Conecte-se agora

Sérgio Barros quer voltar à Câmara para ajudar 30 mil famílias com projeto fundiário no Acre

Publicado

em

O ex-deputado federal Sérgio Barros, que agora disputa novamente uma vaga na Câmara Federal pelo PSDB do Acre, foi o entrevistado pelo Bar do Vaz nesta quinta-feira (29). Ao lado do jornalista Roberto Vaz, relembrou os tempos em que participou ativamente da política local, o motivo de seu afastamento e também o por que decidiu voltar a este cenário como candidato longos anos depois.

Conhecido por atuar fortemente na área de terras, questões fundiárias e afins, Barros contou que ainda trabalha em sua empresa, que lida na área fundiária, demarcação de terras, projetos de urbanização, de estradas, e etc.

Em 1990 ganhou uma concorrência internacional e pôde fazer uma das demarcações de terra mais famosa, a da área indígena Yanomami, em Roraima. “À época, já havia demarcado mais de 100 terras indígenas e não tivemos dificuldades. Sempre tivemos um excelente relacionamento com os povos indígenas, um tratamento respeitoso”, diz o candidato, destacando ter sido um trabalho fantástico.

Barros decidiu dar um tempo na política após episódios de doença na família. Primeiro com ele, depois com seu filho, que chegou a falecer. À época pediu afastamento do partido e não se candidatou ao Senado, onde possuía larga chance de ser eleito.

Agora, nutre a intenção de voltar à Câmara Federal para tocar projetos que ficaram para trás com seu afastamento do mundo político. O passivo ambiental no estado é um de seus carros-chefes na proposta de retornar ao cargo de deputado.

Barros garante que o projeto é de grande importância aos produtores do Acre. Da quilometragem que existe de estradas no Acre, o Incra abriu 95%. Essas colônias que foram feitas assentamento, a maioria já foi desmatada em mais de 50%. Precisamos pegar todas essas áreas que já ultrapassaram o limite permitido, que estão sob a tutela do Incra, que ainda não conseguiram fazer sua emancipação”.

Segundo o candidato, são cerca de 30 mil famílias que seriam beneficiadas com o projeto. “Feito isso, zera e eles [produtores] poderão utilizar sua terra para produzir alimento”, afirmou, destacando ser possível entrar num consenso de desenvolvimento e meio ambiente simultaneamente.

Para ele, o grande entrave atual diz respeito aos pseudo-ecologistas, que não apoiam o desenvolvimento, e sim o atraso: “estão à serviço de algo estranho fora do país”, ressaltou. Sérgio Barros acredita que ainda pode fazer muito pelo Acre e seus moradores. “Quero regularizar a situação de quem mora na Amazônia e que vive dela. Hoje, isso é possível com estudo técnico do que pode ou não pode ser feito e onde ser feito”.

O candidato garante querer que sua experiência de trabalho se converta em melhorias ao Acre e seu povo, sobretudo na área da saúde e infraestrutura. “A recepção das pessoas comigo por onde ando tem sido fantástica. Todos estão sendo maravilhosos comigo, pelos municípios”, concluiu.

Assista a entrevista completa:

video
play-rounded-fill

Acre 01

Com gasto de R$ 3,5 milhões, Bocalom vai uniformizar crianças de Rio Branco com farda azul

Publicado

em

Na manhã desta segunda-feira, 5, na sede da prefeitura, o prefeito Tião Bocalom (Progressistas), realizou a cerimônia de apresentação dos novos uniformes das escolas municipais, que serão distribuídos para alunos da rede pública a partir de 2023.

De acordo com a gestão municipal, os Os kits serão compostos por duas camisas, uma calça e um short para os meninos e para as meninas serão duas camisas, um short saia e uma calça. Ao todo, serão mais de 22 mil alunos que serão beneficiados com os kits da prefeitura – na cor azul com branco.

Contente com o trabalho da equipe, Bocalom garantiu que a iniciativa fomenta a geração de emprego. “O mais importante de tudo é que a gente vai gerar emprego local, são mais de R$ 3 milhões que a gente vai gastar com esses uniformes”, declarou.

A secretária de educação de Rio Branco, Nabiha Bestene, afirmou que a prefeitura vai produzir até 25 mil alunos, pagos com R$3,5 milhões de recursos próprios. O kit será entregue em 81 unidades escolares e 14 anexos da capital.

Continuar lendo

Extra Total

Croácia bate Japão nos pênaltis, avança às quartas e pode pegar o Brasil

Publicado

em

Por

A Croácia se classificou às quartas de final da Copa do Mundo e pode entrar no caminho da seleção brasileira. Nesta segunda-feira (5), os croatas bateram o Japão nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar, e carimbaram a vaga na próxima fase do Mundial.

A seleção croata agora aguarda o vencedor do confronto entre Brasil e Coreia do Sul para saber quem será seu adversário nas quartas. O duelo da Canarinho contra os sul-coreanos acontece ainda nesta segunda.

O jogo

O primeiro tempo foi marcado por muito equilíbrio entre as duas equipes, que foram a campo com propostas diferentes. A Croácia se lançou ao ataque, manteve a posse de bola e pressionou o Japão, que jogou recuado na maior parte do tempo, mas mostrou muita eficiência nas saídas de bola, com toques precisos, de pé em pé.

O duelo tático não foi dos mais empolgantes, mas teve um vencedor na primeira etapa. Aos 42 minutos, após jogada trabalhada em escanteio pela direita, Doan cruzou para a área, a bola desviou em Yoshida, e Maeda completou para o fundo do gol.

A Croácia, no entanto, superou a dificuldade que teve para converter as chances criadas em gols logo no início da segunda etapa. Aos nove, Lovren cruzou da intermediária, e Perisic desviou de cabeça para deixar tudo igual.

O Japão sentiu o gol, e a Croácia aproveitou o momento de superioridade para tentar virar. Aos 17, Modric mandou uma bomba da entrada da área e obrigou Gonda a fazer grande defesa. Já aos 20, em jogada muito parecida com a que culminou no gol de empate, Budimir cabeceou para fora.

A seleção japonesa conseguiu se segurar bem, mas praticamente não ofereceu mais perigo. Já os croatas mantiveram o domínio, mas desaceleraram na reta final, e o jogo foi para a prorrogação.

A primeira etapa teve a mesma tônica do tempo regulamentar. A Croácia dominou as ações do jogo, e o Japão tentou tirar o zero do placar no contra-ataque. A melhor chance foi da seleção japonesa. Aos 14 minutos, Mitoma arrancou do campo defensivo até a entrada da área e mandou uma bomba para grande defesa de Livakovic.

O desgaste físico ofuscou o desempenho das duas seleções no segundo tempo, e a partida ficou truncada, sem grandes chances de gol. Com a manutenção do empate, a vaga para as quartas de final foi decidida nos pênaltis. Os japoneses erraram três cobranças, e os croatas apenas uma, garantindo a classificação.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Na rede

Bêbado, servidor terceirizado da Ufac é preso dirigindo carro oficial com duas menores em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O servidor terceirizado da Universidade Federal do Acre (Ufac), Agailton Negreiros, de 52 anos, foi preso no último sábado, 3, em Cruzeiro do Sul pela Polícia Militar ao ser flagrado dirigindo um carro oficial do Campus Floresta, sob efeito de bebida alcoólica e com duas menores, uma de 13 e outra de 15 anos de idade no veículo.

O homem foi denunciado de forma anônima e a Polícia Militar o localizou na Avenida 25 de Agosto. Para a polícia, as meninas contaram que ele havia oferecido carona e lanche para que elas entrassem no carro e que não conheciam o indivíduo.

O teste do bafômetro mostrou que havia 0,66 mg/l no organismo de Agailton, que recebeu voz de prisão por dirigir sob a influência de álcool. A PM o conduziu à Delegacia Geral de Cruzeiro do Sul para onde as menores também foram levadas e o Conselho Tutelar foi acionado.

Em Nota, a Ufac explica que Agailton não é servidor efetivo da universidade, mas colaborador terceirizado, ligado à empresa responsável pelo contrato de transporte. A instituição relata que o homem teve acesso à garagem do Campus Floresta, sem autorização institucional, e utilizou um veículo oficial para fins particulares.

Ainda segundo a instituição, ele foi afastado preventivamente da função ainda na noite de domingo, 4, até a total apuração dos fatos junto à empresa responsável.

“A Ufac não compactua com o mal uso dos bens públicos e mantém o comprometimento com a excelente gestão pública e o respeito às leis, tratando com rigor qualquer comportamento irregular”, diz a nota.

Continuar lendo

Na rede

Trio é preso transportando mais de 10 kg de drogas na BR-364 entre Cruzeiro do Sul e Rio Branco

Publicado

em

O casal Lucas Luposo e Amanda da Silva Costa, que estava na companhia de outro homem, ainda não identificado, foram presos na madrugada deste domingo, 4, na BR-364, quando levavam quase 10 quilos de cocaína e maconha, de Cruzeiro do Sul para Rio Branco.

A ação foi das guarnições dos grupos Tático e de Policiamento com Cães do 7º Batalhão da Polícia Militar de Tarauacá, que já tinham informações de que um casal estaria traficando entorpecentes com a ajuda de um “batedor”, que seguia na frente na tentativa de garantir o sucesso do transporte da droga.

Os policiais interceptaram o trio e, com o auxílio de um cão farejador, localizaram 5 quilos de cocaína e 4,5 quilos de maconha. Os três receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia de Tarauacá.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.