Conecte-se agora

Funcionários da educação e saúde denunciam atraso e falta de salários em Rodrigues Alves

Publicado

em

Funcionários provisórios da prefeitura de Rodrigues Alves, que atuam nas áreas de saúde e educação, procuraram o ac24horas para denunciar a falta e o atraso dos salários.

A estudante de pedagogia Gleiciane Conceição de Oliveira começou a trabalhar na Escola Municipal Maria Júlia em Rodrigues Alves em maio deste ano e conta que até agora só recebeu salário 3 vezes. Ela destaca que além do atraso, tem que tirar uma Nota de Serviço prestado de R$ 60 na prefeitura para poder receber o salário de R$ 1.200.

“Assim como eu, muita gente da educação e outros setores também recebem assim, sempre fica um mês dentro. Quando a gente faz confusão pagam um mês e já fica outro pra trás”, reclama.

Os provisórios da área da saúde, que também recebem por meio de Nota Serviço Prestado, reclamam do atraso no pagamento. “O pagamento de agosto a gente só recebeu agora dia 14 de setembro. É uma espera muito grande pelo mês trabalhado”, cita um servidor provisório, que não quer se identificar com medo de represália.

O secretário de Finanças de Rodrigues Alves, Iranilsom Nascimento, diz que não há atraso nos pagamentos dos servidores provisórios. “Isso é notícia velha, já pagamos todos semana passada. Alguns pagamos essa semana”.

Na rede

Mulher é presa em ônibus com mais de 45 quilos de entorpecentes

Publicado

em

A Polícia Militar de Cruzeiro do Sul, por meio da Companhia de Policiamento Especializado do 6° Batalhão – ROTAM – e do Pelotão Ambiental apreendeu mais de 50 quilos de drogas na BR-364, entre Cruzeiro do Sul e Rio Branco.

A ação ocorreu na noite desta segunda-feira, 5, na comunidade Lagoinha, na BR-364, dentro do ônibus que faz a rota entre Cruzeiro do Sul e Rio Branco. A droga estava com uma mulher, de iniciais R.R.A., de 20 anos.

A carga de entorpecentes pesou 45,4 quilogramas, sendo 43 quilos de maconha e 2,4 quilos de oxidado de cocaína. A polícia estima que o prejuízo para o crime é superior a R$ 400 mil.

A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Cruzeiro do Sul para os demais atos legais.

Continuar lendo

Na rede

Bêbado, servidor terceirizado da Ufac é preso dirigindo carro oficial com duas menores em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O servidor terceirizado da Universidade Federal do Acre (Ufac), Agailton Negreiros, de 52 anos, foi preso no último sábado, 3, em Cruzeiro do Sul pela Polícia Militar ao ser flagrado dirigindo um carro oficial do Campus Floresta, sob efeito de bebida alcoólica e com duas menores, uma de 13 e outra de 15 anos de idade no veículo.

O homem foi denunciado de forma anônima e a Polícia Militar o localizou na Avenida 25 de Agosto. Para a polícia, as meninas contaram que ele havia oferecido carona e lanche para que elas entrassem no carro e que não conheciam o indivíduo.

O teste do bafômetro mostrou que havia 0,66 mg/l no organismo de Agailton, que recebeu voz de prisão por dirigir sob a influência de álcool. A PM o conduziu à Delegacia Geral de Cruzeiro do Sul para onde as menores também foram levadas e o Conselho Tutelar foi acionado.

Em Nota, a Ufac explica que Agailton não é servidor efetivo da universidade, mas colaborador terceirizado, ligado à empresa responsável pelo contrato de transporte. A instituição relata que o homem teve acesso à garagem do Campus Floresta, sem autorização institucional, e utilizou um veículo oficial para fins particulares.

Ainda segundo a instituição, ele foi afastado preventivamente da função ainda na noite de domingo, 4, até a total apuração dos fatos junto à empresa responsável.

“A Ufac não compactua com o mal uso dos bens públicos e mantém o comprometimento com a excelente gestão pública e o respeito às leis, tratando com rigor qualquer comportamento irregular”, diz a nota.

Continuar lendo

Na rede

Trio é preso transportando mais de 10 kg de drogas na BR-364 entre Cruzeiro do Sul e Rio Branco

Publicado

em

O casal Lucas Luposo e Amanda da Silva Costa, que estava na companhia de outro homem, ainda não identificado, foram presos na madrugada deste domingo, 4, na BR-364, quando levavam quase 10 quilos de cocaína e maconha, de Cruzeiro do Sul para Rio Branco.

A ação foi das guarnições dos grupos Tático e de Policiamento com Cães do 7º Batalhão da Polícia Militar de Tarauacá, que já tinham informações de que um casal estaria traficando entorpecentes com a ajuda de um “batedor”, que seguia na frente na tentativa de garantir o sucesso do transporte da droga.

Os policiais interceptaram o trio e, com o auxílio de um cão farejador, localizaram 5 quilos de cocaína e 4,5 quilos de maconha. Os três receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia de Tarauacá.

Continuar lendo

Na rede

Léo Moura, ex-Flamengo, irá abrir uma escola de futebol em terra indígena do Acre

Publicado

em

O ex-lateral do Flamengo, Léo Moura, que está no Acre, vai abrir uma escola de futebol na Terra Indígena Puyanawa, no município de Mâncio Lima. A unidade do projeto Passaporte para a Vitória vai funcionar na Aldeia Barão, onde o atleta esteve neste sábado, 3, chorou emocionado e dançou com os indígenas.

Na fala dele, Léo se emocionou e disse que nunca imaginou alcançar os indígenas com a iniciativa sócio-esportiva, que desenvolve em vários Estados e que já existe no Acre.

“Nem nos meus melhores sonhos eu imaginei que fosse chegar a ter uma escola de futebol em uma comunidade indígena. Agradeço a Deus e todos que estão comigo nessa caminhada, especialmente a você por ter chego aqui no Acre. E esse momento vai ficar gravado pro resto da minha vida “, citou o atleta, agradecendo ao Cacique e vereador Joel Puyanawa e ao deputado federal Alan Rick.

Léo também anunciou a ação nas redes sociais dele.

A agenda do jogador é promovida no Acre pelo deputado federal Alan Rick, que já acompanhou Léo Moura em uma partida de futebol em Cruzeiro do Sul.

O projeto social de futebol “Passaporte para Vitória” é uma iniciativa do Instituto Léo Moura, uma organização não governamental, idealizada pelo ex-jogador de futebol com a missão de trabalhar a educação e cidadania e auxiliar na formação de crianças e adolescentes, de ambos os sexos, por meio do esporte.

O Projeto objetiva gerar oportunidades para meninos e meninas de 5 a 15 anos em sua formação cidadã e sócio-esportiva, contribuindo no desenvolvimento de atletas para o futebol profissional.

Através do Ministério da Cidadania – Secretaria Especial do Esporte, sob gestão do Instituto Léo Moura, há núcleos oficiais das escolinhas de futebol do Projeto Passaporte Para a Vitória em vários Estados, incluindo o Acre.

O deputado federal Alan Rick destinou R$ 350 mil em emenda parlamentar para a instalação de dois núcleos da escolinha de futebol Passaporte para Vitória no Acre, sendo uma em Rio Branco e outra em Cruzeiro do Sul. O da capital, na Cidade do Povo e o de Cruzeiro na Vila Olímpica da cidade, com objetivo de beneficiar 600 crianças.

play-rounded-fill
Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.