Conecte-se agora

Ney diz que optou pelo Senado porque não está em busca do mais fácil: “quero o melhor pelo Acre”

Publicado

em

O candidato ao senado da República sabatinado na noite desta terça-feira, 30, pelo ac24horas foi Ney Amorim, atual presidente do Podemos no estado. Aos 45 anos e natural de Rio Branco, é casado e pai de 4 filhos, criado na região da Baixada da Sobral. Já foi eleito deputado estadual por três mandatos, além de presidir a Assembleia Legislativa do Acre.

Para ele, um mandado político é instrumento de luta. “Estou aqui para isso”. Ney estava como candidato a deputado federal até dois dias antes das eleições, até receber a visita do governador Gladson Cameli, que o convenceu a mudar para o Senado. “Me fez refletir bastante por duas noites, até tomar de fato a decisão e aceitar o desafio de ser candidato a senador na chapa com ele [Gladson]”.

Apesar de a família não ter sido totalmente a favor da mudança repentina de início, ele confia que esta eleição conta com um novo cenário, com propostas, debates e projetos.

Saúde e Educação – “É preciso ousar mais, criar um Hospital do Câncer no estado”

Amorim garante que educação é base de tudo e conhece a realidade de escolas em regiões periféricas. “Sempre estudei em escolas públicas. Temos ideias quanto ao ensino em tempo integral, pois conheço a realidade de muitas crianças que cumprem o horário na escola e depois voltam para casa, ficando à mercê nas ruas”.

O intuito é manter as crianças e adolescentes com a mente ocupada. “Ter um curso técnico profissionalizante, preparando o jovem para o futuro, além de garantir quatro refeições, permitindo que os pais possam trabalhar”.

Sobre saúde, afirma que todo investimento é pouco e esta é uma das partes importantes quanto a destinação de suas emendas, caso eleito. “É preciso ousar mais, criar um Hospital do Câncer no estado, o que eu puder fazer como senador para estar trazendo, ajudando, irei fazer para que tenhamos de fato um complexo de saúde aqui”.

Infraestrutura e Geração de Emprego – “A juventude precisa ser preparada não só para concurso, mas a ter sua empresa”

O objetivo de investir na escola em tempo integral, segundo Ney, visa preparar os jovens para o mercado de trabalho. “Sou entusiasta do jovem empreendedor. A juventude precisa ser preparada não só para concurso, mas pensar em montar sua empresa, fazer seus negócios”.

O candidato se diz o maior incentivador da iniciativa privada. Precisamos incentivar os empresários e trazer indústrias. Em relação às estradas das zonas rurais, diz que é preciso olhar com carinho. “Temos que facilitar a vida dos produtores rurais. Como senador, quero anistiar multas de ICMBio, Ibama, criar condições para que essas pessoas continuem acreditando no estado, produzindo para escoar sua produção”.

Segurança Pública

Para esta área, Ney Amorim relata que o atual governo tem investido um trabalho efetivo para diminuir a entrada de droga pela fronteira e resguardar a vida dos jovens. “Gladson tem valorizado os policiais, feito investimentos fortes, mas é preciso trabalhar na área de inteligência, com serviço diferenciado”.

O candidato acredita ainda na queda dos números de mortes e de violência. “Percebo sensação de segurança nas comunidades. Senti sensação de segurança entre as pessoas andando pela Baixada e na Cidade do Povo”.

Pergunta do internauta

Questionado pela moradora Adessândia Santos, do Distrito Industrial, Ney Amorim afirmou que pensa em investir pesado na saúde infantil. “Ousar em ampliar o Hospital da Crianças ou fazer outro para que a gente possa cada vez mais cuidar das nossas crianças”.

Temas livres

Na rodada de temas livres, Ney foi perguntado sobre a “troca de lado” entre partidos políticos opostos. “Eu fui abandonado por aqueles que estavam ao meu lado, que estavam na chapa. Não fui abandonado pela militância. Quando fazia parte de lá, defendia aquele campo. Hoje, estou com Gladson sendo abraçado”.

Ele garante que a situação está superada. “Estou em paz, feliz, defendendo 100% a bandeira que defendo hoje. Espero que esse projeto continue”. Sobre a aparição do também candidato ao Senado, Alan Rick (União Brasil), releva, e afirma: “eu sou o candidato oficial da chapa. Fui convidado pessoalmente por Gladson e me sinto abraçado quando ele diz que precisa de mim no senado”.

Amorim finalizou a sabatina dizendo estar otimista e confiante. “Estou sendo abraçado pelas pessoas. Não estou em busca do [cargo] mais fácil, estou em busca do melhor para lutar para trabalhar pelo acre. Tenho o sonho de ser o senador que mais trabalhou pelo Acre”.

Assista a sabatina:

video
play-rounded-fill

Na rede

Carro despenca de barranco e quase cai em cima de casa em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Na noite desta sexta-feira, 23, um carro despencou de um barranco na Estrada Nova Olinda, no Bairro Boca da Alemanha em Cruzeiro do Sul e por pouco não cai em cima de uma casa. O veículo ficou totalmente na vertical mas nem o condutor, enfermeiro Helinton Lopes do Nascimento, nem moradores da residência ficaram feridos e não foram levados para atendimento médico.

Segundo o chefe da 1° Circunscrição Regional de Trânsito- Ciretran, Izaías Queiroz, o motorista perdeu o controle do veículo. “O condutor transitava sentido cemitério/Cidade da Justiça e perdeu o controle do carro”, citou

Uma guarnição do corpo de bombeiros foi acionada para fazer a remoção do veículo.

Continuar lendo

Acre 01

Em programa eleitoral, ex-flamengo Léo Moura pede voto para Alan Rick

Publicado

em

O programa em que o ex-lateral do Flamengo, Léo Moura, pede que o Acre eleja Alan Rick Senador começou a circular no horário eleitoral gratuito das TVs e rádios nesta sexta-feira, 23. O candidato replicou a peça em suas redes sociais.

Léo Moura esteve no Acre na última quarta-feira, 21, para visitar o núcleo da escolinha de futebol Passaporte para Vitória, na Cidade do Povo, em Rio Branco. O Acre ganhou dois núcleos da escolinha com emenda destinada por Alan Rick e já contempla 600 crianças e adolescentes gratuitamente. O segundo funciona em Cruzeiro do Sul.

No programa eleitoral gravado no campo da Cidade do Povo, construído com emenda de Alan Rick, Léo agradeceu a destinação dos recursos para instalação dos núcleos. “Graças a você esse projeto chegou aqui no Acre, fruto de emenda sua. Estou muito feliz por essas crianças estarem sendo beneficiadas por esse projeto. Então, quero fazer um pedido a população: no dia 2 de outubro, para o Senado, é Alan Rick 444”, disse.

Alan Rick tem dito em entrevistas que deseja expandir o projeto. “Esse é um trabalho social muito importante, ocupa parte do contraturno escolar das crianças e adolescentes, ensina valores, forma cidadãos, além de criar a oportunidade de desenvolver talentos. Quem sabe surjam novos craques como o goleiro Weverton, acreano, como o próprio Léo, que nasceram em famílias sem condições financeiras de matricula-los em uma escolinha de futebol particular. Se Deus quiser, poderemos instalar núcleos do Passaporte para Vitória em outros municípios acreanos”, disse em entrevista ao jornalista José Alex.

Continuar lendo

Destaque 4

Obra causa destruição no Tropical e moradores exigem que prefeitura assuma prejuízos

Publicado

em

Uma obra de melhoria na tubulação executada pela prefeitura de Rio Branco tem tirado o sono e a paciência dos moradores da rua Travessa da Serra, no bairro Tropical.

Ocorre que a obra tem provocado diversas reclamações, principalmente em relação a demora e os danos que tem provocado. O primeiro fato questionado pelos moradores é que não há placa de identificação da obra que forneça dados como custo e prazo para o término.

Uma outra denúncia grave feita pelos moradores é por conta dos danos causados em calçadas e muros das residências. Ao longo da semana, um poste de energia por pouco não desabou em cima de uma residência.

A comerciante Aida Macambira procurou a prefeitura para reclamar. “Fomos notificados pela SEINFRA que passaríamos por mudanças na tubulação da nossa rua e que este processo duraria em torno de 40 dias. Ocorre que nada aconteceu como previsto. Resultado disso são comércios sofrendo prejuízos em suas vendas e a rua um caos. Percebemos que a obra tem provocado prejuízo estrutural em muro e calçada e até agora não recebemos nenhuma garantia de que teremos esse ressarcimento por parte do poder público. Outra coisa é que queríamos que a rua fosse molhada pelo menos duas vezes por dia. A poeira tem prejudicado a saúde das crianças e pessoas idosas da rua”, afirma.

O ac24horas procurou a prefeitura de Rio Branco. O secretário de Infraestrutura do município, Cid Ferreira. O gestor admitiu problemas na obra, mas garantiu que a prefeitura vai conversar com a empresa responsável para garantir uma resposta à comunidade.

“O trabalho que estamos fazendo nessa região é de drenagem. Ocorre que é uma área arenosa, de deslizamento. Toda vez que se faz uma escavação a terra desliza totalmente e aí há a necessidade de fazer encosta para fazer o serviço. Por conta disso, a obra tem sofrido atraso. Com relação aos prejuízos, é uma discussão que teremos com a empresa para ver como é que vamos alinhar. É uma discussão técnica/jurídica que não temos como debitar tudo na conta da empresa por conta do terreno, mas vamos alinhar e ver como vamos proceder para ajustar possíveis indenizações. Podemos já ter uma posição na próxima semana”, afirma Cid.

Os moradores prometem interditar a obra e impedir o acesso dos trabalhadores caso não tenham uma resposta concreta sobre suas reivindicações.

Continuar lendo

Destaque 3

No Acre, quase 2,7 mil contribuintes caíram na malha fina do imposto de renda

Publicado

em

Entre março e setembro de 2022, a Receita Federal recebeu 38.188.642 declarações em todo o País. Destas, 1.032.279 declarações foram retidas em malha. No Acre estão retidas em malha 2.671 declarações no mesmo período. Já na Amazônia (2ª Região Fiscal) o total é de 49.248 declarações.

No País, do total retido são 811.782 declarações com Imposto a Restituir (IAR), representando 78,6% do total em malha; 198.541 declarações, ou 19,2% do total em malha, com Imposto a Pagar (IAP) e 21.956, com saldo zero, representando 2,1% do total em malha.

Os principais motivos para ter caído na malha em 2022: 41,9% omitem rendimentos sujeitos ao ajuste anual (de titulares e dependentes declarados); 28,6% apresentam deduções da base de cálculo (principal motivo de dedução – despesas médicas); 21,9% tem divergências no valor de IRRF entre o que consta em Dirf e o que foi declarado pela pessoa física – entre outros, falta de informação do beneficiário em Dirf, e divergência entre o valor informado entre a DIRPF e a Dirf.

Já os outros 7,6% são motivados por deduções do imposto devido, recebimento de rendimentos acumulados, e divergência de informação sobre pagamento de carnê-leão e/ ou imposto complementar.

Neste mês de setembro a Receita Federal está emitindo 444 mil correspondências para contribuintes em todo o Brasil com declarações na malha fina. O objetivo é avisar aos contribuintes que, em caso de erro na declaração apresentada, este é o momento para providenciar a sua correção, apresentando declaração retificadora.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.