Menu

Ex-agentes de segurança são presos no Pará em operação contra venda de armas

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Dois ex- agentes de segurança pública foram presos por posse ilegal de armas e munições em uma operação da Polícia Federal deflagrada nesta terça-feira (2) na Grande Belém.


A Operação Primo cumpriu quatro mandados de busca e apreensão contra venda ilegal de armas de fogo pela internet.

Publicidade

Segundo a Polícia Federal, os presos são um ex-agente de segurança penal temporário, detido em Belém; e um ex-policial militar, preso em Ananindeua.


“Os investigados negociavam a venda e troca de armas de fogo e munições de forma indiscriminada, por meio de grupos em aplicativo de troca de mensagens. Entre os armamentos ilegalmente comercializados, chamou a atenção dos investigadores as negociações de um fuzil, armamento longo de uso restrito das forças policiais “, informou ainda a Polícia Federal.


Durante os mandados, os policiais apreenderam dois rifles, duas armas calibre 40, revólver oito carregadores e outros armamenrtos, além de um colete da Polícia Militar e mais de 300 munições de diferentes calibres de armas.


Essa foi a primeira fase da operação Primo, deflagrada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco) do Pará, que une a Polícia Federal, Polícia Civil e Secretária de Administração Penitenciária (SEAP).


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido