Conecte-se agora

Com a greve dos bancários, população depende de lotéricas, caixas eletrônicos e Internet

Publicado

em

Com a greve bancaria deflagrada nesta terça-feira (27) a população acriana passam a contar com as casas lotéricas da Caixa Econômica Federal, caixas eletrônicos de diversos bancos espalhados pela cidade e os serviços disponibilizados pela internet. Das agências bancárias no Acre, apenas o Banco Bradesco mantém atendimento normalizado.

Os serviços acima citados têm vantagens e desvantagens, as lotéricas, por exemplo, limitam a R$ 1 mil os saques e depósitos, mas somente atende a alguns serviços do Banco do Brasil e Caixa Econômica, sendo, que, as filas se multiplicam a cada instante.  Os caixas eletrônicos possuem a facilidade de serem encontrados em diversos pontos da cidade – de supermercados a farmácias – e pertencerem a unidades bancarias distintas, em alguns casos chegando há funcionar 24 horas.

Já a Internet agrega insegura por conta das ações de piratas eletrônicos que instalam programas espiões em computadores e roubam senhas e dados bancários dos clientes financeiros. Nesse caso o ideal é evitar computadores de uso coletivo, possuir um bom antivírus atualizado e apagar E-mails conhecidos como spams que costumam chegam com comunicados e tentações de vendas facilitadas.

Reivindicações dos bancários

De acordo com a presidente do Sindicato dos Bancários do Acre, Elmira Farias, a greve é por tempo indeterminado e as reivindicações vão de reajuste de 5% a piso de R$ 2.233,00. “Precisamos também de mais saúde, a cobrança por metas e mais metas nos deixam sem qualidade de vida”, disse a presidente.

Edmilson Alves, de Rio Branco-Ac
[email protected]
Redação de ac24horas

Acre

Mutirão de cirurgias do Acre vai atender mais de 5 mil pessoas

Publicado

em

O governo do Acre dará início nesta terça-feira, 17, ao maior mutirão de cirurgias eletivas, que pretende zerar as filas para estas causas em todo o Estado. O lançamento acontecerá na Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre), às 10h.

Com previsão de duração de 6 meses, mais de cinco mil pessoas serão atendidas com procedimentos cirúrgicos, nas especialidades de cirurgia-geral, vascular, urologia, ginecologia, cabeça e pescoço, otorrinolaringologia, mastologia e pediatria.

Para isto, a Fundhacre passou por uma série de adequações na estrutura hospitalar, como a ampliação do centro de cirurgias, com mais duas salas exclusivas para a realização da iniciativa, que passaram de 6 a 8 ambientes. Além da compra de novos equipamentos, que se deu por meio de recursos próprios, equivalentes a R$ 1 milhão.

Toda a execução do projeto é realizada mediante recursos próprios do governo do Estado, oriundos do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AC), no valor de R$ 15 milhões, juntamente com a emenda parlamentar do senador Márcio Bittar, no valor de R$ 10 milhões, totalizando em R$ 25 milhões.

“Nosso maior objetivo é a qualidade de vida da população, para isso estamos trabalhando junto às instituições de saúde e promovendo mutirões”, disse o governador Gladson Cameli.

Continuar lendo

Acre

Governo suspende licitação de nova maternidade na Capital

Publicado

em

A Secretaria Adjunta de Licitação publicou no Diário Oficial desta segunda-feira, 16, a suspensão do processo licitatório para construção da nova Maternidade na capital acreana. A licitação ocorreria para a contratação de empresa de engenharia para Construção de Unidade de Atenção Especializada em Saúde – Construção da Nova Maternidade.

A nova unidade de saúde que vai desafogar a Maternidade Bárbara Heliodora, onde é comum a falta de leitos para atender a demanda, foi suspensa por falta de informações da Secretaria de Saúde e da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), que são os órgãos demandantes da licitação.

A nova maternidade que deve ser construída na região do Segundo Distrito e deve custar cerca de R$ 95 milhões.

Continuar lendo

Acre

Duarte protocola PL que prevê isenção de ICMS para energia solar

Publicado

em

O deputado estadual Roberto Duarte (Republicanos) protocolou, na Assembleia Legislativa, o projeto de lei que veta a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre a energia solar.

Segundo o texto, não ocorrerá hipótese de incidência tributária do imposto de ICMS, em relação à energia elétrica fotovoltaica, até o limite da quantidade de energia elétrica injetada na rede de distribuição, seja qual for o montante.

De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o avanço da energia solar no estado mostra que os acreanos estão muito interessados em fontes renováveis e de menor custo. Apesar do considerável crescimento de placas solares no Acre, o estado ainda precisa de muito incentivo.

Assim, o deputado entende que se deve apoiar o acreano que decide fazer esse investimento e instala energia solar em sua casa numa tentativa de fugir das caríssimas contas de energia. “Elaborei esse projeto de Lei para defender e incentivar formas de energia limpa, como a energia solar. Permitindo e incentivando que os acreanos tenham acesso a alternativas mais baratas e limpas de energia elétrica”.

O projeto de lei segue para discussão e votação nas comissões na Aleac.

Continuar lendo

Acre

Corpo de homem é encontrado carbonizado em Rio Branco

Publicado

em

Um homem ainda não identificado de aproximadamente 27 anos foi morto a golpes de faca e teve parte do seu corpo queimado na manhã deste domingo, 15, em uma área de mata localizada no km 3 do Ramal do Açude, na região do bairro Floresta Sul, em Rio Branco. O corpo foi encontrado por populares que passavam no local e estava em cima de um colchão dentro da mata pegando fogo.

A Polícia Militar foi acionada e isolou a área para os trabalhos do perito em criminalística. Inicialmente, o Perito Thiago Martins, identificou que os criminosos mataram a vítima a golpes de faca e em seguida jogaram gasolina e atearam fogo no homem.

O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos e identificação.

A polícia não soube informar a motivação do crime e no local nenhum morador quis falar sobre o ocorrido, pois a área dominada por uma organização criminosa e prevalece a lei do silêncio.

O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE) da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (DEIC).

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!