Conecte-se agora

O INCOMODO DO PANFLETO VOLTA AO DEBATE

Publicado

em

“Tudo que tem neste panfleto é com base em relatório do Tribunal de Constas da União”, ressalta o deputado Gilberto Diniz (PT do B), levantando mais uma vez o assunto sobre o panfleto que reproduz uma reportagem da revista ISTO É, mostrando a suposta relação promiscua do senador Jorge Viana (PT), com empreiteiras que executam as obras da BR-364.

O assunto voltou à cena, depois que os petistas realizaram a distribuição de um panfleto em defesa de Jorge Viana, nas galerias da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na manhã de hoje. De acordo com Gilberto Diniz, os membros da FPA estariam supervalorizando uma denúncia que faz parte de documentação do TCU, sobre os gastos na obra da estrada.

Diniz questionou ainda, a autoria do panfleto. Segundo ele, não se trata de denúncia anônima, já que o material foi divulgado em uma revista de circulação nacional. O tucano Major Rocha disse que não teria sido seu partido o autor do panfleto, mas que as pessoas estariam curiosas sobre o material e estariam procurando ele, em busca do material.

O comunista Eduardo Farias falou também sobre o assunto. De acordo com ele, o material seria para tentar atingir a imagem do líder maior da Frente Popular. “Eles estão atacando o senador Jorge Viana, porque atingindo ele, estariam atacando o coração de nosso projeto”, defendeu o deputado do PC do B.

O líder do governo, Moisés Diniz (PC do B), retrucou por ser atingido por uma prática corriqueira dos partidos de esquerda em fazer panfletagem. “Ou o PSDB vem a publico afirmar que não soltou o panfleto, ou nos vamos afirmar que eles cometeram crime de calunia e difamação”, diz o defensor do Governo do Estado.

Segundo Moisés Diniz,  os membros da FPA não estariam discutindo a panfletagem, mas autoria do material. “Nós estamos discutindo a covardia, malandragem e a molecagem de soltar um panfleto anônimo. Se tem irregularidades denúncia no ministério público. Deram tiro no pé, isso é jogo baixo e terrorismo covarde”.

RESPOSTA DE DINIZ
“Deputado Moisés Diniz, você manda lá na base do governo. Eu como deputado tenho direito de falar o que eu quero nesta tribuna. Quem brinca com a consciência do povo é o senhor e seu governo, que vende ilusão e massacra o povo. Essa imagem bonita que vocês vedem ao mundo é que é usar o povo para seus projetos políticos”, disse Gilberto Diniz.

Levantando outros supostos problemas da administração pública, Gilberto Diniz enfatizou: “Você  chega na saúde pública e ver o caos que é o atendimento público. O governo está lavando dinheiro com consultoria, por isso não sobra nada para o povo. Brincando, estão vocês com a consciência do povo, fazendo promessas bonitas e deixando o povo passando fome na floresta. A madeira toda está indo embora do nosso estado, a nossa riqueza está toda indo pelo ralo. É isso que é brincar com o povo acreano”, acrescenta Gilberto Diniz.

Ray Melo – de Rio Branco-Ac
raymelo.ac@gmail.com
Redação de ac24horas

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Bolsonaro manda exonerar esposa e indicado de Flaviano no governo

Publicado

em

Na reta final da campanha para a presidência da Câmara, o governo federal deu início a retaliações e retirou cargos de deputados aliados a Baleia Rossi (MDB-SP), candidato com discurso de independência do Planalto. A ideia é pressionar para que parlamentares votem em Arthur Lira (PP-AL), aliado do presidente Jair Bolsonaro. Deputados terem sido informados que indicados seus em postos na administração federal foram exonerados nos últimos dias, entre eles o deputado federal do Acre, Flaviano Melo (MDB-AC).

Melo perdeu dois indicados no estado que mantinha desde o governo Temer. Foram exonerados neste mês Jorge Mardini Sobrinho, superintendente do Iphan, e Luciana Videl de Moura, da Secretaria de Patrimônio da União (SPU). Luciana é esposa do deputado.

“São da época do Temer. Ninguém mexeu neles e eles ficaram lá. Nem perguntei o motivo, porque eu sou do MDB e o MDB da Câmara não é da base do Bolsonaro, mas também não ia mandar (os indicados) saírem. Me disseram só que foi ordem do Palácio”, diz Flaviano.

Até há poucas semanas, o governo vinha adiando a tática de tirar cargos de aliados de Baleia Rossi para evitar um confronto direto. Um levantamento chegou a ser feito sobre quantos cargos tinham deputados de cada grupo, mas o plano era deixar essa relação de nomes em banho-maria até a eleição. Nas últimas duas semanas, porém, com a polarização da disputa, integrantes da Secretaria de Governo mudaram de ideia e as exonerações começaram. A votação na Câmara está marcada para a noite da próxima segunda-feira e deve invadir a madrugada.

Continuar lendo

Acre

Acre ganha avião que vai ser usado no combate ao narcotráfico

Publicado

em

Um monomotor Beechcraft Bonanza A-36, prefixo PT-KIP, com seis lugares, passa a integrar a frota do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), com base no Aeroporto Internacional de Rio Branco.

De acordo com o secretário de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP), Paulo Cézar dos Santos, a aeronave pertencia ao Gabinete Militar do Governo do Mato Grosso do Sul e foi doada ao Estado do Acre para uso em ações de combate ao narcotráfico nas regiões fronteiriças com a Bolívia e o Peru,  no transporte de doentes e de fornecimento de suprimentos diversos a comunidades isoladas no interior da Floresta Amazônica.

A partir de agora, o Ciopaer vai contar com quatro aeronaves, sendo dois helicópteros Esquilo e dois aviões, um bimotor EMB-810 Sêneca III e o Bonanza A-36. “Seja para o transporte de policiais, seja para uso como plataforma de observação, resgate aeromédico ou nas operações de combate a crimes transfronteiriços, essas aeronaves, sem dúvida, auxiliam de forma excelente as mais diversas missões confiadas ao governo do Estado”, ressalta Cézar dos Santos, que é coronel da Polícia Militar do Estado do Acre (PMAC) e especialista em segurança pública.

Considerando o valor do frete de uma aeronave de táxi aéreo, algo em torno de R$ 25 mil para passageiros que precisam ser removidos com urgência do interior para a capital, Rio Branco, esses mesmos custos podem cair para R$ 5 mil com o Estado utilizando uma de suas aeronaves para esse tipo de missão, os gastos com manutenção por hora voada e combustível, segundo o Ciopaer.

Um novo helicóptero biturbina, também Esquilo, e um bimotor turboélice Beechcraft King Air, de médio porte, poderão ser as mais novas estrelas da frota do Ciopaer nos próximos meses, subindo de quatro para seis o número de aeronaves estatais. O governo trabalha na viabilidade de uso destas outras duas aeronaves que são do Ministério da Justiça.

Continuar lendo

Acre

A cada 10 leitos de UTI no Into, 9 estão ocupados, diz Saúde

Publicado

em

O boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) divulgado na tarde desta segunda-feira, 25, mostra que o cenário é preocupante na capital acreana. Dos 40 leitos de Unidade Tratamento Intensivo (UTI) destinados à Covid-19 no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia no Acre (Into), unidade referência para atendimentos, 36 estão ocupados.

Outro dado alarmante é em relação aos leitos clínicos. Dos 100 disponíveis no Into, 89 estão ocupados.

Segundo dados do boletim, foram identificados 219 pacientes internados nos estabelecimentos monitorados, dos quais 166 testaram positivo para Covid-19. Do total hospitalizado, 53 estão em UTI e 166 em leitos (clínicos, obstétricos e pediátricos).

Na região do Baixo Acre, que engloba as cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Plácido de Castro e Acrelândia, das 55 UTIs, 40 estão ocupadas.

Destes, três são do Pronto Socorro, que registrou 30% de ocupação e os outros 36 são do Into, que registrou 90% de ocupação e um leito de UTI ocupado no Hospital Santa Juliana.

Já a região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 20 leitos de UTI existentes, 13 estão ocupados, registrando 65% de ocupação. Os leitos clínicos somam 94 e 46 estão ocupados, registrando 48,9% de ocupação.

Continuar lendo

Acre

Acre confirma 110 novos casos e mais 4 mortes por coronavírus

Publicado

em

O Acre registrou nas últimas 24 horas 110 novos casos de infecção por coronavírus. Nesta segunda-feira, 25, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) informou que do total, 60 casos foram confirmados por exame de RT-PCR e 50 testes rápidos. O número de infectados subiu de 46.429 para 46.539.

De acordo com o Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), mais 4 notificações de óbito foram registradas nesta segunda, sendo 2 do sexo masculino e 2 do sexo feminino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 854 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 131.925 notificações de contaminação pela doença, sendo que 84.145 casos foram descartados e 1.241 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 39.335 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 166 pessoas seguem internadas.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas