Conecte-se agora

Autorização de empréstimo de R$ 234 milhões é publicado no DOE

Publicado

em

O governo do Acre publicou no Diário Oficial desta quinta-feira, 8, a autorização dada pela Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) para que o estado possa contrair junto ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), um novo empréstimo no valor de US$ 45 milhões de dólares. Convertido para a moeda brasileira, o valor significa mais de R$ 234 milhões.

O dinheiro será usado no Programa de Sustentabilidade Fiscal, Eficiência e Eficácia do Gasto Público (Pro-Gestão), para a melhoria da gestão fiscal, orçamentária e patrimonial da administração pública, aumentando a eficiência e eficácia dos gastos públicos.

O Projeto de Lei foi aprovado pela maioria dos deputados estaduais na sessão da última terça-feira, dia 6. última terça-feira, dia 6.

Acre

No Acre, 45% dos pais leem livros para os filhos pequenos

Publicado

em

No Acre, 45% dos pais não tem hábito de fazer leitura para os filhos, taxa menor que a média nacional, em que 55% dos brasileiros não costumam ler para as crianças.

O Distrito Federal é o melhor posicionado nesse ranking, com 64% dos entrevistados afirmando que leem para os filhos. No Rio de Janeiro, 48% afirmou ler para os filhos, já em São Paulo o número foi igual do Acre. Em Alagoas, apenas 15% dos pais tem esse hábito.

Publicado neste começo de fevereiro, o estudo da agência Famivita, especializada em maternidade, informa que não importa em que fase da vida a pessoa se encontre, os benefícios da leitura são inúmeros para quem busca uma existência rica em aprendizado. Todavia, a mais recente pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, feita pelo Instituto Pró-Livro, mostrou que pouco mais da metade da população no país – o equivalente a 52% – tem hábitos de leitura.

A iniciativa revelou, ainda, que um dos fatores que influencia para que se tenha o costume de ler é justamente que alguém próximo incentive essa prática tão proveitosa. Para se ter uma ideia, um em cada três entrevistados da pesquisa, o que corresponde a 34%, disse que alguém os estimulou a gostar de ler, sendo professores (11%), mães ou responsáveis do sexo feminino (8%) e, em seguida, o pai, responsável do sexo masculino ou algum outro parente, apontado por 4%.

O estudo teve abrangência nacional e foi realizado com mais de 2.100 mulheres entre 12 e 20 de setembro de 2022. O método de coleta de dados foi feito por meio de questionário em formulário na internet.

Continuar lendo

Acre

Censo do IBGE já entrevistou mais de 94% da população do Acre

Publicado

em

Apesar de todos os problemas, o Acre é o 9º Estado que entrevistas realizou para o Censo do IBGE. Da previsão total, 94,07% da população já está recenseada neste começo de fevereiro.

Alagoas, com 97,58% das população recenseada, ocupa o primeiro lugar nesse ranking. Mato Grosso é o último, com 75,92%.

No País, desde o início da operação em 1º de agosto, até o dia 31 de janeiro, foram recenseadas 185.827.709 pessoas, em 65.657.749 domicílios no país. Isso representa cerca de 89,45% da população do país, de acordo com o resultado prévio (207,8 milhões de pessoas).

Já em relação ao número estimado, de 213,3 milhões, esse contingente de recenseados corresponde a 87,11%.

A cobertura completa dos setores censitários foi praticamente toda concluída em janeiro de 2023. Em fevereiro e março, permanecerá em andamento o processo de revisão, controle de qualidade e apuração do Censo, com tentativas de reversão de recusas, revisitas a domicílios com morador ausente para realização de entrevistas, além de verificação de domicílios vagos, de uso ocasional, possíveis duplicidades e omissões e preparação para divulgação. A previsão é de que o IBGE divulgue os resultados definitivos do Censo referentes à população dos municípios em abril de 2023.

Os recenseadores do Acre enfrentam problemas para localizar o morador -ou tem a entrevista rechaçada -mas, ao que sugerem os dados do IBGE, faltam menos de 6% da população prevista para ser recenseada.

Continuar lendo

Acre

Fiocruz vê crescimento das síndromes gripais no Acre

Publicado

em

Divulgado nesta sexta-feira (3), o novo Boletim InfoGripe Fiocruz mostra a manutenção de um cenário positivo para casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) pelo país. A maioria dos Estados mostra estabilidade em um patamar relativamente baixo quando comparado com o histórico dos últimos anos.

Não é o mesmo cenário para o Acre e alguns Estados, observa a Fiocruz.

“Das 27 unidades federativas, apenas Acre, Amazonas e Maranhão apresentam crescimento na tendência de longo prazo até a semana 4. No AM e MA, o volume de casos semanais ainda é baixo em relação ao histórico, e os dados por faixa etária são compatíveis com um cenário de oscilação. No Acre, há aumento entre as crianças e a população adulta”, diz o InfoGripe.

O estudo aponta, ainda, para sinal de queda nas tendências de longo (últimas seis semanas) e curto prazo (últimas três semanas). Referente à Semana Epidemiológica 4, período de 22 a 28 de janeiro, a análise tem como base os dados inseridos no Sistema de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) até 30 de janeiro.

Os dados indicam predomínio dos casos positivos para Sars-CoV-2 (Covid-19) em todas as faixas etárias a partir de 5 anos, com maior destaque na população adulta. Já entre crianças de 0 a 4 anos o vírus sincicial respiratório (VSR) mantém presença expressiva especialmente no Espírito Santo, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo e nos três estados da Região Sul. Desses, apenas o DF aponta manutenção de patamar elevado de casos de SRAG nessa faixa etária. Os demais já apontam para redução nas semanas recentes.

Nas últimas quatro semanas epidemiológicas, a prevalência entre os casos como resultado positivo para vírus respiratórios foi de 0,9% para influenza A, 0,7% para influenza B, 18,8% para vírus sincicial respiratório e 71,3% para Sars-CoV-2 (Covid-19). Entre os óbitos, a presença destes mesmos vírus entre os positivos foi de 1,1% para influenza A, 0,0% para influenza B, 1,5% para vírus sincicial respiratório e 94,7% para Sars-CoV-2.

Cinco das 27 capitais apresentam crescimento na tendência de longo prazo até o mesmo período: Macapá (AP), Manaus (AM), Palmas (TO), Rio Branco e Vitória (ES). Em Rio Branco, o crescimento se concentra principalmente entre crianças pequenas. Nas demais quatro capitais, os dados por faixa etária sugerem que o crescimento se trata de oscilação em torno de patamar baixo.

Continuar lendo

Acre

Moradores se revoltam com ruas intrafegáveis na Conquista

Publicado

em

Cansados de esperar uma ação do poder público, moradores da baixada do bairro Conquista, em Rio Branco, decidiram reclamar do excesso de buracos nas vias públicas da localidade nesta terça-feira, 31.

Segundo informações, há mais de 10 anos, as ruas da baixada do bairro não recebem trabalhos paliativos de recuperação asfáltica. Matheus Cardoso e Josimar Ribeiro – representantes do bairro Conquista, disseram que a situação está calamitosa. “As ruas estão em estado de calamidade. Tá praticamente inutilizado”, comentou Josimar.

Ribeiro contou aínda que as vias Fonte Nova e travessa Rio Negro podem ficar sem coleta de lixo. “Vão ficar isolados para coleta de lixo. A rua Fonte Nova tem um trecho que não passa mais carro, tá quase intrafegável. Deveria isentar o IPTU dos moradores”, relatou.

Para piorar a situação, os moradores reclamam também da falta de limpeza. “Cada morador tem que roçar para o mato não entrar dentro de casa. Eles vêm uma vez ao ano fazer a limpeza do bairro externa geral”, disse Ribeiro.

Resposta da prefeitura

Em contato com o secretário de infraestrutura do município, Cid Rodrigues, acerca das problemáticas na região, o gestor se limitou a dizer que o trabalho da gestão deverá chegar no bairro. *Com certeza, muito em breve chegaremos na conquista!”, respondeu.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.