Conecte-se agora

Procon notifica Nestlé por produtos com soro de leite

Publicado

em

O Procon-SP (Programa de Proteção de Defesa do Consumidor) deu até o dia 26 de setembro para a empresa Nestlé Brasil prestar esclarecimentos sobre produtos similares a outros já consolidados no mercado que usam soro de leite em vez de leite em sua composição.

É o caso, por exemplo, do leite condensado chamado Moça Pra Toda Família, que, na verdade, é uma mistura láctea condensada de leite, soro de leite e amido —enquanto o Moça original é de leite condensado integral.

Além do leite condensado, o órgão notificou a Nestlé sobre o creme de leite original e a mistura de creme de leite — ambos também da marca Moça.

“O creme de leite original e o leite condensado Moça são produtos da marca tradicionais e conhecidos no mercado de consumo e os itens ‘Mistura Láctea Condensada De Leite, Soro De Leite e Amido – Moça’ e ‘Mistura De Creme De Leite – Moça’ são comercializados em apresentação bastante semelhante aos destes originais e que podem confundir o consumidor”, disse o Procon, em nota.

O órgão exige que até a data estipulada a Nestlé informe sobre as características de cada produto, apontando quais as diferenças nutricionais e indicações individualizadas de consumo de cada um. A empresa deve ainda apresentar documentos como informes, materiais publicitários e mídias de divulgação dos produtos.

O Procon também solicitou que a Nestlé apresente documentos referentes à autorização de comercialização dos produtos junto aos órgãos oficiais competentes e documentos que comprovem os testes de qualidade realizados, demonstrando o processo de manipulação, acondicionamento e prazos indicados de consumo.

“O Procon-SP está atento ao aumento da oferta de produtos similares aos tradicionais e apresentados ao público em embalagens muito parecidas, que podem induzir o consumidor ao erro, levando-o a achar que está comprando e consumindo outro produto, como o caso da bebida láctea à base de soro de leite, por exemplo”, diz o órgão.

“A informação clara, correta e verdadeira é um dos direitos básicos previstos pelo Código de Defesa do Consumidor”, acrescenta.

O UOL entrou em contato com a Nestlé para um posicionamento e aguarda resposta.

Outras 10 empresas de alimentos foram notificadas

Em ação semelhante à da Nestlé, o Procon notificou outras dez empresas do setor alimentício por colocarem à venda produtos diferentes com rótulos parecidos.

Os notificados foram:

Companhia de Alimentos Ibituruna (fabricante da bebida láctea UHT Olá);

Laticínios Trevo de Casa Branca (fabricante da bebida láctea UHT Aquila);

Laticínios Bela Vista (fabricante da bebida láctea UHT MeuBom);

Cooperativa Central Mineira de Laticínios – Cemil (bebida láctea UHT Performance);

Doce Mineiro (bebida láctea UHT Triângulo Mineiro);

Vigor Alimentos Leco (Alimento à Base de Manteiga e Margarina Leco Extra Cremosa);

Tella Barros Comércio e Importação de Frios e Laticínios (Supremo Cremoso Sabor Requeijão);

Oceânica Comércio de Gêneros Alimentícios (que produz o Crioulo Queijos Ralados Latco);

Itambé Alimentos (que produz o Queijo Parmesão Ralado Itambé);

Gran Foods Indústria e Comércio Eireli, que fabrica o Do Chefe Premium Blend Azeite de Oliva.

As respostas das empresas já começaram a ser encaminhadas e estão sob análise, informou o órgão de defesa do consumidor.

Com taxa de importação menor, uso de soro mais aguado que leite deve subir

Desde o dia 1º de setembro, a tarifa de importação do soro de leite, subproduto que tem sido vendido em supermercados brasileiros, caiu de 11,2% para 4%. O Ministério da Economia, por meio do Gecex (Comitê-Executivo de Gestão) da Camex (Câmara de Comércio Exterior), diminuiu a alíquota do item até 31 de agosto de 2023.

O soro de leite, líquido que sobra da produção de queijos e geralmente era descartado pela indústria de laticínios, passou a ser opção para quem não tem mais dinheiro suficiente para comprar o tradicional leite de vaca. Ele é mais barato e é menos concentrado que o leite, ou seja, é mais aguado.

Com a nova medida, o consumo do subproduto deve aumentar nos próximos meses, avaliam especialistas ouvidos pelo UOL.

A presença do soro de leite em produtos consagrados começou a ser notada pelos consumidores no primeiro semestre. O fenômeno já acontece há um tempo, mas consumidores reclamam nas redes sociais de isso afeta a qualidade dos produtos. Manteiga misturada com margarina, leite e leite condensado com composto lácteo em vez de leite puro são alguns exemplos citados.

Destaque 6

Cruzeiro do Sul é o vencedor do Copão do Vale do Juruá

Publicado

em

A seleção de futebol de Cruzeiro do Sul, que venceu a de Mâncio Lima por 1 a 0, sagrou-se campeã do Copão Vale do Juruá na noite desta quarta-feira, 21, no Estádio o Cruzeirão.

Na outra partida da noite, a seleção de Rodrigues Aves perdeu de 1 a 0 do Guajará no Amazonas, que ficou em terceiro lugar na competição iniciada no sábado, 17.

As competições marcaram a reabertura do Estádio O Cruzeirão, que passou por uma reforma e ganhou iluminação de led. Em todos os jogos do Copão, o Estádio ficou lotado. Os torcedores não pagaram para assistir aos jogos de times e nem as equipes tiveram gastos com taxas, uniformes e outros itens. O recurso de uma emenda parlamentar também garantiu os troféus e medalhas para os campeões das competições.

Continuar lendo

Destaque 6

Acreano tem que trabalhar 105 horas para comprar um sacolão

Publicado

em

Em agosto, o preço da banana caiu 11,56% no custo total da cesta básica em Rio Branco. Além da fruta, a farinha de mandioca, cujo preço caiu 6,51%, foram os itens com maior percentual de aumento de preço em relação a julho, enquanto o tomate (-8,75%) e o óleo (-7,18%) foram os itens que apresentaram maior queda.

São três cestas pesquisadas: alimentar, higiene pessoal e limpeza.

Segundo a pesquisa dos custos das cestas básicas em Rio Branco realizada pela Secretaria de Planejamento, houve queda de -3,51% na cesta de higiene pessoal e leve alta no valor das cestas de alimentação (0,23%) e de limpeza doméstica (0,49%), quando comparadas ao mês de julho.

Os dados foram coletados em 69 estabelecimentos comerciais, compostos por mercados varejistas de grande, médio e pequeno porte, açougues e panificadoras, distribuídos em 40 bairros de Rio Branco.

O custo total da cesta básica alimentar para um indivíduo foi de R$ 493,90, uma alta de 0,23% em relação a julho, conforme a tabela 1. Dos 14 produtos da cesta, houve alta de preços em 8 itens, sendo -conforme já citado – na banana o mais expressivo (11,56%), seguido pela farinha de mandioca (6,51%), leite (5,72%), mandioca (4,67%), manteiga (3,24%) e frango (1,28%). Em seis produtos houve recuo de preço, com destaque para o tomate que registrou variação negativa de -8,90%, seguido pelo óleo (-7,18%), carne (-1,98%), pão (-1,88%) e feijão (-1,16%). Os dados mostram que após dois meses de queda em 2022, a cesta alimentar voltou a subir em julho e agosto.

“Para comprar as três cestas, em agosto um trabalhador comum precisou trabalhar cerca de 105 horas e 46 minutos”, informa a Seplag.

Continuar lendo

Destaque 6

Sancionado projeto que autoriza criar loterias da saúde e do turismo

Publicado

em

O governo federal sancionou o projeto de lei que autoriza o Poder Executivo a criar a Loteria da Saúde e a Loteria do Turismo. De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência da República, a proposta é gerar receitas adicionais para gestores da saúde e do turismo, com o financiamento de iniciativas destinadas a mitigar os efeitos da pandemia.

O texto, publicado na edição de hoje (22) do Diário Oficial da União, autoriza a concessão à iniciativa privada da exploração das loterias, além da adoção das modalidades de prognósticos esportivos, apostas de quota fixa e de prognósticos numéricos.

O valor total arrecadado com a exploração das loterias será destinado primeiramente ao pagamento dos prêmios, do imposto de renda incidente sobre a premiação e da parcela da seguridade social. Em seguida, parte da arrecadação será destinada ao Fundo Nacional de Saúde (FNS) e à Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur).

“Valores dos prêmios relativos aos produtos lotéricos não reclamados pelos apostadores que tiverem sido contemplados no prazo de prescrição na Loteria da Saúde e na Loteria do Turismo serão revertidos, respectivamente, ao FNS e à Embratur, observada a programação financeira e orçamentária do Poder Executivo federal.”

Veto

Ficou vetado, por inconstitucionalidade, o dispositivo que dispunha que o Ministério da Economia disciplinaria, no prazo máximo de 30 dias após a publicação da proposição, as regras para a concessão da exploração da Loteria da Saúde pelo Ministério da Saúde e da Loteria do Turismo pelo Ministério do Turismo.

Continuar lendo

Destaque 6

Estadão Dados mostra Lula com 50% dos votos válidos e Bolsonaro com 37%

Publicado

em

agregador de pesquisas eleitorais do Estadão Dados já está atualizado com os dados divulgados nesta quarta-feira, 21, pelas empresas Quaest e PoderData. Segundo a Média Estadão Dados, calculada pelo agregador, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 45% das intenções de voto e Jair Bolsonaro (PL), 33%.

Considerando-se apenas os votos válidos, ou seja, sem contar brancos, nulos e indecisos, Lula tem 50% e Bolsonaro, 37%.

O agregador é uma ferramenta interativa cujos gráficos mostram o cenário mais provável da corrida presidencial nos últimos seis meses, segundo nossa metodologia. Nele, além de consultar a Média Estadão Dados, é possível ver de forma separada as estimativas das pesquisas presenciais e telefônicas.

A Média Estadão Dados, que tem atualização diária, não é a simples soma dos resultados e divisão pelo número de pesquisas. O cálculo considera as linhas de tendência de cada candidato (se estão estáveis, subindo ou caindo) e atribui pesos diferentes às pesquisas segundo sua “idade” (a data de realização) e metodologia (consideramos que, na média os resultados são mais precisos quando os eleitores são entrevistados de forma presencial, em vez de por telefone).

Os gráficos do agregador mostram 94 pesquisas sobre a corrida presidencial divulgadas nos últimos seis meses, mas nem todas são consideradas nos cálculos. Atualmente, entram na Média Estadão Dados os números das empresas que divulgaram pelo menos um levantamento nos últimos 9 dias. Essa janela de inclusão vai diminuir com o tempo. O objetivo é evitar que resultados desatualizados afetem os números do agregador. Também há salvaguardas para evitar que os chamados outliers ou “diferentões” puxem a média para cima ou para baixo. O agregador automaticamente reduz o peso de pesquisas que mostrem resultados muito distantes da média geral ou da média de Datafolha e Ipec, empresas que consideramos o “padrão ouro” por sua tradição e metodologia.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.