Conecte-se agora

Cresce o envolvimento de mulheres com o tráfico de drogas no Vale do Juruá

Publicado

em

Nos últimos dois meses, houve aumento no número de prisões de mulheres por tráfico de drogas no Vale do Juruá. As forças de segurança fizeram várias apreensões de maconha, cocaína e seus derivados, sendo transportados por mulheres, a maioria na BR-364 entre Cruzeiro do Sul e Rio Branco.

Na maioria jovens, as mulheres são usadas por traficantes como mulas para transportar entorpecentes na tentativa de levantar menos suspeitas das forças de segurança.

“Foram mais flagrantes envolvendo mulheres, mas a prática já é comum. Muitas ingressaram no mundo do crime, especialmente no tráfico de drogas”, diz o tenente coronel Edivan Rogério, comandante do 6° Batalhão da Polícia Militar, que abrange Cruzeiro do Sul e os outros 4 municípios do Vale do Juruá.

Nesta terça-feira, 6, uma mulher de 20 anos, T.O.C., foi presa pela Polícia Militar em uma parada de ônibus na Boulevard Thaumaturgo, região central de Cruzeiro do Sul, com mais de um quilo e meio de maconha em uma bolsa. A mulher, que já responde a um processo criminal por tráfico de drogas, afirmou que estava levando a maconha para a casa dela, que fica no município de Guajará, no Amazonas.

Também na terça-feira, uma menor de idade foi presa transportando drogas em um ônibus entre Cruzeiro do Sul e Rio Branco. Ela embarcou no coletivo na rotatória de Rodrigues Alves e policiais militares que estavam no veículo como passageiros, ao notar um comportamento suspeito, revistaram a bolsa da jovem onde a droga foi encontrada. A PM não informou a quantidade de entorpecentes apreendida.

Na noite de segunda-feira, 5, na comunidade Lagoinha na BR-364, dentro do ônibus que faz a rota entre Cruzeiro do Sul e Rio Branco, a Polícia Militar apreendeu 43 quilos de maconha e 2,4 quilos de oxidado de cocaína com uma mulher, R. A. A., de 20 anos.

Na madrugada de domingo, 4, também na BR-364, uma mulher de 18 anos foi presa levando quase 10 quilos de cocaína e maconha, de Cruzeiro do Sul para Rio Branco, na garupa de uma motocicleta. A ação foi das guarnições dos grupos Tático e de Policiamento com Cães do 7º Batalhão da Polícia Militar de Tarauacá, que já tinham informações de que um casal estaria traficando entorpecentes com a ajuda de um “batedor”, que seguia na frente na tentativa de garantir o sucesso do transporte da droga.

No dia 10 de novembro, uma mulher de 20 anos, M. I. S. S., foi presa na BR-364 com 5,35 quilos de cocaína dentro do ônibus que fazia o trajeto entre Cruzeiro do Sul e Rio Branco.

No dia 22 de novembro, duas mulheres foram presas na BR-364 pela Polícia Militar com mais de 40 quilos de skunk durante a abordagem a um ônibus que fazia o trajeto de Cruzeiro do Sul para a capital.

Este ano, mais de 600 quilos de entorpecentes foram apreendidos no Vale do Juruá pelas forças de segurança.

Na rede

Porto Walter cancela Processo Seletivo da Educação e anuncia outro

Publicado

em

O Diário Oficial do Estado desta Sexta-feira, 3, traz publicado, o novo edital de Processo Seletivo Simplificado para formação de cadastro de reserva para profissionais da Educação do município de Porto Walter, tendo em vista que o anterior, lançado dia 19, foi cancelado. Os cargos são para professores de ensino infantil e fundamental anos iniciais e finais, mediador, assistente educacional, tutor intérprete, de libras, de AEE, de EJA e Educação Infantil da pré-escola.

O edital 02/2023 tem duas mudanças com relação ao anterior: a primeira delas consiste na oferta de vagas que serão somente para formação de cadastro de reserva para as escolas da zona rural.

Outra mudança diz respeito aos critérios de avaliação: O processo seletivo será composto de duas etapas, de caráter eliminatório e classificatório, por meio da prova de títulos – análise curricular, e entrevista do candidato (a).

Para concorrer é necessário que o candidato comprove o nível de escolaridade exigido para a função em que desejar atuar, apresentar documentos de identificação, dentre outros requisitos especificados no Edital.

As inscrições são gratuitas, deverão ser feitas entre os dias 8 10 de fevereiro, na sede da Secretaria de Educação – SEMEC, ao lado do IDAF, no horário de 07 as 11 horas e de 13 as 17 horas. As entrevistas serão realizadas de 13 a 17 de fevereiro. A divulgação e homologação oficial está previsto para o dia 8 de março conforme especifica e rege o Edital. Os candidatos já inscritos, poderão usar a documentação do PSS que foi cancelado anteriormente.

O prazo de validade do processo seletivo será de 1 ano, podendo ser prorrogado uma vez por igual período.

De acordo com a Assessoria de Comunicação da prefeitura de Porto Walter, houve a necessidade de cancelar o Edital e lançar novo, porque houve problema na oferta de vagas. ” Tinha vagas para zona urbana, no entanto, alguns profissionais não estavam em sala. E esse ano serão lotados para preencher essas vagas”, explica

Continuar lendo

Na rede

Prefeitura de Mâncio Lima intensifica ações contra a malária

Publicado

em

Agora no mês de janeiro 234 casos de malária foram registrados no município de Mâncio Lima. Para reduzir os números a prefeitura intensifica as ações de combate a doença, com a ampliação das visitas domiciliares dos agentes, as orientações, capacitação dos profissionais e entregas de mosquiteiros impregnados.

A Secretaria Municipal de Saúde está realizando, por meio da Gerência de Endemias, uma capacitação para os Agentes de Combate as Endemias – ACE e os Agentes Comunitários de Saúde – ACS para garantir aos profissionais, um olhar mais apurado sobre informações coletadas nas residências e orientem da melhor forma, as pessoas que necessitam de atendimento.Para as aulas teóricas, o Bairro Guarani foi o escolhido visto que somente no mês de janeiro foram registrados 25 casos de malária na localidade, sendo 2 do tipo falciparum a forma mais agressiva e perigosa da doença.

Agentes de Endemias das zonas urbana, rural terrestre e fluvial estão visitando os domicílios com orientação e ações preventivas.

Em outra frente, a prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, distribui mosquiteiros impregnados com um medicamento contra a malária utilizado com frequência em humanos e que tem se tornado uma nova ferramenta para combater a doença funcionando como uma barreira física impedindo o contacto homem-vetor, dado que certos mosquitos se tornaram resistentes aos inseticidas.

” A capacitação dos agentes para o trabalho do dia a dia é muito importante. Como houve um aumento de casos de malária no mês de janeiro, visto que é um período sazonal da doença com o aumento de chuvas, o acumulo de águas e os criadouros do mosquito. estamos fortalecendo as ações com visitas domiciliares, orientações, capacitação dos profissionais e entregas de mosquiteiros”, pontuou Francisco Melo, Gente de Endemias.

O agricultor Manoel Socorro, que recebeu a visita dos profissionais de saúde, agradeceu pelas orientações e pelos cortinados.

“Aqui em casa, no Guarani, tem pouco mais de um ano que teve casos de malária e dengue. Os Agentes de Saúde estiveram aqui, verificaram de onde estava vindo o mosquito, eliminamos um poço que eu tinha e passei a usar os cortinados impregnados. Aí graças a Deus não teve mais ninguém doente com malária”, contou ele.

Continuar lendo

Na rede

Homem é preso com arma falsa em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Luiz Elisson Santos, 41 anos, foi preso pela Polícia Militar nesta quinta-feira, 2, no Cais do Porto de Cruzeiro do Sul com um simulacro de arma de fogo e R$ 1.352,00 em espécie. Á PM ele informou que havia chegado de Marechal Thaumaturgo.

A Polícia recebeu denuncia anônima, via Copom 190, de que o homem estava no centro da cidade com uma mochila nas costas e em atitudes suspeitas. Na abordagem, o simulacro de pistola foi achado dentro da mochila bem como o dinheiro. Os itens e Luis foram levados para a Delegacia de Polícia Civil.

Continuar lendo

Na rede

Polícia cumpre 15 mandados em Cruzeiro do Sul, na Operação Juruá II

Publicado

em

As Polícias Federal, Civil e Militar deflagraram nesta quinta-feira, 2, em Cruzeiro do Sul, a Operação Juruá II, com o cumprimento de 15 mandados judiciais, sendo 10 de prisão preventiva e 5 mandados de busca e apreensão, para reprimir crimes de integrar organização criminosa.

As ordens judiciais foram expedidas pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas de Rio Branco e a ação contou com de 31 policiais.

” As investigações iniciaram-se em setembro de 2021, quando foi feita a Operação Juruá I, que prendeu dezenas de integrantes da organização criminosa e foram coletadas provas quanto a participação de outras pessoas, que agora são alvos dessa nova ação. Aprofundando as investigações a partir desta operação, foi possível identificar diversos outros indivíduos que integram facção criminosa” , citou a PF.

Os envolvidos responderão pelos crimes de integrar organização criminosa, cujas penas podem chegar a 13 anos de prisão.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.