Conecte-se agora

Acreanos já movimentaram R$ 22 bilhões em transferências com Pix

Publicado

em

Desde sua implementação em novembro de 2020 até agosto de 2022, foram realizadas 73.563.028 operações com Pix no Acre. Essas transações movimentaram, nesse período, R$22.766.167.691,00. Os números fazem parte de um levantamento produzido pelo Banco Central com exclusividade para o ac24horas.

O Pix vem altamente aceito entre os acreanos está em uma escalada crescente desde sua criação. Em novembro de 2020, o serviço movimentou R$ 43.244.816,64 e um ano depois, no mês de novembro de 2021, já registrava fluxo de mais de R$1,1 bilhão.

Por último, em um único mês, agosto de 2022, as transações chegaram a R$ 2.036.461.560,94 -e a tendência é de aumentar ainda mais. No entanto, segundo foi apurado, ainda há muitos empreendedores e lojas que evitam esse sistema, perdendo clientes e vendas.

O Pix é um sistema criado pelo Banco Central do Brasil para possibilitar pagamentos instantâneos, se tornando um case de sucesso em outros mercados emergentes. O Pix oferece suporte à interoperabilidade para todas as carteiras que utilizam códigos QR, é prático, rápido, seguro e gratuito para as pessoas. Isso significa que transferências e pagamentos podem ser feitos 24 horas por dia, sete dias por semana, em tempo real, de uma conta para outra.

Consumidores e empresas podem aderir ao sistema cadastrando chaves de identificação como se fossem apelidos para suas contas, feitas por instituições financeiras ou de pagamento.

Acreanos já movimentaram R$ 22 bilhões em transferências com Pix

Destaque 7

Confira as fotos da torcida acreana na vitória do Brasil sobre a Suíça

Publicado

em

Fotos de Sérgio Vale:

Continuar lendo

Destaque 7

Reforma de Gladson terá Gestão e Planejamento desmembrados

Publicado

em

O Palácio Rio Branco deve enviar na próxima semana para a Assembleia Legislativa a Reforma Administrativa que deve fazer mudanças na estrutura governamental do segundo mandato do governador Gladson Cameli a partir de 2023. A priori, o número de secretarias de Estado continuará o mesmo e o de cargos comissionados também, mas algumas nomenclaturas devem ser mudadas, conforme apurou o ac24horas.

Entre as principais mudanças, está o desmembramento da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), que passará a ser duas pastas separadas: A secretaria de Planejamento e a Secretaria de Gestão Administrativa, assim como era nos governos da Frente Popular. A junção dessas pastas ocorreu no início do governo Cameli em 2019 e somente agora deve voltar a sua formação original. Com a adição de mais uma pasta, a Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (SEET) deverá se extinta, porém suas políticas públicas devem ser incorporadas a Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (SEICT), que passará a ter departamentos de turismo e empreendedorismo.

Outra mudança significativa será na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Regional (Sedur), que terá sua nomenclatura alterada para Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano. Com isso, a pasta que era responsável por elaborar projetos na atual gestão ficará responsável pelas políticas públicas de habitação do novo governo de Cameli, que recentemente prometeu construir 18 mil casas.

Sobre a Secretaria da Mulher, que foi promessa de campanha do governo Gladson Cameli, haverá apenas uma pequena mudança na nomenclatura. A pasta que é denominada como Secretaria de Estado de Assistência Social dos Direitos Humanos e de Políticas para Mulheres passará a ter o nome de Secretaria da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos.

Sobre mudanças na composição do primeiro escalão, alguns nomes já estão com seus passaportes garantidos para o próximo ano, como o chefe da Casa Civil, Jonathan Donadoni, o secretário de governo, Alysson Bestene, o Secretário de Planejamento, Ricardo Brandão e o secretário de segurança, coronel Paulo César. Outro nome que deve ser mantido é Petrônio Antunes, como diretor-presidente do Deracre.

Continuar lendo

Destaque 7

Acre terá 561 voos na alta temporada de dezembro a março

Publicado

em

A malha aérea da alta temporada 2022/2023 das empresas aéreas integrantes da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) conta com 163,3 mil voos de dezembro de 2022 a março de 2023 em todo o país, segundo levantamento usando dados registrados na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). O Acre terá 561 voos no período.

Juntas, ABAETÉ, GOL, LATAM, RIMA e VOEPASS trazem um crescimento de 12,6% em relação ao registrado no mesmo período do ano passado, comprovando o cenário de retomada das operações aéreas no mercado doméstico.

Na Região Norte, serão 6,8 mil voos de dezembro de 2022 a março de 2023, segundo levantamento da associação com dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). O Pará terá 2.358 partidas, seguido por Amazonas (1.811), Tocantins (831), Rondônia (557), Amapá (506) e Roraima (243), além do já citado Acre.

A malha aérea da Região Nordeste na alta temporada terá mais de 29,1 mil voos de dezembro de 2022 a março de 2023. A Bahia contará com 10.143 partidas, seguida por Ceará (6.151), Pernambuco (4.238), Rio Grande do Norte (2.143), Alagoas (2.014), Maranhão (1.311), Paraíba (1.289), Sergipe (1.001) e Piauí (861).

A Região Centro-Oeste terá mais de 22,6 mil voos de dezembro de 2022 a março de 2023. O Distrito Federal contará com 16.219 partidas, seguido por Goiás (3.013), Mato Grosso (1.868) e Mato Grosso do Sul (1.544).

A malha aérea da Região Sudeste na alta temporada terá mais de 83,8 mil voos de dezembro de 2022 a março de 2023. São Paulo contará com 57.098 partidas, seguido por Rio de Janeiro (16.738), Minas Gerais (6.761) e Espírito Santo (3.232).

A alta temporada da Região Sul terá mais de 20,7 mil voos de dezembro de 2022 a março de 2023. O Paraná contará com 7.404 mil partidas, seguido por Santa Catarina (6.712) e Rio Grande do Sul (6.610).

Continuar lendo

Destaque 7

Auxílio Brasil chega a 132.796 famílias e paga R$ 81,1 milhões

Publicado

em

Auxílio Brasil, programa de transferência de renda do Ministério da Cidadania, vai chegar a 21,53 milhões de famílias brasileiras neste mês de novembro, a partir de um investimento de R$ 13 bilhões. No Acre, 132.796 famílias são contempladas no mês, cujo pagamento começou na 2ª quinzena. São injetados R$81.199.888,00 na economia com esses repasses.

O calendário de repasses segue de forma escalonada, de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário, até o dia 30 (confira abaixo). De outubro para novembro, 400 mil famílias foram incluídas, aumento de 1,89% em relação aos 21,13 milhões de contemplados no mês passado. O valor médio a ser repassado a cada família neste mês é de R$ 607,57.

.Na divisão por regiões, o Nordeste continua à frente no número de famílias contempladas pelo Auxílio Brasil. São 9,91 milhões de beneficiários em 1.794 municípios da região, a partir de um investimento de R$ 5,9 bilhões.

Os números do Nordeste são puxados por quatro estados com mais de um milhão de famílias em novembro de 2022. A Bahia é a Unidade Federativa brasileira com maior número de integrantes do programa de transferência de renda. São 2,62 milhões de famílias beneficiárias em 417 municípios, a partir de um repasse de R$ 1,59 bilhão.

Os outros três estados da região com mais de 1 milhão de beneficiários são Pernambuco (1,71 milhão), Ceará (1,5 milhão) e Maranhão (1,24 milhão).

Veja quanto cada município do Acre está recebendo:

AC ACRELANDIA R$ 1.482.037,00

ASSIS BRASIL R$ 1.138.687,00

BRASILEIA R$ 3.017.325,00

BUJARI R$ 1.083.513,00

CAPIXABA R$ 1.285.446,00

CRUZEIRO DO SUL R$ 8.912.682,00

EPITACIOLANDIA R$ 1.667.818,00

FEIJO R$ 3.630.100,00

JORDAO R$ 1.217.624,00

MANCIO LIMA R$ 2.760.522,00

ANOEL URBANO R$ 1.638.657,00

MARECHAL THAUMATURGO R$ 2.671.163,00

PLACIDO DE CASTRO R$ 1.437.629,00

PORTO WALTER R$ 1.251.970,00

RIO BRANCO R$ 27.529.145,00

RODRIGUES ALVES R$ 2.106.500,00

SANTA ROSA DO PURUS R$ 939.528,00

SENADOR GUIOMARD R$ 2.874.708,00

SENA MADUREIRA R$ 5.921.827,00

TARAUACA R$ 6.276.227,00

XAPURI R$ 1.624.122,00

PORTO ACRE R$ 2.732.608,00

TOTAL R$81.199.888,00

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.