Conecte-se agora

Esquerda se reúne para traçar estratégias no 2º turno e criar o “Comitê – Acre com Lula”

Publicado

em

Na tarde desta terça-feira (4), representantes de partidos de esquerda no Acre (PT, PCdoB, PV, PSOL, PCB, PCO e Rede) se reuniram para debater a agenda de campanha do ex-presidente Lula neste segundo turno das eleições presidenciais. O encontro aconteceu na sede do Partido dos Trabalhadores, em Rio Branco.

A proposta é unificar a atuação desses partidos e ampliar com a participação de sindicatos, associações, federações e outros coletivos, para criar o “Comitê de Luta – Acre com Lula”.

Os partidos ressaltam que possuem um só objetivo, por isso, estarão unidos com o propósito de derrotar Bolsonaro e o que ele representa para o País, ou seja: a fome, a miséria, o racismo, o medo e a violência.

“Lutaremos por um Brasil que cuida das pessoas, que garante comida, emprego, Saúde, Educação e vida aos brasileiros e brasileiras. Pela democracia, pela Amazônia, pelo Acre e pelo Brasil, estaremos nas ruas e na luta!”, ressaltaram os dirigentes partidários.

Acre 01

Rio Acre marca 8,74 metros, subindo mais de 3 metros com temporal de segunda-feira

Publicado

em

FOTO: WHIDY MELO

O Rio Acre amanheceu esta terça-feira (6) com 8,74 metros em Rio Branco e continua subindo devido às chuvas que caíram nas últimas horas em diferentes pontos de sua bacia hidrográfica. Em 24 horas, o rio subiu mais de 3 metros.

Mais de 70 ocorrências foram registradas pela Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Energisa durante o temporal que caiu nesta segunda-feira (5) em Rio Branco, atingindo principalmente a região alta da capital. A ventania chegou à velocidade média de 77 km/hora mas rajadas podem ter chegado a 90 km/h.

O transtorno só não foi maior devido ao jogo da Seleção Brasileira: a maioria das pessoas estava em casa assistindo a partida com a Coréia.

Os trabalhos de recuperação dos pontos atingidos pelo temporal seguem nesta terça-feira, inclusive a remoção de balseiros que se acumulam nas bombas de captação do Saerb. Esse problema pode afetar o abastecimento de água na cidade.

Continuar lendo

Acre 01

Governo do Acre publica calendário de pagamento do IPVA em 2023; veja o calendário

Publicado

em

A Secretaria Estadual de Fazenda do Acre (SEFAZ) publicou no Diário Oficial desta terça-feira, 6, a portaria que estabelece o valor da base de cálculo, as datas e condições de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) do ano que vem.

O pagamento do imposto em cota única, até o vencimento, terá redução de 10% (dez por cento). Em caso de parcelamento, o valor de cada parcela obedecerá aos seguintes critérios: 1ª parcela correspondente a 33,34% (trinta e três inteiros e trinta e quatro centésimos por cento) do valor do imposto; 2ª e 3ª parcelas correspondentes a 33,33% (trinta e três inteiros e trinta e três centésimos por cento) do valor do imposto, respectivamente. A parcela não poderá ser inferior a R$ 50,00 (cinquenta reais).

Em caso de transmissão da propriedade do veículo, o pagamento do IPVA deverá ser efetuado em cota única antes de sua transferência ao novo proprietário, considerando-se vencidas, nesta data, as cotas não liquidadas.

Para o pagamento do imposto, o proprietário deverá emitir o Documento de Arrecadação Estadual – DAE através do site www.detran.ac.gov.br ou retirá-lo no Posto Fiscal do IPVA, localizado nas dependências do Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN-AC ou nas Unidades Regionais da SEFAZ de seu município.

Confira abaixo o calendário de pagamento do IPVA 2023:

Continuar lendo

Acre 01

Comércio é o setor que mais vem abrindo emprego no Acre neste fim de ano

Publicado

em

Conforme se previa, o emprego no comércio cresceu neste fim de ano no Acre. De acordo com o Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e da Previdência, o comércio apresentou a maior variação relativa na oferta de emprego com carteira assinada no Estado, abrindo 319 novas vagas e crescendo 1,13% em outubro.

Junto com o setor de serviços e a construção civil, o comércio alavancou o emprego naquele mês, segundo os dados mais atuais do Caged. A agropecuária e a construção recuaram 0,40% e 0,48%, respectivamente.

No geral, o Acre teve um saldo positivo de 679 vagas formais de trabalho em outubro de 2022, após ter obtido um saldo de 727 vagas em agosto.

O saldo do mês em 2022 ficou 29,4% abaixo do saldo de outubro de 2021 (956). O saldo de outubro deste ano foi resultado de 3.845 contratações menos 3.166 de demissões.

Continuar lendo

Acre 01

Após reação negativa, Bolsonaro volta atrás em corte de verba das universidades federais

Publicado

em

O governo de Jair Bolsonaro (PL) recuou dos bloqueios de verba às universidades federais que haviam sido feitos na última segunda-feira, 28. As instituições passaram a ter os recursos disponíveis em seus sistemas às 11h desta quinta-feira, 1.

A informação é do jornal Estadão, que apurou que os reitores, no entanto, temem que o dinheiro possa ser bloqueado novamente e correm para empenhá-lo. Ainda não há informações sobre a razão para o desbloqueio.

A medida havia travado cerca de R$ 1,4 bilhão na área da Educação, sendo R$ 344 milhões de universidades. Segundo o Estadão apurou, os reitores, no entanto, temem que o dinheiro possa ser bloqueado novamente e correm para empenhá-lo. Ainda não há informações sobre a razão para o desbloqueio.

No Acre, a Universidade Federal do Acre (Ufac) teve um bloqueio de mais de R$ 5 milhões no orçamento com o novo bloqueio de verbas do Ministério da Educação (MEC). Já o Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Acre (Ifac) teve R$ 1.939.452,91 bloqueados em relação a repasses realizados pelo governo federal.

A associação que reúne reitores das federais (Andifes) afirmou que “seguirá atenta aos riscos de novos cortes e bloqueios e manterá o diálogo com todos os atores necessários, no Congresso Nacional, governo, sociedade civil e com a equipe de transição do governo eleito para a construção de orçamento e políticas necessárias para a manutenção e o justo financiamento do ensino superior público.”

Na semana passada, a Andifes havia afirmado que o corte inviabilizava “as finanças de todas as instituições” e reclamado do bloqueio de dinheiro durante o jogo da seleção brasileira contra Suíça pela Copa do Mundo. A associação afirma que ainda aguarda o desbloqueio de R$ 438 milhões do orçamento das universidades feito em junho pelo governo Bolsonaro. E que esses recursos são “fundamentais para fechar o ano”.

Muitas universidades têm atrasado contas de luz e dizem que não tem como manter os serviços, bolsas e até pagamentos de salários com os cortes sucessivos promovidos pelo governo atual.

Na terça-feira, 29, o MEC havia informado, em nota, que havia recebido a notificação do Ministério da Economia a respeito dos bloqueios orçamentários realizados. “É importante destacar que o MEC mantém a comunicação aberta com todos e mantém as tratativas junto ao Ministério da Economia e à Casa Civil para avaliar alternativas e buscar soluções para enfrentar a situação”, apontou a pasta.

Já o Ministério da Economia, no mesmo dia, afirmou que foi indicada no relatório de receitas e despesas do quinto bimestre uma “necessidade de bloqueio de R$ 5,67 bilhões para cumprimento do teto de gastos, em virtude do aumento da projeção de despesas obrigatórias”.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.