Conecte-se agora

No Acre, bolsonaristas se ajoelham ao cantar hino nacional e pedem intervenção militar

Publicado

em

Centenas de militantes apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), continuam acampados na frente do Comando de Fronteira Acre/ 4º Batalhão de Infantaria de Selva – 4° BIS, localizado em Rio Branco, nesta quarta-feira, 2, em protesto contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições presidenciais.

Em vídeos enviados ao ac24horas, os manifestantes aparecem vestidos de verde e amarelo, de joelhos e cantando o hino nacional – solicitando que seja acionado o artigo 142 que trata da intervenção federal.

Um dos manifestantes de extrema direita, o motorista de aplicativo, Carlos Lima, contou que a manifestação segue, simultaneamente, em todo o país. Os “bolsonaristas” estão aguardando o posicionamento do executivo nacional ou dos chefes das forças armadas brasileiras. “Queremos a intervenção federal”, declarou.

O objetivo da intervenção militar é impedir a posse do presidente eleito, Lula, do PT, ao comando do Palácio do Planalto em 2023/2026.

Veja o vídeo:

play-rounded-fill

Acre 01

Cientistas da Ufac e UFJF descobrem nova espécie de maracujá no Lago do Amapá

Publicado

em

A Universidade Federal do Acre anunciou neste fim de janeiro a descoberta de uma nova espécie de maracujá, batizada tecnicamente de ‘Passiflora acreana’, no Lago do Amapá, em Rio Branco.

A descoberta foi feita pelo pesquisadores Marcos Silveira e Mayk Honório de Oliveira, do Centro de Ciências Biológicas e da Natureza, da Ufac, e Ana Carolina Mezzonato-Pires, da Universidade Federal de Juiz de Fora. Eles assinam o artigo publicado na revista “Phytotaxa” (vol. 579, n.º 1).

Intitulado “Passiflora acreana, a new species of Passiflora subgenus Passiflora (Passifloraceae sensu stricto) from Acre, Brazil”. A nova espécie foi coletada durante expedições realizadas na APA Lago do Amapá. A descoberta aconteceu no âmbito de projeto de iniciação científica conduzido por estudantes do Laboratório de Botânica e Ecologia Vegetal da Ufac.

A ‘Passiflora acreana’ é uma espécie morfologicamente similar a três que ocorrem no Brasil e difere delas por apresentar corona, a estrutura que circunda a parte central da flor, com dez séries de filamentos de tonalidade branca na base e lilás na porção restante; seus frutos são amarelados quando maduros. Duas características distintivas estão nas folhas. A estípula, folha modificada pequena que existe na base da folha normal, tem formato de rim e o pecíolo, estrutura que conecta a folha no ramo, possui oito glândulas pedunculadas.

A descoberta dessa espécie de maracujá no Acre eleva para 163 o número de espécies do gênero encontradas no Brasil e para 29 o número de espécies registradas no Acre. Segundo Marcos Silveira, quanto ao estado de conservação, considerando que tanto a área de ocorrência e de ocupação são quase que exclusivamente restritas à APA, essa novidade surge na condição de criticamente em perigo.

“Essa descoberta estimula a ampliação dos estudos sistemáticos feitos no Acre com a família dos maracujás e fortalece a parceria salutar com especialistas de universidades da região Sudeste do Brasil, com recurso aprovado para realização de pós-doutorado no nosso Estado”, disse Silveira.

Continuar lendo

Acre 01

DNIT tenta responder denúncias de abandono da BR 364 e mostra equipes tapando buracos

Publicado

em

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informou neste domingo (29) que os lotes 4 e 5 da BR 364 estão em obras.

Segundo o órgão, as equipes do DNIT realizam os serviços de manutenção rotineira do KM 272 ao KM 491, do município de Sena Madureira até Feijó.

O informe é uma tentativa de resposta às denúncias de abandono e omissão de autoridades estaduais e federais em relação à rodovia.

O Ministério dos Transportes incluiu trecho da BR 364 no Estado do Acre no Plano de 100 Dias mas o Fórum de Governadores da Amazônia pede que 759 quilômetros sejam recuperados ou mesmo reconstruídos.

Continuar lendo

Acre 01

Latam “perde” mala e humorista que veio fazer show no Acre fica só com a roupa do corpo

Publicado

em

O humorista Pedro Manso, conhecido pela imitação de famosos como a do apresentador Faustão e do apóstolo Valdemiro, chegou ao Acre na noite da última sexta-feira, 27.

Ao desembarcar em solo acreano, para realizar um show neste domingo, 29, Manso foi surpreendido ao descobrir que a companhia aérea Latam despachou sua bagagem para outro destino e a mala não chegou ao Acre.

O jornalista e humorista Antônio Klemer, que vai, inclusive, abrir o show de Pedro Manso postou um vídeo nas redes sociais onde fala sobre a “perda” da mala. Pedro afirma que já é a terceira vez que o problema acontece em shows pelo país.

De acordo com amigos que acompanham a estadia de Pedro Manso no Acre, o humorista entrou em contato com a família para que outras roupas usadas no show fossem enviadas e teve que ir às compras em Rio Branco, já que só tinha como opção a roupa que já chegou vestido no aeroporto da capital acreana.

Apesar do contratempo, o show de Pedro Manso está confirmado e acontece na noite deste domingo, 29, no Teatro da U:VERSE (antiga FAAO), a partir das 19 horas.

Continuar lendo

Acre 01

Acreano com milhões de seguidores fica famoso na internet ao reciclar produtos do lixo

Publicado

em

O “Rei da Gambiarra”. É assim que o ex-lavador de carros Raimundo é chamado na internet. Hoje, ao lado da esposa Francisca, já soma mais de 3 milhões de seguidores nas redes sociais e as simples dicas dadas pelo casal se transformaram no meio de sustento da família.

Com uma incrível habilidade para consertar coisas, Raimundo procura pelos mais diversos produtos jogados no lixo e os recupera com muita criatividade. Os vídeos vão de consertos de aparelhos eletrônicos como televisores, impressoras e liquidificador, até orientações de como desentupir o vaso sanitário do banheiro ou recuperar uma simples capinha de celular.

Conheça a página de Raimundo no facebook

Outro diferencial dos vídeos do casal é o bom humor, com a esposa sempre duvidando de que o produto encontrado no lixo possa ser recuperado.

Com o sucesso na internet, Raimundo não revela quanto ganha, mas diz que nem pensa em voltar a lavar carros. “Se alguém chegar e me oferecer R$ 100 para lavar um carro eu não vou de jeito nenhum, quero mais essa vida não”, afirma.

O videomaker do ac24horas, Kennedy Santos, foi conhecer o “Rei da Gambiarra” e mostra como é a rotina do casal que transforma o que é jogado fora e tem como tema do “lixo ao luxo”.

Veja o vídeo:

video
play-rounded-fill

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.