato não sujeito a investigação decorrente da presente notícia de fato*, diz trecho do despacho.

A promotoria frisou que espera que seja cumprido a determinação do despacho n° 1368/2021 quanto a reiteração do ofício não respondido direcionado ao Pronto-Socorro da capital e a Secretária de Estado de Saúde (Sesacre) requisitando informações acerca da sindicância instaurada. A finalidade do procedimento é de 1 (um ano).

Relembre o caso

Um vídeo em que apareceram duas profissionais de saúde do Pronto-Socorro de Rio Branco, possivelmente da área de enfermagem, foi enviado ao ac24horas em forma de denúncia. As mulheres apareceram na época fazendo comentários preconceituosos contra uma paciente que teria tentado suicídio em decorrência de uma crise depressiva.

As imagens foram filmadas por uma outra paciente, que se diz revoltada com a situação. A vítima da chacota estava no hospital em busca de tratamento, mas acabou sendo destratada com comentários de deboche em relação ao problema. “Irmã, eu tenho o que fazer, cuida e se mata logo. A pessoa que se mata vai direto pro inferno”, teria dito uma das servidoras. Já a outra profissional acrescenta: “não, maninha, não dá recado. Não manda recado, não!”, disse.

Continuar lendo

Acre

Homem é condenado no Acre por vender terreno que não era seu

Publicado

em

A 4ª Vara Criminal de Rio Branco, condenou Jânio Capistana da Silva pelo crime de estelionato, por ter vendido três vezes um terreno que não era seu. O acusado deverá cumprir 4 anos de reclusão e pagar 100 dias-multa.

O juiz Cloves Ferreira também determinou que o réu devolva os valores recebidos pelas supostas vendas, com a devida atualização monetária, a contar da data do pagamento integral do valor dos terrenos.

O caso iniciou quando a verdadeira dona do imóvel acabou cedendo em 2019, uma casa localizada no Ramal da Judia, no bairro Belo Jardim I, para um casal de idosos, que são pais do acusado. O mesmo fez um acordo para a construção de uma horta hidropônica, mas depois desapareceu com toda a estrutura que seria destinada aos galpões da horta.

No ano seguinte, Jânio induziu ao erro três outras vitimas para que comprassem o terreno. Os prejudicados informaram que ele se apresentou como se fosse o proprietário, propondo a venda do local para um, no valor de R$ 11 mil, para o segundo, o preço de R$ 20 mil, e o terceiro, disse que entregou seu próprio carro no valor de R$ 10 mil, e uma quantia em dinheiro. No entanto, o réu não era dono do local e nem tinha procuração.

“Ele se aproveitou do sonho de pessoas humildes e batalhadoras para vender algo que não lhe pertencia. Então apropriou-se do esforço daquelas pessoas e de novo as iludiu, porque se comprometeu a ressarcir o dinheiro e mais uma vez as enganou”, evidenciou o magistrado.

O acusado foi preso preventivamente, contudo foi expedido o Alvará de Soltura, porque a pena foi estabelecida em regime inicial aberto. A decisão foi publicada na edição n° 7.050 do Diário da Justiça Eletrônico (pág. 88), da última terça-feira, dia 26.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!