Conecte-se agora

A eleição passou, é hora de governar!

Publicado

em

Nos últimos quatro anos o Brasil vivenciou um dos períodos mais tensos de sua história com a polarização política. Porém, a eleição acabou, o vencedor Luís Inácio Lula da Silva foi diplomado e empossado. Fecha-se um ciclo. Agora é hora de governar. No Acre, a mesma coisa. O governador Gladson Cameli (PROGRESSISTA) prepara seu governo para encarar o futuro com Lula e não mais Bolsonaro que agora é ex. como Sarney, Collor, FHC, Dilma e Michel Temer.

Depois de tudo o que passou, Lula deseja sublimar o seu novo mandato. Para isso, anunciou que vai governar em parceria com governadores e prefeitos. Seus ministros repetem o mesmo bordão. Não poderia haver notícia melhor para o Gladson, ou seja, sem pressão de uma nova reeleição o governador prepara sua gestão para governar com a viola afinada com o governo federal, por exemplo, nas áreas de Educação, Segurança e Saúde.

Todos os secretários de Gladson devem estar alinhados com a nova política de gestão do governo Lula, inclusive, na área de Meio Ambiente acertando os ponteiros do Imac com a ministra Marina Silva. Quanto ao PT, não deverá ser obstáculo para que isso aconteça. Seria ruim para o partido que deseja voltar ao poder nas próximas eleições quando Gladson não será mais um concorrente a ser enfrentado.

“O revolucionário mais radical se torna um conservador no dia seguinte à revolução”. (Hannah Arendt)

. O governador Gladson Cameli tem uma vantagem sobre seus adversários que foram aliados em 2018, ele sempre está focado no futuro, no que virá pela frente e não no passado.

. Sobre a bancada federal, ao que parece, Gladson só poderá contar mesmo com a fidelidade da deputada eleita Socorro Neri.

. Os senadores andam longe.

. O desafio da vice-governadora Mailza será o de articular o apoio do governador Gladson ao prefeito Bocalon.

. Unir o PROGRESSISTA em torno de sua reeleição.

. Porém, a deputada federal Socorro Neri é o principal obstáculo.

. Ela sabe o que quer e aonde chegar a começar por assumir a direção municipal do PROGRESSISTA.

. É o jogo e cada um joga o que tem!

. A melhor coisa que aconteceu para a Educação no Acre foi o ex-governador do Ceará, Camilo Santana, ser o ministro da pasta.

. Flávio Dino a mesma coisa!

. Sem revanchismos ou perseguições.

. Se não tivesse rompido com aliados que participaram da sua reeleição em 2020, a prefeita Fernanda Hassem (sem partido) não teria elegido o irmão deputado estadual;

. Terminaria o mandato de prefeita sem perspectiva de continuar na política.

. Gostando dela ou não, a prefeita conhece as regras da manutenção do poder ensinadas em O Príncipe.

. Bom dia!

Coluna do Astério

A decadência política e o vazio existencial 

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Eles não usam Black Tie

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Sobre Gladson e Lula: É só seguir o líder!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

A tragédia Yanomami; quando te vimos com fome, Senhor?

Publicado

em

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.