Conecte-se agora

Gestão da qualidade: um olhar atento ao presente e futuro das organizações

Visão sistêmica é uma das principais características da profissão, aponta consultora no segmento

Publicado

em

Sócia-proprietária de uma empresa de pequeno porte que atua no segmento decorativo com pedras e mármores há 10 anos na Bahia, a empresária Poliana Souza mira o futuro com um olhar atento para o presente. É que para crescer, ela destaca, é necessário parar, refletir e organizar a “casa”. Poliana deseja que sua empresa seja referência na área em que atua e, para isso, está investindo na gestão de processos organizacionais.

“A organização deve ser, na verdade, uma premissa para qualquer empresa, independentemente do tamanho e de seu objetivo futuro. No meu caso, isso é ainda mais importante porque nós estamos vindo de uma crescente e, se você olha apenas para o crescimento em si e não organiza os processos e a inter-relação em todos os setores, pode estagnar ou até mesmo quebrar”, alerta a proprietária da Granart – Mármores e Granitos que hoje conta com as orientações da consultora  da qualidade Nivia Ferreira.

Refletir sobre processos organizacionais é ter uma visão macro de todas as ações a serem tomadas para garantir o controle da qualidade e uma melhor prestação de serviço. Em seus primeiros encontros com os clientes, uma das principais atividades de Nivia é conversar com todos os colaboradores para identificar os gargalos que podem dificultar o alcance das metas planejadas. “É de suma importância que, no primeiro momento, o consultor identifique os entraves organizacionais e trace planos para eliminá-los. Pontos não resolvidos impactam negativamente no negócio”, explica. 

Mesmo tendo o conhecimento do curso de Administração e de um MBA de Gerenciamento de Projeto, Poliana sentiu a necessidade do olhar de alguém de fora da sua empresa para identificar os pontos de melhoria. Mas, o conhecimento sobre gestão organizacional não é de agora. Poliana e Nivia trabalharam juntas quando Poliana nem pensava em se tornar empresária. “Ela aprendeu a importância de organizar processos enquanto era funcionária administrativa em uma empresa que prestei consultoria. E olha só: dez anos depois, me procura já como empresária e à frente de um negócio e com tudo para crescer ainda mais”, explica. 

A atuação profissional de quem foca na gestão de processo organizacional também se estende para a orientação de como as empresas podem conquistar as certificações de qualidade ISO e outras diversas  normas. 

Para Pedro Felzemburg Neto, da Converge, empresa que atua no segmento de manutenção de componentes industriais, as ferramentas de gestão inseridas pela consultoria em processos organizacionais fizeram com que ele enxergasse o seu negócio de uma forma mais profissional, visão necessária para buscar as certificações de qualidade que almejava para sua empresa. “A consultoria foi uma experiência que me fez enxergar com mais força o passo a passo que precisa ser utilizado para garantir o processo de certificação”, destaca. “E na medida em que você arruma a casa e estabelece procedimentos, você cria disciplina para visualizar seus erros e melhorá-los, além de ter a qualidade como cartão de visita”, acrescenta Pedro. 

Entenda o que é gestão de processo organizacional

Esse tipo de serviço tem como uma das propostas identificar uma ferramenta de gestão que se encaixe no tipo de serviço que determinada empresa oferece. Uma das principais preocupações de um empresário, ao perceber que seu negócio está crescendo, é aumentar a equipe, mas nem sempre o sucesso está ligado apenas à quantidade de colaboradores. “Mas, sim, em como o empresário gere tudo que acontece dentro da sua empresa – até mesmo se os colaboradores desenvolvem bem suas atividades”, destaca Nivia.

Com o trabalho de consultoria, por exemplo, é possível ter uma visão mais clara de todas as atividades e de como elas estão sendo desempenhadas, podendo o gestor saber quais funções estão sendo realizadas e por quem. Outros ganhos com a gestão são os alinhamentos com os objetivos da empresa, acompanhamento mais realista e periódico das métricas de desempenho e o estabelecimento de ferramentas de gestão mais assertivas.

A gestão de processo organizacional vai atuar mapeando, modelando, automatizando e otimizando os mais diversos processos de uma organização. “A gestão de processos de uma empresa deve ser gerida de forma estratégica e eficiente. A grande vantagem observada na gestão de processos é, justamente, o fato de que ela permite uma grande integração entre todas as áreas da empresa, operando de forma ampla, fluida e otimizada”, reforça Nívia.  

De olho no mercado de trabalho

Qualquer empresa, independentemente do porte, pode contar com as orientações de uma pessoa especialista em gestão de processo organizacional. Ter visão sistêmica e pensar em soluções interrelacionadas é crucial para o profissional que pretende atuar com foco na qualidade. Mercado para atuar é que não falta; basta a profissionalização.

E para quem deseja se profissionalizar na área, há diferentes cursos – como uma pós-graduação, curso tecnológico ou um MBA – que podem ampliar a atuação de profissionais de diversos segmentos na prestação de serviços como consultores de qualidade. Nivia, por exemplo, começou na área de saúde, mas atualmente seu campo de trabalho é na organização de processos, preparo para a certificação de qualidade e demais normas, para que empresas de diversas áreas possam ser qualificadas para atuarem e conquistarem mais o mercado. Além de cursos no exterior, ela possui um MBA na área pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). 

A plataforma educacional Educa Mais Brasil oferta bolsas de estudo para quem deseja se especializar em Gestão da Qualidade. As bolsas variam de 40 a 70% de descontos e cobrem parte da mensalidade até o final do curso. Há ainda vagas para a Gestão de Processos Gerenciais. Processos Gerenciais é um campo de estudos multidisciplinar, que se utiliza de conhecimentos das áreas de humanas e exatas para tratar de assuntos relacionados à administração e gestão de empresas e negócios. Para conferir esses e outros cursos, acesse a aba Cursos e Faculdades no site do Educa e confira as inúmeras opções de bolsas disponíveis.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Na rede

Carro despenca de barranco e quase cai em cima de casa em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Na noite desta sexta-feira, 23, um carro despencou de um barranco na Estrada Nova Olinda, no Bairro Boca da Alemanha em Cruzeiro do Sul e por pouco não cai em cima de uma casa. O veículo ficou totalmente na vertical mas nem o condutor, enfermeiro Helinton Lopes do Nascimento, nem moradores da residência ficaram feridos e não foram levados para atendimento médico.

Segundo o chefe da 1° Circunscrição Regional de Trânsito- Ciretran, Izaías Queiroz, o motorista perdeu o controle do veículo. “O condutor transitava sentido cemitério/Cidade da Justiça e perdeu o controle do carro”, citou

Uma guarnição do corpo de bombeiros foi acionada para fazer a remoção do veículo.

Continuar lendo

Acre 01

Em programa eleitoral, ex-flamengo Léo Moura pede voto para Alan Rick

Publicado

em

O programa em que o ex-lateral do Flamengo, Léo Moura, pede que o Acre eleja Alan Rick Senador começou a circular no horário eleitoral gratuito das TVs e rádios nesta sexta-feira, 23. O candidato replicou a peça em suas redes sociais.

Léo Moura esteve no Acre na última quarta-feira, 21, para visitar o núcleo da escolinha de futebol Passaporte para Vitória, na Cidade do Povo, em Rio Branco. O Acre ganhou dois núcleos da escolinha com emenda destinada por Alan Rick e já contempla 600 crianças e adolescentes gratuitamente. O segundo funciona em Cruzeiro do Sul.

No programa eleitoral gravado no campo da Cidade do Povo, construído com emenda de Alan Rick, Léo agradeceu a destinação dos recursos para instalação dos núcleos. “Graças a você esse projeto chegou aqui no Acre, fruto de emenda sua. Estou muito feliz por essas crianças estarem sendo beneficiadas por esse projeto. Então, quero fazer um pedido a população: no dia 2 de outubro, para o Senado, é Alan Rick 444”, disse.

Alan Rick tem dito em entrevistas que deseja expandir o projeto. “Esse é um trabalho social muito importante, ocupa parte do contraturno escolar das crianças e adolescentes, ensina valores, forma cidadãos, além de criar a oportunidade de desenvolver talentos. Quem sabe surjam novos craques como o goleiro Weverton, acreano, como o próprio Léo, que nasceram em famílias sem condições financeiras de matricula-los em uma escolinha de futebol particular. Se Deus quiser, poderemos instalar núcleos do Passaporte para Vitória em outros municípios acreanos”, disse em entrevista ao jornalista José Alex.

Continuar lendo

Destaque 4

Obra causa destruição no Tropical e moradores exigem que prefeitura assuma prejuízos

Publicado

em

Uma obra de melhoria na tubulação executada pela prefeitura de Rio Branco tem tirado o sono e a paciência dos moradores da rua Travessa da Serra, no bairro Tropical.

Ocorre que a obra tem provocado diversas reclamações, principalmente em relação a demora e os danos que tem provocado. O primeiro fato questionado pelos moradores é que não há placa de identificação da obra que forneça dados como custo e prazo para o término.

Uma outra denúncia grave feita pelos moradores é por conta dos danos causados em calçadas e muros das residências. Ao longo da semana, um poste de energia por pouco não desabou em cima de uma residência.

A comerciante Aida Macambira procurou a prefeitura para reclamar. “Fomos notificados pela SEINFRA que passaríamos por mudanças na tubulação da nossa rua e que este processo duraria em torno de 40 dias. Ocorre que nada aconteceu como previsto. Resultado disso são comércios sofrendo prejuízos em suas vendas e a rua um caos. Percebemos que a obra tem provocado prejuízo estrutural em muro e calçada e até agora não recebemos nenhuma garantia de que teremos esse ressarcimento por parte do poder público. Outra coisa é que queríamos que a rua fosse molhada pelo menos duas vezes por dia. A poeira tem prejudicado a saúde das crianças e pessoas idosas da rua”, afirma.

O ac24horas procurou a prefeitura de Rio Branco. O secretário de Infraestrutura do município, Cid Ferreira. O gestor admitiu problemas na obra, mas garantiu que a prefeitura vai conversar com a empresa responsável para garantir uma resposta à comunidade.

“O trabalho que estamos fazendo nessa região é de drenagem. Ocorre que é uma área arenosa, de deslizamento. Toda vez que se faz uma escavação a terra desliza totalmente e aí há a necessidade de fazer encosta para fazer o serviço. Por conta disso, a obra tem sofrido atraso. Com relação aos prejuízos, é uma discussão que teremos com a empresa para ver como é que vamos alinhar. É uma discussão técnica/jurídica que não temos como debitar tudo na conta da empresa por conta do terreno, mas vamos alinhar e ver como vamos proceder para ajustar possíveis indenizações. Podemos já ter uma posição na próxima semana”, afirma Cid.

Os moradores prometem interditar a obra e impedir o acesso dos trabalhadores caso não tenham uma resposta concreta sobre suas reivindicações.

Continuar lendo

Destaque 3

No Acre, quase 2,7 mil contribuintes caíram na malha fina do imposto de renda

Publicado

em

Entre março e setembro de 2022, a Receita Federal recebeu 38.188.642 declarações em todo o País. Destas, 1.032.279 declarações foram retidas em malha. No Acre estão retidas em malha 2.671 declarações no mesmo período. Já na Amazônia (2ª Região Fiscal) o total é de 49.248 declarações.

No País, do total retido são 811.782 declarações com Imposto a Restituir (IAR), representando 78,6% do total em malha; 198.541 declarações, ou 19,2% do total em malha, com Imposto a Pagar (IAP) e 21.956, com saldo zero, representando 2,1% do total em malha.

Os principais motivos para ter caído na malha em 2022: 41,9% omitem rendimentos sujeitos ao ajuste anual (de titulares e dependentes declarados); 28,6% apresentam deduções da base de cálculo (principal motivo de dedução – despesas médicas); 21,9% tem divergências no valor de IRRF entre o que consta em Dirf e o que foi declarado pela pessoa física – entre outros, falta de informação do beneficiário em Dirf, e divergência entre o valor informado entre a DIRPF e a Dirf.

Já os outros 7,6% são motivados por deduções do imposto devido, recebimento de rendimentos acumulados, e divergência de informação sobre pagamento de carnê-leão e/ ou imposto complementar.

Neste mês de setembro a Receita Federal está emitindo 444 mil correspondências para contribuintes em todo o Brasil com declarações na malha fina. O objetivo é avisar aos contribuintes que, em caso de erro na declaração apresentada, este é o momento para providenciar a sua correção, apresentando declaração retificadora.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.